segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Livros em formato digital (Kindle)!


Última atualização do ano. Retornarei em 2019.

Dois trabalhos recentes estão sendo vendidos em formato digital (Kindle) na Amazon. Para quem tem o Kindle Unlimited, os livros estão disponíveis gratuitamente. Adquirindo meu trabalho, vocês estarão ajudando o blog e a mim. Ficarei muito grato com toda a ajuda. Para ver outros trabalhos, basta clicar no meu nome (autor).


Eu Falei de Crise




Em um editorial do Estadão, fiquei sabendo de uma entrevista de Dilma na qual ela alegava que ninguém falava em crise em 2014. Em dezembro de 2013, em meu blog, Outros Papos, eu já alertava para dificuldades econômicas pelas quais o Brasil iria passar. Não somente isso, pois, nos textos seguintes, além de abordar a crise, eu dava dicas para tentar driblá-la e vencer, mesmo com as dificuldades seguintes.

Reuni os principais assuntos relacionados e, quando notei, já tinha mais de 50 laudas, ou seja, eu possuía muito material sobre o assunto. De textos da crise econômica até textos da crise política, abordei um pouco de cada. Para a leitura respirar um pouco e não ficar presa apenas no tema “crise”, acrescentei outros textos mais leves, mas dentro do mesmo período, ou seja, de 2013 para cá. Resolvi juntar tudo isso e publicar! Um blogueiro em tempos de crise!

O texto escrito para um blog possui um formato e características diferentes de um texto escrito pensado em uma impressão física. Por isso, foi necessária uma adaptação do conteúdo do livro, para que atenda às necessidades especiais de um formato impresso. O conteúdo desta obra foi, portanto, adaptado para tais necessidades.

Detalhes do produto
Formato: eBook Kindle
Tamanho do arquivo: 1746 KB
Número de páginas: 79 páginas
Editora: Patrick Raymundo de Moraes/ Editora Perse; Edição: 1 (19 de novembro de 2018)
Vendido por: Amazon Servicos de Varejo do Brasil Ltda
Idioma: Português
ASIN: B07KQF4WTD
Dicas de vocabulário: Não habilitado
Configuração de fonte: Habilitado 
Avaliação média: Seja o primeiro a avaliar este item



Faces de Deus




O livro foi a resposta a uma promessa. Um livro que fala sobre fé, graça e salvação. Aprendi com a vida que Deus não tem uma única face. Assim como o amor se apresenta de diferentes maneiras (eros, philo e ágape), Deus também não se apresenta com um único rosto. Deus é a personificação plena do significado de amar. Conhecer o amor é conhecer a Deus e conhecer a Deus é agir em amor. O livro, então, tenta buscar a verdadeira face de Deus através de um debate.


Detalhes do produto
Formato: eBook Kindle
Tamanho do arquivo: 1718 KB
Número de páginas: 57 páginas
Editora: Patrick Raymundo de Moraes/ Perse Editora; Edição: 3 (19 de novembro de 2018)
Vendido por: Amazon Servicos de Varejo do Brasil Ltda
Idioma: Português
ASIN: B07KQD3CTF
Dicas de vocabulário: Não habilitado
Configuração de fonte: Habilitado 
Avaliação média: Seja o primeiro a avaliar este item

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Spoiler Reverso!


Spoiler reverso




Nostradamus codificou suas visões de modo a fugir da perseguição política e religiosa da época. Assim, o leitor de suas previsões só entende suas palavras quando elas se cumprem. Desta forma, não são suas previsões que ditam o futuro, são os acontecimentos que revelam suas palavras. Já spoilers são revelações de momentos de uma série. Percebi que ambos os elementos podem andar juntos: spoilers e codificação.

Imagine um spoiler codificado que só se revela quando o fato contado acontece. Dessa forma não é o spoiler que revela o acontecimento, mas o acontecimento que revela as palavras do spoiler. Surgindo assim um spoiler reverso, ou seja, não é o spoiler que revela o momento, mas o momento que revela o spoiler.. Algumas aberturas possuem cenas dispersas sobre acontecimentos futuros da série, mas, sem muita informação, elas parecem codificadas (codificadas pela ausência de maiores informações). Somente quando a cena é mostrada que lembramos das cenas contidas na abertura. É algo parecido com o que imaginei como spoiler reverso.

Quer ser uma cobaia? Clique no texto abaixo, caso assista a Goblin Slayer, e verá um texto histórico. Existe ali uma informação semelhante ao que a série provavelmente mostrará. Como existem muitas informações no texto histórico, o spoiler acaba por estar “escondido”, ou codificado. Faça o experimento. Leia o texto e veja a série. Caso a série exiba o momento, ele revelará o spoiler contido no texto.

http://osaquemenidas.blogspot.com/2010/01/cambises-ii-530-522-ac-parte-iii.html

Um problema
O problema é que a cena em questão não está muito bem definida aqui. Pode ser difícil percebê-la até mesmo após ver a cena. XD

Em 2019, vou tentar algo melhor. Uma codificação melhor.

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Último poema moderno.



Hestia pensando besteiras! :)


Último poema moderno

Último

        Poema

Moderno

            E em      2019        Romantismo

Gótico
Parnasiano
Rigor na estrutura

Vida, Luz e Animes!


segunda-feira, 26 de novembro de 2018

O futuro do blog.




