quinta-feira, 9 de abril de 2020

Isolamento Horizontal e um choque!


Isolamento Horizontal




Segundo o doutor Osmar Terra, a quarentena forçada está reforçando a pandemia ao invés de controlá-la. Ele retirou o dado de uma entrevista com um dos secretários da OMS. Ele veio à público notificar as nações que o isolamento horizontal está fazendo com que os infectados transmitam a doença em seus lares, pois muitos não apresentam sintomas. Veja o vídeo e se choque com a realidade das palavras do “número 2”, quando ele diz que precisa REMOVER os doentes de suas casas.



Primeiro, eles te colocam em quarentena. Depois, te ameaçam de prisão, caso você saia e, mais para frente, ameaçam invadir a sua casa para te levar a um isolamento, pois a quarentena não funcionou como deveria. Sim, para remover é preciso, antes de mais nada, entrar, ou INVADIR, o domicílio pessoal. Bem comunista, pois não respeita a integridade da propriedade particular.


Por essas e outras que os EUA estão colocando em dúvida a eficácia da agência em lidar com essa pandemia. Fox News[1]: “Trump has accused the U.N. agency of being "very China centric" and claimed they "really blew it" in their initial response to the pandemic -- including what he saw as the agency's criticism of his ban on foreign national from China”.

Então, até o presente momento, com os dados apresentados, sabemos que a quarentena horizontal  (lockdown) acaba com a economia, colocando nações em risco de recessão, acaba com empregos, mas não acaba com a pandemia, que migra para dentro dos lares, forçando o Estado (que pode ser o pior inimigo do cidadão) a invadir a casa do contribuinte, para levá-lo a um isolamento. Isso é coisa de louco! Eu nunca vi coisa parecida. Os presos estão sendo soltos. Os brasileiros patriotas são obrigados a ficarem em casa. E o Estado ainda pode invadir sua casa com o pretexto de combater o covid-19. Tempos sombrios! É por isso que, nos EUA, eles mantêm o cidadão armado, pois ele pode se defender dos abusos de um Estado tirano e opressor.

E, nesse momento, eu me dirijo aos comandantes das Forças Armadas, e aos seus aliados próximos. Nós estamos vivendo um momento tenebroso da nossa história, no qual o presidente está impedido de agir por conta de um Congresso que o quer calar. Não existe democracia verdadeira quando os Poderes da República não estão harmônicos e isso fica evidente com o comportamento atual dos representantes de cada poder. Vejam, por exemplo, o caso do inquérito de ofício feito pelo STF. Vejam, como exemplo, a condução dos procedimentos internos da Câmara na questão da votação do uso do fundo eleitoral para o combate ao covid-19 (vídeo do Marcel Van Hattem). Percebam a ausência de ação do Senado, quando o STF decidiu legislar sobre temas que o Congresso ainda não tinha realizado sequer uma lei à respeito. Não existe mais harmonia e a pandemia está sendo usada para enfraquecer ainda mais o governo, com medidas autoritárias de governadores que querem apenas um ganho eleitoral em cima da doença. Temos um presidente que está sendo impedido de governar. E ele é o comandante das Forças Armadas. Aí está o Cabral, senhores comandantes!     



[1] Leia em: <https://www.foxnews.com/politics/who-director-hits-back-at-trump-threat-to-defund-agency>

quarta-feira, 8 de abril de 2020

O valor de um trabalho!


O trabalho não é medido apenas pelo seu ganho.
E, nem tão pouco, por seu status, seu tamanho.
Ele é medido também pelo esforço e dedicação.
Pela qualidade de sua inspiração.

Como medir o trabalho de um pastor que ganha almas?
Pode não conseguir um vintém;
Mas, com certeza, terá valor para alguém.
Esse, com certeza, merece palmas!

Como medir o valor de uma poesia?
Pelas lágrimas de alegria?
Pela qualidade com as letras, sua maestria?
Ou pelo sorriso de um dia?

Muitos trabalhos são mais importantes que seu ganho;
Um livro pode vir a ter um rebanho.
Uma frase pode fazer a diferença para alguém.
O trabalho está, de seu ganho monetário, além!



O vídeo abaixo é sobre um dos trabalhos que eu mais aprecio.


segunda-feira, 6 de abril de 2020

Boas informações sobre a pandemia por Covid-19!


Boas notícias e notícias sobre a pandemia por Covid-19.


Antes de começar o texto, um pequeno desabafo. A quantidade de pessoas que eu me arrependo de ter apoiado está crescendo bastante. Eu apoiei o nome do Deltan para ser o novo PGR, e, ainda no tempo em que tinha conta no Twitter, acabei por me arrepender disso. Atualmente, estou muito decepcionado com a Janaína Paschoal e parece que a lista vai crescer com a inclusão de um ministro, que apoiei, agora, no caso da pandemia por Covid-19. Estou lendo coisas sobre ele que estão me fazendo perder a saúde e eu estou perdendo a minha fé nele. Aliás, esse texto estava programado para sair apenas amanhã, mas decidi colocá-lo hoje no blog, pois parece que a equipe do Ministério da Saúde vai ter alterações. 

