Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de novembro 25, 2018

Antologia do Pequeno Rato

 Não é um exemplo de literatura gótica, apesar de ter animais fantásticos que falam, mas possui o sofrimento da alma da literatura gótica. É um clamor sofrido de um pequeno ser que está preso em um ambiente de experimentos e só tem no seu cientista o seu observador e, quem sabe, seu salvador. É uma metáfora para os sentimentos de traição, perda e dor de ser agredido e não ter a força necessária para reagir. Tudo isso é gótico. 

Spoiler Reverso!

Spoiler reverso Nostradamus codificou suas visões de modo a fugir da perseguição política e religiosa da época. Assim, o leitor de suas previsões só entende suas palavras quando elas se cumprem. Desta forma, não são suas previsões que ditam o futuro, são os acontecimentos que revelam suas palavras. Já spoilers são revelações de momentos de uma série. Percebi que ambos os elementos podem andar juntos: spoilers e codificação. Imagine um spoiler codificado que só se revela quando o fato contado acontece. Dessa forma não é o spoiler que revela o acontecimento, mas o acontecimento que revela as palavras do spoiler. Surgindo assim um spoiler reverso, ou seja, não é o spoiler que revela o momento, mas o momento que revela o spoiler. . Algumas aberturas possuem cenas dispersas sobre acontecimentos futuros da série, mas, sem muita informação, elas parecem codificadas (codificadas pela ausência de maiores informações). Somente quando a cena é mostrada que lembramos das cenas co

Último poema moderno.

Hestia pensando besteiras! :) Último poema moderno Último         Poema Moderno             E em       2019         Romantismo Gótico Parnasiano Rigor na estrutura Vida, Luz e Animes!

O futuro do blog.

Durante a entrega do Prêmio Cultura Nacional e Internacional, conversei bastante com o presidente da Real Academia de Letras, sr. Mário Scherer, sobre diversos assuntos que tocaram em vários temas. De política, até a busca da arte pelo belo, fomos construindo objetivos e missões. Fui revigorado com as sábias palavras desse mestre e consegui vislumbrar objetivos para o blog, para a minha escrita e para a minha vida. Estou muito preso ao modo de construção moderno. É uma bengala para a minha falta de esforço. Eu desabafei sobre isso, em uma autocrítica, também vislumbrando um 2019 no qual procurarei outros modos de construção mais rigorosos. Voltarei ao parnasianismo e aos estilos mais próximos do romantismo. Minha missão, para 2019, é sair do modernismo e passear por outras fontes de construções poéticas. Não me distanciarei do gótico. Daniela Diana [1] : “A Poesia Parnasiana reflete o realismo poético, embora existam pontos discordantes entre os dois movimentos. Na