Durante a entrega do Prêmio Cultura Nacional e Internacional, conversei bastante com o presidente da Real Academia de Letras, sr. Mário Scherer, sobre diversos assuntos que tocaram em vários temas. De política, até a busca da arte pelo belo, fomos construindo objetivos e missões. Fui revigorado com as sábias palavras desse mestre e consegui vislumbrar objetivos para o blog, para a minha escrita e para a minha vida.

Estou muito preso ao modo de construção moderno. É uma bengala para a minha falta de esforço. Eu desabafei sobre isso, em uma autocrítica, também vislumbrando um 2019 no qual procurarei outros modos de construção mais rigorosos. Voltarei ao parnasianismo e aos estilos mais próximos do romantismo. Minha missão, para 2019, é sair do modernismo e passear por outras fontes de construções poéticas. Não me distanciarei do gótico.

Daniela Diana[1]: “A Poesia Parnasiana reflete o realismo poético, embora existam pontos discordantes entre os dois movimentos.
Na Poesia Parnasiana, a estética é traduzida pela "arte pela arte" ou, ainda, a "arte sobre a arte". É o movimento da perfeição literária”.

Eu também decidi escrever um conto por semana e, quando tiver bastante material, publicar. Tenho preferência por contos de terror. Vou comprar livros de mestres do horror para absorver seus estilos e formar o meu próprio estilo. Amo as histórias do King, mas quero perceber outros autores. Buscarei conhecimento em muitas fontes. O Conto do Ratinho continuará. Ele é uma história baseada em fatos recentes e desejo continuar escrevendo usando minha vida como material. Um conto por ano.

Os textos mais longos, sobre política, economia e direito continuarão tendo seu espaço no blog e continuarão sendo escritos da mesma maneira. Muitos perguntam qual o motivo de usar tantas referências, usar tantas vozes em meu texto. É uma construção próxima ao que se faz quando se está elaborando um TCC (trabalho de conclusão de curso). Na época do meu TCC, eu mesmo perguntei para a minha orientadora se não poderia apenas escrever o que li, e ela me disse que não. Normas da ABNT[2]: “Talvez nos pareça algo desnecessário, mas a verdade é que as Normas ABNT são essenciais para dar ao conhecimento científico ali descrito, um cunho de maior confiança e seriedade. Além disto, é um critério de normatização adotado em vários países do mundo. Elas fundamentam-se na necessidade de uma padronização para os trabalhos acadêmicos. Definem um padrão único para transmitir uma informação pesquisada, a conclusão de um estudo ou um conhecimento científico que se deseja perpetuar. Padronizar é uma de suas finalidades, pois sendo assim, torna fácil a compreensão por qualquer pesquisador, cientista e professor do mundo.

Os trabalhos desenvolvidos à luz das normas ABNT obedecem à determinadas exigências que os tornam mais considerados e de maior credibilidade. Portanto, é preciso estar atento às atualizações realizadas de tempos em tempos para estar dentro dos padrões de normatização vigentes.

Por essa razão adotei um estilo um pouco mesclado, seguindo as regras da ABNT em um momento, e em outro momento, algo mais livre. Por exemplo, aqui posso simplesmente escrever “clique aqui” (inserindo um link) para levar o leitor a um outro texto, imagem ou vídeo, coisa que não existe em um livro impresso. Agora, seguir ao máximo as normas da ABNT, facilita na hora de adaptar para o impresso. E, em época de guerra contra Fake News, mostrar as fontes de sua leitura é importante para dar veracidade ao que está sendo escrito. Com isso, tento trazer ao blog credibilidade e informar da melhor maneira possível.

Dessa forma, o blog continuará em 2019.


[1] Daniela Diana, lido em 19/11/2018, em: <https://www.todamateria.com.br/poesia-parnasiana/>
[2] Normas e Regras, lido em 19/11/2018, em : <https://www.normaseregras.com/normas-abnt/>

sexta-feira, 23 de novembro de 2018

TCPunters


Eu acho que já falei do canal do TC. Punters aqui. Trovadores cantavam os feitos de heróis e acredito que este canal seja algo bem próximo disso. Eles criam músicas rimadas (a maioria) para falar de heróis. E eles conseguem resumir, em uma bela canção, todo o interior dos personagens. Acho muito bacana. Se gostou do vídeo, se inscreve por lá.



quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Love Live Sunshine e uma eleitora do Bolsonaro.




Trazer alegria com a dança;
Meu coração ela alcança;
Deseja a alegria;
Tornar a mais sombria noite em dia.

Anjos a dançar;
Anjos a todos alegrar;
Gentis anjos a bailar;
Almas a iluminar.

Difícil não sorrir;
Quando às suas músicas ouvir;
Purificam o meu sentir;
Fazem-me crer em um belo porvir.




Uma piada que notei ao maratonar Love Live Sunshine, a menos que acredite que um membro da equipe de criação seja paranormal (rs). Descobri uma eleitora do Bolsonaro.😊

Ela anda com o 17 na camisa.



Faz arminha de dedo.



E saudação militar.



Só brincando!  

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

RPG e Goblin Slayer


Lembro que, na década de 90, eu jogava RPG de tabuleiro. O mestre do tabuleiro era o Igor, um amigo de colégio. Na ocasião, eu criei um personagem que era um vampiro que havia se convertido ao catolicismo e tinha passado por um processo de purificação. Desse modo, meu personagem usava magia branca e magia negra, tendo conhecimento também de magia elemental. Tinha a força de um vampiro, mas mantinha alguma das suas maldições. Para criar esse personagem, precisei enfrentar o mestre do tabuleiro em uma dúzia de jogadas de dados. Não lembro qual era o livro de regras que o mestre usava.