É seguir o lema do blog, “errando sempre, mas sempre em frente”. Também tenho lido as mensagens do doutor Osmar Terra que faz duras críticas ao lockdown, assim como outros médicos que possuem um pensamento idêntico, e isso está me fazendo refletir bastante. O isolamento horizontal continuado (lockdown) está realmente certo? Mais dúvidas do que certezas nesse momento, entretanto, uma certeza está ficando evidente, o tratamento com hidroxicloroquina parece estar fazendo efeito.



Então, vamos espalhar boas notícias sobre a recuperação de pacientes?

Dra. Nise Yamaguchi,  Médica Oncologista e Imunologista, com Doutorado em Pneumologia, desenvolvido no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, em conjunto com o MD Anderson Cancer Center -Texas, USA, em entrevista ao site “Brasil Sem Medo”[1] revelou dados otimistas: “Com base em estudos clínicos realizados recentemente na França e em outros países, decidiu-se adotar um tratamento preventivo com essa população, oferecendo hidroxicloroquina nos primeiros dias da infecção. Imediatamente percebeu-se que isso diminuía muito o risco do agravamento da doença”. Segundo a reportagem, os dados recebidos pelo tratamento, via Prevent Senior (rede hospitalar dedicada a pacientes idosos), reforçam a importância do uso da hidroxicloroquina para a restauração de pacientes idosos em situação de risco, “Por meio da telemedicina e do uso de um aplicativo de celular, a Prevent Senior monitorou essa população de risco. Cerca de 400 pessoas que apresentaram os sintomas de coronavírus receberam a hidroxicloroquina em casa, sem precisar passar pelo pronto-socorro. Desse total, 200 já receberam alta e nenhum ― repetimos: nenhum ― precisou ser internado.”. Os números são animadores, pois eles representam vidas que estão sendo salvas pelo tratamento.



E, falando em números, Bernardo Küster fez um vídeo excelente sobre os números da pandemia. Assista.



É um vídeo importante.  Ainda não cheguei no momento, mas pretendo falar também desses governadores que estão usando o vírus para desestabilizar a economia e a população, fazendo uso político de uma pandemia e das mortes. 



[1] Leia em: <https://brasilsemmedo.com/dra-nise-e-a-batalha-para-salvar-o-brasil-do-virus/>

Mil atualizações!




Meus caros amigos e leitores, eu venho escrever esse texto em agradecimento. Eu iniciei esse blog em 2011 e, agora em 2020, completo uma marca impressionante: o blog já possui mais de mil textos. Entre análises, críticas, poemas e quadrinhos, o Outros Papos alcançou a marca de mil atualizações. É o meu trabalho mais constante.

Como sabem, além do blog, eu tenho escrito livros e tenho participado de antologias, mas o blog é o meu trabalho mais evidente e, ano que vem, ele completará 10 anos de vida. É impressionante ter chegado tão longe. Eu agradeço aos amigos, principalmente Ale Nagado, pelo apoio constante aos textos desse blog nas redes sociais. Uma grande pessoa e o profissional mais qualificado que eu conheço. É uma honra para mim! Obrigado! Aproveitem e conheçam os textos dele nos blogs que ele mantêm: Sushi Pop e Reflexo Cultural.  Cultura, política e arte são temas fortes nos blogs e merecem sempre uma leitura atenta.

Isso me dá forças para continuar em frente e, quem sabe, chegar a 2 mil textos. Obrigado, pessoal!  

sábado, 4 de abril de 2020

Golpe na Câmara!


Mais um golpe na Câmara!

Ocorreu, na noite de ontem, um golpe contra a população brasileira. E, para a surpresa de ninguém, o golpe foi dado pela Câmara dos Deputados que impediu que o dinheiro destinado ao fundo eleitoral pudesse ser usado para o combate ao covid-19. Maia comandou um procedimento que, nas palavras do deputado Marcel Van Hattem foi uma ditadura. É, a ditadura chegou e não veio pelo Bolsonaro. Assista ao vídeo com a indignação do deputado:



Entenda o problema com mais calma:




Não é de hoje que a Câmara e Senado, aliados ao STF, tentam desestabilizar o país. Juntos, eles tentaram tirar o presidente[1]. Juntos, eles tentaram reduzir os poderes presidenciais (parlamentarismo branco)[2]. Juntos, eles acabaram com a prisão em segunda instância[3]. Pois é, você que votou no centro porque achou que o presidente seria muito radical, está vivendo na pele o verdadeiro radicalismo e ele está vindo é do famoso “centrão”.