Foi aí que conheci os personagens que são famosos em animes, filmes e quadrinhos: elfos, ogros, goblins, magos, assassinos, mercenários, cavaleiros, ladrões,  e toda a sorte de criaturas místicas. Também conheci as regras dos jogos de tabuleiro, do jogo de dados, da estratégia ao vencer e ao perder nos dados. Um universo complexo e fascinante. Demos muitas gargalhadas com as missões  e as emboscadas que o Igor nos colocava. Eu senti que ele estava determinado a matar meu personagem (rs).

Ao assistir a Goblin Slayer, eu retornei a este tempo de jogos de tabuleiro. E vi que muitos estavam se indagando sobre a real força dos goblins mostrados na série. Por enquanto, eles são do tipo comum. Acredito que outros maiores irão aparecer. Os do tipo comum, apesar de serem pequenos e fracos, se pegos individualmente, sua força de combate aumenta quando estão em grupo, assim como sua confiança. Digamos que eles são a personificação do “juntos venceremos”.

Apesar da descrença que tomou posse de algumas mentes, acreditem, um grupo grande de goblins consegue aniquilar exércitos. Eles são como as formigas africanas. Separadas, as formigas são fracas, mas, quando estão em grupo, nem aracnídeos conseguem se livrar delas. 

Não veja o vídeo abaixo se for menor de idade. Não abra este vídeo se for menor ou for sensível!



Se a série tratar de outros tipos de goblins, e acredito que vai, a coisa complicará muito para os heróis. E o Orcbolg está certo, não tem essa de goblin bonzinho. O verdadeiro goblin é esse mostrado na série. Aprecie com moderação (rs) e assista de maneira oficial via Crunchyroll.

  

Texto besta escrito no dia 08/11/2018.

sexta-feira, 16 de novembro de 2018

Melhores aberturas da temporada!


Melhores aberturas da temporada

Essa temporada está com ótimas séries de ação e apresenta, também, excelentes aberturas. Vamos conhecer as duas aberturas que estou gostando de assistir.

Em primeiro lugar, o campeão de audiência da temporada: Goblin Slayer. A música possui um vocal tardio e um ritmo lento, mas apresenta também uma sensação de tristeza e de tensão. O que faz com que case muito bem com o enredo da série que é muito bem representado pelas cenas escolhidas para integrar a abertura. Por exemplo, o jogar de dados representando os deuses e, com certeza, uma referência aos tabuleiros de RPG. É um casamento perfeito de música e arte!





Já sabem que tenho uma queda por garotas dançando. É quase um fetiche (rs). Em Anima Yell, nós temos líderes de torcida e sua movimentação lembra muito uma dança. A música possui uma harmonia, com rima de versos e gosto bastante desse tipo de construção. Tanto música como as cenas transmitem alegria e energia. Não canso de assistir.




Teria um terceiro colocado, mas não encontrei um clipe sequer para colocar aqui. Se não for um clipe oficial, o Youtube corta-o por causa dos direitos autorais. Assim que encontrar a abertura em canais oficiais, eu faço uma atualização da lista.    

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Lucy




Uma amiga para o momento;
Alguém que entende seu sentimento;
Sempre pronta para sua mão estender;
Aos seus amigos proteger.

Uma mulher completa;
Uma paixão secreta;
Uma musa jovial;
Um amor monumental.

Uma família ela deseja criar;
Sua guilda é seu altar;
Com todos ela deseja estar;
Um anjo com o desejo de amar.

Seu olhar é sincero;
Seu sorriso é belo;
Ela faria tudo por você;
Estou à vossa mercê.






segunda-feira, 12 de novembro de 2018

ABTA e os dados de 2018!


ABTA  e dados de 2018

O setor vinha decaindo desde 2014, com uma súbita melhora em 2017 (18,9 milhões de assinantes). Dados que me fizeram escrever um texto sobre o assunto em “ABTA- Dados de 2017”[1]. Os dados deram um certo alívio às empresas que acreditavam que o pior já tinha passado.

No texto, através da leitura de uma pesquisa do site Omelete (leia na matéria passada), acreditei que a queda de assinantes seria irreversível. Escrevi, e repasso novamente, que:

 Um alívio que pode ser mal interpretado, pois uma pesquisa do Omelete joga, no setor, uma nova preocupação. Existe um grupo que não consome a televisão por assinatura.

Na pesquisa Geek Power[3], o consumo de serviços de streaming, dentro do grupo  chamado geek, ultrapassou o uso da tv por assinatura já em 2014. O mais interessante é notar a queda constante do uso do serviço que chegou, em 2017, ao seu pior patamar (68% dos entrevistados dizem usar o serviço). Segundo Marcelo Forlani, diretor de marketing do Omelete, este quadro é irreversível, pois o grupo é exigente e deseja conteúdo de qualidade com bom preço.  

E o ano de 2018 veio para reforçar esta análise, pois o setor está fechando o ano com 17,8 milhões de assinantes. Ele encolheu para números próximos aos de 2012. Um retrocesso de 6 anos. Veja no quadro abaixo:





Além do problema de estar competindo com tecnologias mais dinâmicas, a televisão por assinatura também enfrenta uma questão simples da economia em crise, que é o corte de gastos supérfluos. Toda família, quando precisa equilibrar as finanças da casa, corta gastos desnecessários e as famílias parecem ter decidido que televisão por assinatura não é essencial. Deste modo, muitos abandonaram o serviço.

Ramiro Gomes Ferreira, gestor no Clube do Valor[2]: “Planejar e colocar em prática um orçamento familiar pode ser bastante complicado se alguns membros não estiverem dispostos a fazer concessões. Às vezes é preciso abrir mão de itens supérfluos. Refeições fora de casa (saiba como – e quanto – eu economizei por não fazer refeições mais fora de casa neste artigo), idas a shows, ao cinema ou ao shopping center são apenas alguns exemplos de atividades que geram gastos. Gastos estes que, frequentemente, precisam ser revisados”.

Problema pelo qual a banda larga não está passando. Ao que tudo indica, as famílias estão mantendo o serviço de internet por acreditarem que o serviço é essencial. Hoje, não se vive sem internet. É o que mostra o gráfica abaixo, com a evolução constante do serviço que, em 2017, chegou a 10,7 milhões de assinantes.





Conclusão

Em poucos anos teremos mais assinantes de banda larga do que de televisão por assinatura. Muitos canais já estão prevendo isso e estão migrando para a banda larga (HBO GO, por exemplo). Algumas corporações, como a Google, estão investindo em trazer para sua plataforma alguns canais, por exemplo, para o Youtube, então, reforço minha análise anterior. Um dia, não teremos mais decodificadores ligados à televisão, mas apenas modens e sistemas de interação (Chrome Cast) e os canais de televisão por assinatura  serão engolidos pela internet e serão plataformas, como Crunchyroll ou HIDIVE.


[1] Outros Papos: <http://www.outrospapos.com/2018/02/abta-dados-de-2017.html?q=abta>
[2] Clube do Valor: <https://clubedovalor.com.br/orcamento-familiar/>

sexta-feira, 9 de novembro de 2018

Canal VHD!


Mais um drop bem curtinho. Eu fiquei interessado em aviação e comecei a assistir vídeos de pousos e decolagens, de aviões e helicópteros. Um destes vídeos me levou ao canal de um instrutor de voo muito competente. O canal dele é diversão e instrução para leigos e praticantes. Dá uma olhada e se inscreve lá.




quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Goblin Slayer (+18)




Sua vida foi destruída entre risos e crueldade;
Viu aniquilada sua família, em sua terna idade;
Sobreviveu pelo ódio;
Marcou com sangue em sua alma esse episódio.

Cresceu com uma única missão;
Aniquilar;
Matar;
Até ninguém restar. Sim, abraçou esta função.

Treinou;
Praticou;
Estudou;
Enfim, se moldou.

Nenhuma família deseja ver chorar;
Goblins ele vai aniquilar;
Com sua espada assim irá bradar;
Goblins irá matar.

Sua vida foi destruída entre risos e crueldade;
Viu aniquilada sua família, em sua terna idade;
Sobreviveu pelo ódio;
Marcou com sangue em sua alma esse episódio.


Goblin Slayer é uma série com um enredo básico: um mercenário cuja especialidade é exterminar Goblins. Apesar de algo tão simples, a série é de uma tensão monstruosa, pois mostra uma crueldade que somente a guerra nos traz. E tão tenso que já no primeiro capítulo, o Crunchyroll foi obrigado a colocar um alerta sobre a violência em todos os capítulos. Os goblins são exatamente como os livros de RPG nos mostram. São seres assassinos, saqueadores, estupradores e torturadores. A natureza deles foi tão respeitada que dá ao enredo a tensão necessária.

Já o personagem principal é fascinante. Ele foi vítima de uma horda de goblins que dizimou sua fazenda, torturou e matou sua irmã. Ele sobreviveu, mas ficou emocionalmente cativo desse episódio e o emocional dele moldou o intelecto para que ele tivesse olhos apenas para essa ameaça, tornando-o obcecado. Exatamente como o Punisher da Marvel.

A série é incrível! Emoção, tensão, violência, uma animação muito bacana e, claro, lindas garotas! O AMV abaixo tem violência e spoilers do primeiro capítulo. Não assista se for menor, ou se ainda não assistiu ao primeiro capítulo.


   


Líder de audiência nas Américas!



segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Além da Terra, Além do Céu!


Antologia “Além da Terra, Além do Céu”!




Um livro vai para além de um objeto. É um encontro entre duas pessoas através da palavra escrita. É esse encontro entre autores e leitores que a Chiado Books procura todos os dias, trabalhando cada livro com dedicação de uma obra única e derradeira, seguindo a máxima pessoana “põe quanto és no mínimo que fazes”. Queremos que este livro seja um desafio para si. O nosso desafio é merecer que este livro faça parte da sua vida

Participei desta antologia e minha colaboração encontra-se no tomo III, página 178 com a poesia “Sementes nos Campos de Platão”. Antologia que será lançada em festivais em Portugal. E pode ser encontrada na livraria da editora.

https://www.chiadobooks.com/livraria/alem-da-terra-alem-do-ceu-antologia-de-poesia-brasileira-contemporanea-vol-iii

sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Raphael Ferpa


Raphael Ferpa

O canal do Raphael é um canal dedicado a transmitir vídeos de elementos sobrenaturais. E ele consegue uma boa seleção de vídeos para transmitir. Infelizmente, canais de terror e sobrenatural estão sofrendo com as políticas do Youtube, por isso não sei até quando ele estará ativo. Aproveite enquanto pode e veja alguns vídeos intrigantes.  



segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Bolsonaro é o novo presidente do Brasil!