E a pandemia ainda criou pequenos ditadores em governos locais, que, novamente, foram eleitos por representarem um centro político. E isso será assunto de outro texto quando o problema do covid-19 se resolver. O centro, e os "isentões", estão sendo usados como massa de manobra da esquerda e não se dão conta disso. Vai, continua batendo panela, enquanto te roubam a saúde e a vida! 

A única resposta que vejo para isso é uma resposta firme e forte!

    



[1] Leia em: <https://www.outrospapos.com/2019/05/manifestacoes-no-dia-26-de-maio-de-219.html>
[2] Leia em: <https://www.outrospapos.com/2019/10/poderes-da-republica.html>
[3] Leia em: <https://www.outrospapos.com/2019/11/nota-de-repudio.html>

sexta-feira, 3 de abril de 2020

Meme: Covid-19

Um meme para as novas gerações refletirem, quando estiverem rindo da desgraça alheia. 👿😀



Apenas uma piada.

quinta-feira, 2 de abril de 2020

quarta-feira, 1 de abril de 2020

Nunca teremos uma reconciliação!




O "panelaço" que ocorreu no dia de ontem deixou claro que nunca existirá consenso entre nós e eles. É uma divisão parecida com a ruptura celeste, que separou os anjos em dois grupos. Quando jovem, ficava pensando se não haveria possibilidade de reconciliação, de paz e reunião nas regiões celestiais. Deus, então, mostrou com o socialismo que algumas reuniões não são possíveis. Será sempre: nós x eles.  Não adianta união a quem deseja entregar o país ao comunismo, que mata ricos e pobres. Que escraviza. Que tira a liberdade. Não tenho fé em uma reconciliação. Oro que Deus não abandone o Brasil.


O presidente Bolsonaro sempre será criticado. Não muito tempo atrás, ele foi criticado por defender um equilíbrio entre o combate ao covid-19 e a manutenção dos empregos. Ele não deseja que o pobre sofra, que o brasileiro sofra com a fome. E ele está lutando contra isso e contra quem está tentando fazer da pandemia uma crise política. Os malditos o atacaram. Governadores até disseram que ele deveria seguir recomendação da OMS, com ameça de corte internacional, como se fôssemos um país sem Constituição Federal, e sem protocolos. Então, veio a OMS e fez um discurso parecido, defendendo a manutenção dos empregos. Calaram-se? Não, pois o que eles desejam é desestabilizar o país e gerar crises diversas.




 Os brasileiros que não conseguem ver o esforço dele para nos proteger já estão tomados pelo ódio e, movidos pelo ódio, tornam-se irracionais. É possível fazer um touro enfurecido ouvir a razão? Não! 

Dias difíceis virão e a pandemia, quem diria, será apenas um pequeno peão nesse xadrez.  

terça-feira, 31 de março de 2020

Mensagens em tempos de crise!




Em um tempo em que políticos sentem-se atraídos pelo poder estrangeiro, desrespeitando a hierarquia de comando, rasgando a Constituição Federal e fazendo algazarras em prol de uma economia comunista, outros levantam-se pelo povo. Quando tentam entregar o poder pátrio para estrangeiros, sendo covardes criminosos, outros homens se levantam contra isso. 

Enquanto homens de manteiga e margarina se derretem pelo poder vermelho, outros se levantam pela nossa bandeira, pelo povo e pelo nosso presidente. Em meio ao caos que tentam provocar, heróis ressurgem para impedir o crime de lesa-pátria.


Mensagem do doutor Anthony Wong. 



Honra, Dever e Pátria!

segunda-feira, 30 de março de 2020

Isolamento horizontal x isolamento vertical!


Quarentena (isolamento) Vertical X Quarentena (isolamento) Horizontal



Durante a coletiva de imprensa com o ministro Mandetta, vídeo acima, o ministro explicou que não existe diferença entre isolamento horizontal e vertical, isto é, interpretei que o ministério da Saúde não está trabalhando com essas duas teorias de forma isolada. Provavelmente, uma ação das duas em conjunto, quando for mais oportuno troca-se uma pela outra. Dependendo da situação, segundo acompanhamento, apertar um pouco aqui e afrouxar um pouco acolá. Porém, a grande preocupação no momento é sobre o tipo de quarentena mais eficiente para tratar a pandemia por covid-19 e não matar a economia. Sim, a maioria da população não possui reserva de capital para emergências como essa, então, está em risco.

No meu ponto de vista, nenhuma das duas é a mais adequada se forem abordadas separadamente, por isso, gostei da visão do ministro nesse sentido. Embora as ressalvas ao isolamento horizontal sejam maiores, pois, em períodos longos, ela causa muitos efeitos negativos, ela parece ser necessária. E nosso presidente está fazendo um esforço monstruoso para evitar a perda de empregos e o combate correto ao coronavírus. Ainda bem que o elegemos. E, nesse combate de teorias, vimos iniciar uma disputa séria entre esses dois tipos de isolamento: vertical e horizontal. Como devem estar cansados de escutar, a mídia sempre ataca. Continua atacando o presidente, sem sequer mostrar pudor. O ministro Mandetta aplicou o sistema correto, em um efeito sanfona, no qual vai afrouxando ou apertando as medidas de acordo com as necessidades. Ele também concordou com o presidente e disse que ele estava certíssimo com sua preocupação da população não passar fome.  Ele é um homem correto para o cargo, mas, ministro Mandetta, por favor, dê um puxão de orelha nos governadores que estão criando um enorme laço na economia e crie procedimentos uniformes que devam ser respeitados por todos os estados e municípios. Só assim teremos um avanço correto contra a pandemia e contra a crise humanitária que se aproxima. Seja rápido!