Bolsonaro Presidente!

Não pretendia escrever nada, então, desculpem um texto tão superficial. No domingo, dia 28 de outubro de 2018, Jair Messias Bolsonaro foi eleito 38º presidente da República. Com 99,21% das urnas apuradas, o novo presidente tinha 55,24% dos votos, ou seja, terminará as eleições com mais de 57.501.118 votos. Veja abaixo o primeiro discurso do presidente.




E a luta foi difícil. Tentaram destruir a sua imagem, com mentiras que foram muito difundidas. Mentiras que  foram atacadas pelos defensores do Jair, como no vídeo abaixo. 



Como não conseguiram o intento de destruir sua imagem, tentaram tirar-lhe a vida. Um criminoso que foi filiado ao PSOL tentou, com uma facada, matá-lo. Isso demonstrou o medo que tomava o coração dos fanáticos. E essa facada, que por milagre não tirou-lhe a vida, foi o impulso para que seus eleitores, e alguns indecisos, entrassem nessa guerra eleitoral. O povo de bem foi o escudo do capitão. A cada discurso falso, a cada notícia falsa, seus eleitores combatiam todas as mentiras. Isso deixou evidente diversas coisas.



1-    O povo sentiu a facada e tomou a defesa do Brasil e do capitão;
2-    As redes sociais foram essenciais para desmascarar as mentiras dos adversários, deixando evidente a hipocrisia de cada um deles;
3-    O povo não aceitou influência de famosos. Cada famoso que se levantou para defender a corrupção foi combatido;
4-    As empresas de comunicação (jornais, revistas) viram que não possuem mais o domínio da informação;
5-    Renasceu a Direita no Brasil.
6-    “Lula está preso, babaca!”



Minha análise sobre os partidos!

Renasceu a Direita? Sim. Desde 1988, o Brasil não tinha um verdadeiro representante para os signos da Direita, pois o PSDB, por exemplo, nunca foi de Direita (Dória:2018). Enéas foi massacrado pela mídia e não teve chances de desenvolver uma Direita mais forte e comprometida com os ideais de desenvolvimento e conservadorismo. Atualmente, o PSL e Jair estão representando as qualidades da Direita (Estado mínimo, liberdade, proteção do patrimônio e da propriedade, Estado de Direito, Fé, entre outras). Como diversas pessoas se ergueram como direitistas, os falsos direitistas tiveram uma bela redução nas cadeiras ocupadas, por exemplo, no Congresso. Dessa forma, PSDB se apequenou, principalmente com sua escolha de marketing para a eleição presidencial. Eles foram ridículos, pois tentaram se aliar à esquerda, para bater no Jair, mesmo após a facada. O povo viu isso e o povo não gostou, então, mesmo com muitos recursos e muito tempo de televisão, o “merenda” não decolou e o PSDB diminuiu. Que sirva de lição! Quer representar a Direita? Seja fiel aos preceitos da Direita!





E três partidos diminuíram de tamanho: PSDB, MDB e PT. Todos pelo mesmo motivo, pois seus caciques foram descobertos e estão sendo investigados. Muitos já estão condenados e outros serão condenados. O brasileiro não suporta mais corrupção. O PT, o PSDB e o MDB diminuíram por conta essencialmente disso. Devemos essa conquista ao excelente trabalho de investigação da Lava Jato. Um detalhe que me surgiu agora, talvez o PSDB tenha sido o mais rejeitado, pois esperavam que ele assumisse a postura de oposição ao PT e, no entanto, vimos o oposto.

Já o PSL cresceu pela imagem do Jair e pela mensagem ligada a um estado liberal (menos impostos, mais crescimento e mais empregos). E foi um crescimento majestoso. Sinal que o brasileiro deseja mais liberdade, menos impostos e mais emprego!

Tudo isso indica que, se estes novos políticos fizerem um bom trabalho, poderemos aumentar a representação da Direita na política e diminuir o espaço da esquerda, que só trouxe corrupção, desemprego e restrições de liberdade.


Conclusão

O que poderemos ter nestes próximos 4 anos? Liberdade, caça à corrupção com a continuidade da Lava Jato, um judiciário mais limpo,  proteção aos direitos, um estado menor, redução de impostos, crescimento e reformas. Não vai ter perseguição por gênero, raça ou religião. Não tenha medo. Os discursos dos adversários são equivocados. Nosso presidente trabalhará e protegerá a todos. E se algo contrariar estes preceitos essenciais, nos levantaremos novamente! E, tchau PT!




sexta-feira, 26 de outubro de 2018

HIDIVE no XBOX


HIDIVE

From HIDIVE site


A plataforma independente que também nos brinda com animes diversos, e com algumas séries legendadas em português, agora está com um aplicativo para o XBOX. Testei o aplicativo a semana passada e gostei do resultado. Apesar de alguns pontos negativos, como  o misterioso bug que deleta seu histórico (estava fazendo maratona de Armed Girl’s Machiavellism e meu histórico zerou do nada, fazendo com que o aplicativo reiniciasse a série do primeiro capítulo novamente). Apesar disso, o aplicativo se mostrou bem estável e fácil de se usar. 