O texto que se segue vai tentar explicar um pouco das duas teorias e minhas dúvidas também. 

Sobre os dois tipos de isolamento:

A Associação Paulista de Medicina[1] explica a diferença entre os dois tipos de isolamento: “Afinal, do que se trata cada uma dessas definições? O isolamento “horizontal” é quando grande parte da população é aconselhada, por médicos e autoridades locais, a ficar em casa para evitar aglomerações. A estratégia pretende reduzir a disseminação do vírus. Essa vem sendo a postura da maior parte dos países ao redor do mundo. Já o médico David Katz, diretor do Centro de Pesquisa em Prevenção em Yale-Griffin (EUA), publicou em jornal detalhes da estratégia que nomina como confinamento “vertical”. Valendo-se de uma metáfora, ele entende que a ação é de ataque cirúrgico, com foco específico no ponto de maior perigo. Ou seja, em vez de optar por um enfrentamento amplo e aberto (como em uma quarentena), seriam isolados apenas grupos de riscos conhecidos – como idosos e pessoas com doenças anteriores”.

E o texto ainda destaca o posicionamento do Japão: “Os japoneses também mantiveram a rotina durante a pandemia, mesmo tendo mais de 40 mortos e de 1.300 casos. Ainda que as Olímpiadas de 2020 tenham sido adiadas e as escolas tenham sido fechadas, o Japão não adotou quarentenas. No último 22 de março, inclusive, milhares de pessoas estiveram nas ruas e parques para admirar as cerejeiras com flores”.

O texto ainda menciona o sucesso (?) chinês. Coloquei o ponto de interrogação, pois, se o isolamento horizontal fosse tão eficiente assim, porque os cinemas do país foram fechados, novamente, com o medo de uma nova onda de covid-19? O isolamento horizontal não se mostra assim tão eficiente ao longo prazo? São minhas dúvidas sinceras. 


Fonte: Filme B em filmeb.com.br



O texto continua explicando alguns modelos de confinamento vertical que, após um aumento da quantidade de infectados, muitos países tiveram que alterar para horizontal. É normal que seja assim. É como uma pessoa na UTI. Em uma UTI, os médicos avaliam a necessidade de tratamento de acordo com o boletim diário. Se houver uma piora nas condições clínicas do paciente, faz-se necessária uma intervenção mais rigorosa para salvar a sua vida.

Deixo aqui uma reflexão: nossa realidade é diferente, em muitos aspectos, de outras nações (clima, faixa etária da população e formato inicial da quarentena, por exemplo) e, dessa forma, temos um histórico um pouco diferente. Não repetiremos números de outros países. Iniciamos com uma quarentena horizontal, com a maioria dos estados brasileiros com temperaturas altas (coronavírus não se adapta bem ao calor), ou seja, com baixa proliferação da doença, e temos uma população jovem, que não é o alvo mais letal de uma pandemia por covid-19. Começamos bem. Dessa forma, a possibilidade de sucesso de um isolamento vertical aumenta, mas há um perigo. O perigo que se segue é o nosso inverno que se aproxima. Como bem frisou o ministro, no vídeo acima, enquanto os países tiveram o início da pandemia em uma estação fria do ano, nós vamos entrar na nossa, com a chegada de doenças respiratórias entrando em peso com o frio. O clima que, até agora, era nosso aliado, se transformará, mais para frente, em um inimigo. Isso vai requerer muita observação por parte do ministério.

Prejuízos do isolamento horizontal:

Todo medicamente em altas doses torna-se veneno. Com o isolamento horizontal é assim também. Apesar de parecer benéfico, em um determinado momento, se não se respeitar certos limites, o isolamento horizontal (refiro-me ao lockdown, ou seja, paralisação completa do estado) traz muitos prejuízos a curto prazo. CNN entrevistou um médico sobre o tema e, antes que pudessem cortar a entrevista, o médico revelou a terrível verdade sobre esse confinamento horizontal. Vejam antes que saia do ar. 



Já o Dr. Ricardo Ariel Zimerman, atacado pela imprensa que tenta desqualificá-lo, é um médico experiente. Ele é médico infectologista pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Foi presidente da Associação Gaúcha de Profissionais em Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar e foi consultor independente da ANVISA, Ministério da Saúde e OMS. Acham mesmo que um profissional com essa formação erraria, como os meios de comunicação querem nos fazer acreditar? Ele está sendo atacado por causa desse vídeo, que foi lançado em sua página no Facebook. No vídeo, ele mostra os graves erros de um lockdown prolongado e sua ineficiência no combate a uma pandemia. Considerando que a China fechou seus cinemas recentemente, os argumentos apresentados pelo doutor ganham força, isto é, o isolamento horizontal não é assim tão eficiente como se prega, apesar de ser um modelo adotado por muitos países.

https://m.facebook.com/100000251638871/posts/3072243212794036/?sfnsn=wiwspwa&d=w&vh=i&extid=JGPx2d6ESd0uhRPS


Outros Dados:

O isolamento horizontal mata a economia. Veja o caso do Canadá. Segundo o National Post[2]: “Forty-four per cent of Canadians say that someone in their household has been laid off or lost hours because of the economic shutdown caused by the pandemic; 18 per cent said they are anticipating lost hours or layoffs.”. É uma situação bem parecida com um pós-guerra. Muitos países estão enfrentando fome por causa do isolamento horizontal continuado.

Ele também destrói famílias. Estado de Minas[3]: “Xi'an, capital da província de Shaanxi, região central da China, registrou um recorde de pedidos de divórcio nas últimas semanas. Com mais de 12 mil habitantes, a cidade vem contabilizando as separações desde 1º de março, fim do período de confinamento no país. Segundo reportagem da BBC Brasil, em algumas cidades não há mais horários disponíveis nos cartórios para tratar do tema nas próximas semanas”. Desculpem, mas esse fator até que é engraçado. Os casais só descobriram que não se suportam, quando tiveram que ficar confinados em casa, em uma quarentena. Isso deveria ser uma medida adotada, antes do casamento, sempre! Evitaria a quantidade imensa de divórcios. 😊

Conclusão:

O melhor mesmo seria o uso de uma vacina. Infelizmente, ela ainda não existe, então, a conclusão a que se chega é que o nosso ministro está no caminho certo com as políticas adotadas. Começamos com um isolamento horizontal (que espero que se encerre antes que a população passe fome), em um período do ano mais quente, e nossa sociedade é jovem. Apesar dos governadores trocarem as pernas pelas mãos, e tentarem até forçar uma disputa política usando o vírus (coisa mais nojenta), o nosso presidente e o nosso ministro estão seguindo firmes no combate a essa pandemia e o presidente está se esforçando, repito, para evitar a fome e o desemprego.

O próximo passo é adotar uma política mais leve, que permita o isolamento vertical e ir observando a situação. Se necessário for, voltar ao isolamento horizontal em certas regiões que necessitarem, mas nunca em nível nacional. O ministro, inclusive, disse que não poderemos repetir os números da Itália (ainda bem), pois temos 3 vezes mais leitos de UTI, nossa população é jovem e nosso clima é temperado. São fatores que nos tranquilizam. E o vídeo me deu confiança de que o ministério da Saúde está observando, também, a situação econômica, para que as pessoas não morram de fome durante a quarentena.

Caros governadores e prefeitos, deixem de birra e sigam as orientações do ministro Mandetta em uma ação coordenada, para que possamos passar por isso sem maiores tropeços. É momento de união! E eu continuo Bolsonaro até 2050! 😊







[1] Leia em: <http://associacaopaulistamedicina.org.br/noticia/isolamento-e-quarentenas-como-paises-estao-lidando-ao-redor-do-mundo>
[2] Leia em: <https://nationalpost.com/news/nearly-half-of-canadian-households-have-lost-work-due-to-the-covid-19-shutdown-new-poll-finds>
[3] Leia em: <https://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2020/03/24/interna_internacional,1132100/cidades-na-china-registram-recorde-de-divorcios-apos-quarentena.shtml>

sexta-feira, 27 de março de 2020

quinta-feira, 26 de março de 2020

quarta-feira, 25 de março de 2020

Ações do Governo Federal contra o vírus chinês!

Como de costume, e  agora um pouco pior, pois a China adquiriu uma parceria com a BAND, os meios de comunicação não estão efetuando uma cobertura adequada da crise do coronavírus, e as ações do Governo Federal. E, quando lançam alguma matéria, é para atacar as ações do presidente. 

Desse modo, venho aqui deixar uma quadro informativo com as ações do presidente Bolsonaro. Clique na imagem para aumentá-la. Ações realizadas até 24/03/2020.



O presidente, com a plena atribuição de seus poderes, está liderando uma equipe eficiente de ministros para enfrentar essa crise. Está fazendo tudo ao seu alcance para conduzir o país para fora do olho do furacão que o vírus chinês colocou o mundo todo. Paulo Guedes conduzindo a nossa economia, Moro enfrentando o crime, e Mandetta sendo nosso escudo contra o vírus. O presidente Bolsonaro, sem dúvida, montou um time de primeira. Mesmo com a mídia produzindo crises inexistentes, como a do presidente contra Moro, Guedes e, agora, contra o Mandetta, o nosso presidente segue firme nos livrando desse mal chinês. Mesmo com a mídia elogiando um governo fechado e comunista, como é o governo chinês,  que não ajudou o mundo a enfrentar essa situação de modo eficiente, mesmo assim, o presidente segue firme e suas ações são rápidas e atenciosas.