Ele é bem completo, trazendo séries divididas em categorias, como Netflix faz, e possibilidade de alteração de legenda e áudio, quando possível. Eu estava esperando algo assim para poder acompanhar séries e não me arrependi. Precisa de alguns ajustes, mas é um grande avanço. Atualmente, estou assistindo Release de Spice e pretendo assistir animações de temporadas passadas. Está aprovado com nota 6.



quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Faces de Deus!




Existe uma parábola sobre dons que não podem ser deixados de lado, ou seja, não se pode enterrá-los em algum lugar. Eles têm que ser expostos e desenvolvidos. Isso se deve ao fato de que muitos dons também auxiliam outras pessoas em seu desenvolvimento, quando divulgados. Assim é na música, na literatura, na medicina, enfim, os dons de criação humana, frutos da mente, devem ser expostos. Em algum determinado momento, eles gerarão frutos.
Foi pensando nisso que resolvi criar este livro. E uma graça alcançada, fruto de uma promessa e da fé, motivou a sua publicação. Explicando o conteúdo deste livro, tenho que relatar como estas palavras foram geradas. Em determinado momento, eu me peguei envolvido em um debate saudável e cordial sobre fé e dogmas. Tudo começou com um texto meu em um vídeo do Youtube, que chamei de Faces de Deus, e que motivou respostas de outros usuários. Dessa forma, o debate germinou. Com todos os nossos dons compartilhados, eu formei uma estrutura interessante sobre os temas graça, salvação e amor de Deus. E isto eu gostaria de compartilhar, pois pode provocar novo debate. Em novos lugares, a luz do conhecimento pode se espalhar. Estas palavras podem gerar mudanças em corações férteis, eu acredito.

Inicialmente, após o debate no Youtube, eu as coloquei em meu site Outros Papos (www.outrospapos.com). Depois, decidi que o correto seria uni-las todas em um texto para criar um livro e distribuí-lo. O texto Diamante em Cinzas não fez parte do debate, porém, abre este livro como uma forma de tentar fazer o leitor perceber que a mensagem é mais importante do que o meio no qual é transmitida. Boa leitura!

Disponível na livraria da editora Perse em dois formatos: impresso (R$24,65) e PDF (R$7,30) com 64 páginas! 

http://www.perse.com.br/persenovo/livro.aspx?filesFolder=N1539988318624

segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Eu Falei de Crise!




Em um editorial do Estadão[1], fiquei sabendo de uma entrevista de Dilma na qual ela alegava que ninguém falava em crise em 2014. Em dezembro de 2013, em meu blog, Outros Papos[2], eu já alertava para dificuldades econômicas pelas quais o Brasil iria passar. Não somente isso, pois, nos textos seguintes, além de abordar a crise, eu dava dicas para tentar driblá-la e vencer, mesmo com as dificuldades seguintes.

Reuni os principais assuntos relacionados e, quando notei, já tinha mais de 50 laudas, ou seja, eu possuía muito material sobre o assunto. De textos da crise econômica até textos da crise política, abordei um pouco de cada. Para a leitura respirar um pouco e não ficar presa apenas no tema “crise”, acrescentei outros textos mais leves, mas dentro do mesmo período, ou seja, de 2013 para cá. Resolvi juntar tudo isso e publicar! Um blogueiro em tempos de crise!

            O  texto escrito para um blog possui um formato e  características diferentes de um texto escrito pensado em uma impressão física. Por  isso, foi necessária uma adaptação do conteúdo do livro, para que atenda às necessidades especiais de um  formato impresso. O conteúdo desta obra foi, portanto, adaptado para tais necessidades


Disponível sob demanda no portal da editora Perse em dois formatos: impresso (R$36,30) e PDF (R$7,30) com 146 páginas. Em breve, em outras livrarias parceiras da editora.

http://www.perse.com.br/persenovo/livro.aspx?filesFolder=N1539980804697

[1]             Disponível em: <http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,por-que-dilma-nao-pode-voltar,10000054316>.
[2]             Disponível em: <http://www.outrospapos.com/>.

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Gordo Original!


Gordo Original

Eu tenho que dizer que não sou um gordo original, mas tornei-me um com o tempo. Atualmente, estou lutando contra meus 98 quilos. Quem for assistir a este canal saberá do que falo (rs). O canal Gordo Original nos leva a conhecer restaurantes, pratos e cardápios dos mais diversos restaurantes. Através dele, conhecemos ótimas receitas, pratos saborosos e sem preocupação com dietas. De sanduíches a pratos menos conhecidos de restaurantes badalados, o Gordo Original é um excelente canal para quem gosta de comer sem peso na consciência. Assista, fique com água na boca e se divirta com as notas e pratos degustados.  




segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Cells at Work!


Cells at Work



Sinopse Cr: “Esta é uma história sobre você, um conto que se passa dentro do seu corpo. De acordo com um novo estudo, o corpo humano é composto de aproximadamente 37 trilhões de células. Essas células trabalham muito todos os dias no mundo que é o seu corpo, desde os Glóbulos Vermelhos que carregam oxigênio até os Glóbulos Brancos que combatem as bactérias. Saiba mais sobre esses heróis anônimos e o drama que se desenrola dentro de você! Baseado na popular série "Cells at Work!", vem aí uma nova série de TV!”