Twitter do presidente

Divulguem esse vídeo:



E, como se não bastasse, existem políticos que estão tentando ter algum benefício em cima da histeria, tentando posar como super-heróis. Eles estão ultrapassando os poderes da sua esfera de competência e passando por cima da hierarquia de comando. Fazem de tudo para posar como figuras heroicas, provavelmente para tentar ganhar votos para 2022. É uma raça mesquinha. Dessa forma, precisamos olhar para os decretos e medidas provisórias do Governo Federal e dar-lhes total atenção. Caso algum governador ou prefeito for contra alguma ordem federal, cabe a nós acionarmos o Ministério Público Federal contra essa amostra de irresponsabilidade. A guerra não é apenas contra o vírus, mas contra o uso político do vírus, que está sendo usado contra o Brasil e sua estabilidade econômica e social. 

Veja o vídeo abaixo para mais informações:



terça-feira, 24 de março de 2020

Mais informações sobre o covid-19!


Informações sobre o coronavírus II

Continuando com as informações lançadas na segunda-feira, venho divulgar mais material sobre o covid-19. As fontes: Hospital Albert Einstein e Qualicorp. Como fiz na segunda-feira, para não errar na informação, vou usar o famoso “copia e cola”.

Qualicorp



Muita informação errada está sendo passada como a de que, por exemplo, o governo não está realizando exames em todos os pacientes. Errado! O que acontece é que os insumos para a realização dos exames é limitado, então, os exames estão sendo realizados em todos que possuam os sintomas.  Vejam as informações abaixo.

Insumos limitados! (Einstein)



Quem deve fazer o exame?  (Einstein)



Transmissão (Qualicorp)



Sobrevivência do vírus em ambientes (Qualicorp)



Em quanto tempo a doença se manifesta?



Prevenção no cotidiano (Qualicorp)



Prevenção fora de casa (Qualicorp)



Quando retornar da rua (Qualicorp)



Higienização do celular e produtos de limpeza (Qualicorp)



Uso da máscara (Qualicorp)




segunda-feira, 23 de março de 2020

Covid-19 Informações!


Coronavírus- mais informações

A melhor maneira de combater uma epidemia é disseminar informações corretas sobre o vírus, tratamento e precauções. Dessa forma, as informações podem ajudar a prevenir futuros casos e a evitar, também, a histeria. A verdade é sempre um ponto importante em qualquer frente de batalha e estamos travando uma batalha contra um inimigo forte que dissemina a doença conhecida como covid-19. Todas as informações aqui terão fonte. Farei um “copia e cola” para evitar erros de interpretação e deixar as informações da maneira mais fidedigna possível. Serão dois dias de informações sobre a doença e o combate a esse pandemia. 

Fonte: Hospital Albert Einstein



O que é?



Covid-19



Sintomas



Quando procurar ajuda





Exames



Convênios





Os trechos abaixo foram retirados do site Vida Saudável do Hospital Albert Einstein[1].


Tenho um caso confirmado em casa. O que fazer?



Janelas abertas  



Pratos e talheres



Fox News[2]: “he CDC recommends that infected family members stay in one room away from others as much as possible and use a separate bathroom if available. Visitors should also be kept away from the house.

The door to the sick person’s room should be kept closed and only one family member should attend to that person, according to CDC guidelines.

The person caring for a sick relative should also leave food outside of their room and when the caregiver enters the room both people should wear facemasks.

Elderly household members and those with underlying conditions need to be even more careful to stay away from sick relatives. (...) Experts also suggest infected patients avoid contact with household pets until it's known if animals can contract the virus.

While in self-quarantine with a sick person in the house, healthy people should monitor their own symptoms and temperature and contact a doctor if they start to feel sick.

Especially in small spaces, family members must wash their hands often inside the home and disinfect shared spaces, including items like light switches, doorknobs, TV remotes, books and toys. Basically disinfect everything often.

While it’s not known yet how long COVID-19 can survive on surfaces, recent studies show SARS-CoV-2, the virus which causes COVID-19, can last in the air for hours and on different surfaces for up to 28 days, according to BBC News.”

Todo cuidado nesse momento e fiquem em casa!



[1] Leia em: <https://vidasaudavel.einstein.br/covid-19-faq/#casossuspeitosconfirmados>
[2] Leia em: <https://www.foxnews.com/health/someone-in-your-house-has-coronavirus-now-what

sexta-feira, 20 de março de 2020

quarta-feira, 18 de março de 2020

Poema ABTA


Ainda respira;
Bate o coração;
Todo o esforço para alcançar a solução;
A vontade de vencer inspira.

É uma instituição que luta bravamente! Abaixo, um vídeo de um canal que sinto saudades!



terça-feira, 17 de março de 2020

O ineditismo do dia 15


O ineditismo do dia 15

Porto Alegre/ RS Fonte: Twitter do presidente Bolsonaro


Ocorreu, no dia 15 de março de 2020, uma manifestação popular em defesa do presidente Bolsonaro. A manifestação, inicialmente, foi organizada por grupos como o Nas Ruas e o Movimento Avança Brasil, porém, com o avançar de uma pandemia de covid-19 no nosso país, tais organizações resolveram adiar a manifestação para um momento mais oportuno, como relatei em um texto mais abaixo- “Dia 15 e o coronavírus” (clique). O que aconteceu? O povo foi às ruas mesmo assim!!




Isso me lembrou, com muito orgulho, de uma parte do hino brasileiro que diz: “Verás que um filho teu não foge à luta”. Sim, eles não fugiram do dever de cobrar uma postura ética dos políticos, que teimam em implementar o parlamentarismo branco no Brasil. E isso foi inédito em nosso país por um motivo: foi a primeira manifestação popular a não ter um comando central e a desobedecer àqueles que estavam organizando o evento. Foi a vontade popular, plena e verdadeira, que impulsionou os manifestantes a irem às ruas, mesmo com o perigo apresentado pelo covid-19. Isso, meus caros, é a manifestação da verdadeira democracia, isto é, da vontade do povo. Pois é, esquerdinhas, aqui não tem gado, mas lobo!


Óbvio que eu devo puxar a orelha de quem deve, por direito, receber um puxão de orelha. Afinal, houve um movimento de pessoas em um momento de proliferação de um vírus, porém, como reclamar disso ao ver a imagem abaixo? Olhem o tuíte abaixo. A imagem foi tirada no metrô de São Paulo, no dia posterior à manifestação. Apesar de um erro não corrigir outro, uma aglomeração em ambientes públicos fechados é muito pior do que uma aglomeração em ambientes abertos. 

Metro de São Paulo hoje.

O que aconteceu ontem, eu considero como uma situação análoga a uma situação de autodefesa. Em uma situação de autodefesa, o agredido pode usar de força justa para enfrentar o agressor e sair da situação de risco. O agredido: o povo; o agressor: o jogo político.  Quando uma pessoa está em risco de vida, ela pode tentar se salvar usando os meios suficientes para evitar a agressão. É como uma pessoa que precisa enfrentar a neve para salvar um ente querido sendo atacado por lobos. Ele não escolhe o dia, precisa sair, mesmo na neve, para defender os que ele ama.  Mesmo que, com isso, ele se resfrie. Os políticos enfureceram tanto a população, que eles decidiram enfrentar uma pandemia a colocar em risco a soberania do povo, o respeito ao voto e o futuro do Brasil. Foram os políticos, com o jogo de sempre, que revoltaram a população a esse ponto. A população, cansada disso, resolveu se arriscar e enfrentar esses desmandos, mesmo aumentando as chances de contágio pelo covid-19. O povo resolveu, então, se defender da melhor maneira possível para aquela ocasião.

E a lição ficou clara: o povo soberano apoia o governo e não deseja ver mais a política sendo feita de maneira tão baixa. Mas será que os políticos entenderam isso, ou vão insistir no erro de isolar o presidente? Se insistirem no erro, que vejam que nem mesmo uma pandemia afastou o povo do seu presidente. Pensem nisso.




segunda-feira, 16 de março de 2020

ABTA 2020- Dados do Setor!


Dados do setor- ABTA 2020

Todos os anos, eu analiso os dados do setor de canais por assinatura e banda larga. É uma tradição que começou nos tempos em que o canal Locomotion existia. É, também, uma tradição do blog começar o texto dessa forma: relembrando aspectos do passado. Para o texto de 2017, no qual eu já observava o avanço incontestável da banda larga e a retração do setor, eu escrevi em minha conclusão: “Para tentar conter essa sangria, eu recomendo aos canais por assinatura que se aliem à internet, através de maiores e melhores portais. Não busquem tentar rivalizar com a tv aberta, por audiência, ou por anunciantes. Melhorem a programação, isto é, voltem ao básico: programação sem intervalos comerciais, diversificada e disponível na internet para todos. Somente assim voltarão a crescer”.

Ano passado, eu adquiri uma nova televisão e percebi que ela já vinha com aplicativos de canais por assinatura em seu sistema de interação. A televisão em questão é uma LG, e ela já vinha com Netflix, Amazon e identificou minha assinatura e instalou automaticamente um sistema de canais da Vivo TV. Eu até me impressionei com isso. E isso é uma resposta para a crescente queda de interesse da população brasileira em assinar pacotes de televisão a cabo.