Sempre baseio minhas análises, em sua grande maioria, pelo roteiro, sua construção e finalização. O roteiro é o esqueleto da história, talvez sua alma, e o roteiro de Cells at Work representa uma linda alma.

A série é um entretenimento educacional de ótima qualidade, que me fez recordar de minhas aulas de citologia, histologia e embriologia (Medicina Veterinária). Cada episódio trata de um tema específico sobre o sistema orgânico de um jovem humano adulto. Ora trata de uma invasão de germes, ora trata das consequências de uma desidratação. Tudo com bom humor! Com exceção dos últimos capítulos, o desenvolvimento do roteiro inicia e finaliza um elemento educacional em seu próprio capítulo.

Roteiro- pontos positivos e negativos

E falando no roteiro, ele passou pela análise de muitos médicos, que ficaram surpresos com a representação artística. Apesar de alguns errinhos, os profissionais da saúde gostaram do resultado geral. Erros? Sim. Por exemplo, na questão que tratava da digestão, foi dito que a digestão começava no estômago. Não é verdade. A digestão começa na mastigação e salivação do alimento. 





Alguns erros foram intencionais como, por exemplo, o tamanho das células. Se houvesse fidedignidade na construção dos “personagens-células”, os macrófagos, por conta de seu tamanho, teriam que ser retratados como titãs de Attack On Titan (rs). Não seria bom para a ideia que o autor desejava passar, então, “encolheram” alguns personagens. Portanto, considero isso como um erro intencional para manter a integridade da obra.





Também existiram pontos polêmicos. Em um determinado capítulo, apesar da precisão incrível, o autor optou por considerar uma célula cancerígena como uma vítima de um erro de reprodução celular. Como disse, apesar de estar certo, a abordagem usada me deixou desconfortável (minha avó morreu de câncer) e acredito que outras pessoas também se sentiram assim. Foi um erro de abordagem do roteiro. E me lembrou a agenda esquerdista que diz que o bandido é vítima da sociedade. Cara, isso me deixou muito danado.

Apesar desses pontos, o roteiro é extremamente fiel ao que sabemos do sistema celular humano. E é muito engraçado ver como o autor definiu alguns elementos, como uma hemácia que parece com uma entregadora da Fedex sem senso nenhum de direção, uma plaqueta que parece uma pequena criança, ou células de defesa que parecem com soldados, pescadores, policiais, cientistas ou bibliotecários malucos. Afinal, o sistema celular trabalha com um sistema chamado “chave-fechadura” e que determina a especialização celular. Enfim, a criatividade rolou solta e o riso também.

E, apenas a título de curiosidade, os últimos capítulos tratam do choque hemorrágico, isto é, do colapso orgânico pela ausência de sangue no corpo. Ao assistir a estes episódios, pude criar uma imagem mental do trauma sofrido pelo capitão Jair Bolsonaro, pois ele passou por esse problema por conta da facada. Foi outro capítulo que assisti, e que me deixou meio tenso.  Dois capítulos extremamente fiéis ao que acontece com o corpo humano.

Conclusão

Se essa série passasse em meu tempo de faculdade, eu levaria alguns episódios para a sala de aula. Um roteiro extremamente divertido, muito bem montado, apesar dos problemas aqui apresentados, com fidedignidade ao conhecimento do sistema imunológico e bastante atual.  Nota 09!

sexta-feira, 12 de outubro de 2018

Receitas de Pai!


Receitas de Pai

Venho indicar este canal no YouTube. É de um casal muito simpático que divulga receitas excelentes. Peço desculpas por não estar escrevendo muito estes dias. Saiu a revisão da reedição de um dos meus livros e eu estou concentrando esforços para dar conta do recado. O Faces de Deus e o Eu Falei de Crise estão quase prontos!

Voltando a falar sobre o canal. O que me chamou a atenção foi a simpatia do casal e a solidariedade com a qual eles trataram alguns assuntos no canal. Se querem boas receitas, este canal é ideal!




quarta-feira, 10 de outubro de 2018

O Brasil se erguerá!





Surgiu no Brasil um movimento;
Conservador;
Esclarecedor;
Fruto de um sentimento!

Sentimento de indignação;
Indignação contra a corrupção;
Contra uma máfia que assaltava a nação;
Todos unidos contra essa maldição!

Um representante se arriscou;
Sua vida, nesse jogo, ele colocou;
Tentaram sua vida tomar;
Deus o poupou de vítima se tornar.

O Brasil se uniu;
Sua bandeira por muitos foi abraçada;
Ordem, progresso e defesa da propriedade privada;
O império da máfia ruiu.

Ele muita coisa mudou;
Um sentimento patriota despertou;
O Brasil aos brasileiros retornará;
Ele a todos comandará!






segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Hanebado!


Hanebado!
Spoilers! Cuidado!



Sinopse Crunchyroll: “Apesar de ter muito potencial para o badminton, Ayano Hanesaki prefere evitar o esporte. Mas ao conhecer Nagisa Aragaki, uma veterana que passa cada minuto de sua vida aperfeiçoando suas jogadas, ela se sente inspirada. Motivada por seu treinador Tachibana Kentarou, Ayano e Nagisa entram em quadra, disputando partidas emocionantes contra oponentes e rivais incríveis!”

http://www.crunchyroll.com/hanebado


Uma série animada inspirada em um esporte chamado badminton. Eu não imaginei que veria uma animação assim e, muito menos, que eu gostaria tanto dela. A estrutura é diferente do que estamos acostumados com animações do gênero. Em gêneros assim, muitas vezes, acompanhamos a chegada de um personagem iniciante que vai descobrindo segredos e vai se apaixonando pelo esporte, ou a chegada de um personagem veterano que muda a cara de um time que está fadado ao fracasso. Estas são as estruturas mais comuns.