E como está indo o setor? Segundo dados obtidos pela ABTA, e que o gráfico abaixo relata, o setor vem, desde 2014, em queda, com uma leve recuperação em 2017. Entretanto, o mercado continuou em declínio nos anos seguintes. Em 2019, o setor fechou com 16 milhões de assinantes, um número que o aproximou de 2012. É realmente um marco que define o constante desinteresse do público em assinar pacotes de televisão por assinatura.



Acredito que já temos definido um parâmetro para a crise do setor, pois a decadência dos números é bem visível. Estamos vendo algo bem próximo ao que aconteceu com a grandiosa Blockbuster, que se viu engolida pelos serviços de streaming e desapareceu. Segundo o que se observa é que os serviços de streaming estão engolindo o setor.



A internet em banda larga, por sua vez, está indo muito bem no Brasil, com anos seguidos de crescimento. A liberdade para se trabalhar, se divertir e buscar informação, que a internet nos traz, está impulsionando sempre o setor a crescer. É impressionante, pois o gráfico mostra um crescimento constante desde 2002. Já são 18 anos de crescimento. E, com dados de 2019, percebemos que o Brasil já conta com 12,7 milhões de assinantes e a internet melhorou bastante. Apesar de ainda estarmos muito longe dos melhores países, a nossa internet está ficando cada vez mais rápida e segura. Segundo avaliação do site “Minha Conexão”[1], as dez capitais mais rápidas do Brasil são:

1° - Teresina - PI: 45.5Mbps
2° - Macapá - AP: 43.1Mbps
3° - Florianópolis - SC: 41.5Mbps
4° - Porto Alegre - RS: 39.8Mbps
5° - São Paulo - SP: 37.6Mbps
6° - Curitiba - PR: 37.3Mbps
7° - Belo Horizonte - MG: 36.5Mbps
8° - João Pessoa - PB: 36.3Mbps
9° - Brasília - DF: 36Mbps
10° - Fortaleza - CE: 36Mbps

Eu não lembro em que ano foi, mas a média da velocidade de internet no Brasil já foi medida abaixo de 3Mbps, então, o crescimento da velocidade está muito evidente. E isso ajuda ao setor de streaming. O crescimento da quantidade de assinantes, como se observa, está sendo seguido pelo crescimento da qualidade da velocidade em muitas regiões do país.

Conclusão

O que se conclui, em mais um ano, é que a internet está engolindo o setor, porém, diferente dos outros anos, o setor de televisão por assinatura está reagindo e usando a internet para se manter, como é  caso que observei em minha tv LG e seus aplicativos conectados. O que posso observar, nesse momento, é que, assim como o cinema não matou o teatro, a internet não matará a televisão por assinatura, mas vai fazê-la se adequar às exigências do mercado. Acredito que, em um futuro bem próximo, por exemplo, não teremos mais decodificadores para a assinatura de pacotes de canais a cabo, apenas aplicativos conectados a televisões, tablets e consoles de videogames.  


[1] Leia: <https://www.minhaconexao.com.br/ranking/>

sexta-feira, 13 de março de 2020

Dia 15 e o coronavírus!

Atualizado em 13/03/2020 às 21h28

Organizadores das manifestações do dia 15 lançaram, em sua página no Facebook, um vídeo informando o cancelamento das manifestações em decorrência do avanço do coronavírus em nosso país. Veja o vídeo no Facebook, ou clique no link: 

https://pt-br.facebook.com/nasruas/videos/526217951414105/

Apesar do grupo ter comunicado o cancelamento da manifestação, muitos usuários informaram que irão se manifestar mesmo assim. Por isso, deixo aqui algumas informações sobre o coronavírus, para que as pessoas saibam do que se trata e como tentar se prevenir. Informações e vídeo retirados do site do Ministério da  Saúde

"Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China. Provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19)." O Blog de arquivos do Ministério da Saúde informa: "Geralmente é uma doença leve a moderada, mas alguns casos podem ficar graves. Se você tiver febre, tosse ou dificuldade de respirar, evite locais com muita gente, ligue 136 ou procure uma unidade de saúde."




Todo o cuidado com o perigo do contágio é válido e o vírus não pode ser menosprezado, então, caso venha a se manifestar, de forma independente, no dia 15 de março, tenha em mente alguns cuidados (Einstein): 


Com prudência, eu alerto que seria melhor esperar uma outra oportunidade, mas, caso vocês, caros leitores, venham a se manifestar no dia 15, tenham em mente essas informações e se protejam da melhor forma possível. E que nossos políticos saibam, com sua atitude nobre e corajosa, que estamos realmente fartos de suas artimanhas. 

ATUALIZAÇÃO

O Movimento Avança Brasil também se pronunciou, pedindo aos membros que protestem de maneira digital (online) no dia 15 de março. Segue o vídeo:


Isolamento Horizontal e um choque!

Isolamento Horizontal pic.twitter.com/VSPVScbtIR — Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) April 8, 2020 Segundo o doutor Osmar T...