Eu nunca tinha visto a chegada de um vilão a um time. Sim, aguentem o spoiler pesado, a Ayano é uma vilã em quadra. Eu ouso colocar aqui essa revelação, pois é importante para analisar a estrutura da história e, além disso, a série já terminou. Voltando ao personagem, ela é uma espécie de Dr. Jekill e Mr. Hyde. Fora de quadra é um doce, dentro de quadra é uma louca. E a história é totalmente centrada nela e na sua rival: Nagisa. Precisei escrever isso para poder analisar o roteiro. 

Ayano, a vilã!

Freud explica!


A série começa com o primeiro combate entre Ayano e Nagisa, no qual Ayano massacra sua oponente. As lágrimas da Nagisa refletem no interior da Ayano que desiste do badminton. Nagisa parece muito ferida em seu orgulho. Depois, a  série avança no tempo e prossegue com a chegada da Ayano, meio que a contragosto, no time da Nagisa. Nesse momento, começamos a perceber o desenvolvimento psicótico dela em quadra. Para Ayano, em quadra, não basta derrotar a oponente, é necessário humilhar, rir e debochar. Uma postura anti-esportista  que se justifica pela sua criação. O diretor, sempre que pode, usa ângulos e cenas que fazem a Nagisa parecer descontrolada, fria, ausente de empatia. 

Essa postura foi fruto de um relacionamento materno conturbado. Sentindo-se frustrada por ter sido abandonada, ela desenvolve um escudo emocional que a deixa, como já escrevi, sem empatia nenhuma pelas adversárias. Nesse sentido, só poderia acontecer duas coisas com a personagem: ou alguém a ajudava a superar isso, ou ela destruiria suas colegas de esporte. E a série se prende nesse ponto em seu arco final.  



 Nagisa- a capitã!

Será que rolou um clima com o treinador? :)


Se o enredo já definia a Ayano como a vilã, ou como alguém que precisava desesperadamente de uma ajuda, era necessário seu contrapeso. A antagonista seria justamente a capitã que, no passado, havia sido humilhada em quadra pela Ayano. E o enredo a desenvolve nesse sentido. Primeiro, como alguém que precisava superar uma derrota e, depois, como alguém responsável pelo time.

Para superar a derrota, surge o novo técnico do time que a ajuda a curar seu interior e a treina para o combate final contra a Ayano, afinal, todo Luke precisa de um Yoda (hehehe).


Forças Opostas

Assim, no lado negro da força está Ayano e, no lado iluminado, Nagisa. O enredo vai trabalhando esse fato aos pouquinhos. A cada jogo, elas vão se encaminhando para este duelo final. Achei muito interessante a escolha do roteiro. Foi a primeira vez que vi uma série se focar na chegada de uma vilã, até o seu confronto final com outra personagem. Geralmente, o enredo foca-se no herói. E foi uma decisão acertada para esta história em particular, pois quebra uma rotina de eventos e se torna original. Lógico, funcionou aqui, mas uma estrutura semelhante já foi criticada por mim em Chain Chronicle. A diferença entre elas é o sentido de urgência da história central. Existia uma urgência importante que foi negada em Chain Chronicle (quem jogou vai entender o que digo) e que não foi negada em Hanebado! E as transformações e amadurecimento das personagens são o centro deste roteiro que prima por conseguir entreter com uma história sobre um esporte focando, principalmente, em apenas duas personagens. 

 Se desejar ver como terminou esse duelo, assista à animação.

A animação




O primeiro capítulo me conquistou pela animação especial. Muitos detalhes, muitas cenas com movimento, excelentes decisões de ângulos e câmeras. O badminton é um esporte com muito movimento e o diretor honrou o esporte com uma animação excelente. Acreditei que a série poderia ter uma queda de rendimento nos capítulos seguintes, porém, o diretor segurou bem a peteca (hehehe)  e entregou diversos grandes duelos.

Não somente a animação estava com uma qualidade impecável, como também os efeitos sonoros. Um bom efeito sonoro é importante para dar a sensação plena de um duelo e o diretor foi eficiente até nisso. Cada lance das raquetes parecia com imponentes canhões a desferir golpes poderosos. E, assim como desenvolviam efeitos fortes, também desenvolviam sutilezas para defesas calmas, isto é, quando necessário, o diretor inseria o efeito sonoro adequado ao lance que estávamos acompanhando. Ora uma trovoada, ora o bater de asas de um pássaro. Um trabalho genial.


Conclusão

Então, a série teve um desenvolvimento de roteiro que quebrou alguns clichês de maneira interessante. A direção acertou, em muito, na animação e nos efeitos sonoros, por isso, eu dou uma nota 10 para esta série. Infelizmente, o primeiro volume em blu-ray não vendeu bem, então, acredito que esta série ficará apenas com esta temporada. Se você se interessou, assista via Crunchyroll!    

Erraram, erraram e erraram!

Bolsonaro O presidente Jair possivelmente errou ao clocar Aras no comando da PGR. É como se colocasse um cão de guarda que fosse ...