Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de maio 18, 2014

Quatro aberturas, quatros histórias e um bônus!

Revisão: ChatGPT! Estou divulgando quatro aberturas de animes que me impressionaram nesta temporada. Com a metade da temporada já concluída, selecionei minhas séries favoritas considerando não apenas a qualidade da música, da edição e da animação, mas também o impacto emocional que cada série tem sobre mim. Assim, o prazer de assistir à série também é um critério importante. Mesmo que uma abertura seja tecnicamente inferior à outra, se a série tiver uma pontuação emocional mais alta, ela será destacada. Foi uma escolha difícil, pois todas as aberturas estão disponíveis na Crunchyroll. Primeira Posição: Mushoku Tensei O forte apelo emocional da série é indiscutível. A abertura faz uma retrospectiva da vida de Rudeus até o momento atual, mostrando cenas familiares, momentos marcantes e personagens importantes, além de antecipar eventos futuros que são particularmente emocionantes para quem sabe o que virá. O diretor acertou em cheio em todos os elementos, criando uma abertura que é verda

Quadrinhos: Guto e Não vai Ter...

Dois quadrinhos para essa semana. Com isso, fechei mais uma semana. O Guto (Hércules) é o nosso gatinho de estimação e salvou a minha mãe de um intruso, justamente por ter hábito de ficar olhando a janela e por seus sentidos aguçados. Ele notou o invasor, antes que o mesmo pudesse fazer algo. Como fora descoberto, o invasor se retirou sem conseguir fazer nada. Esse quadrinho antigo é uma homenagem a este gatinho! Obrigado, Hércules!  Já o quadrinho novo é inspirado na Copa. Como sabem pelo twitter, sou contra os gastos efetuados para este evento. Fico indignado com o que se gastou com estádios. Muitos destes estádios não terão nem a condição de devolver para o Estado o que se gastou neles. Sou favorável a manifestações pacíficas e o povo tem direito de se manifestar contra tudo isso. Devemos exigir sempre melhores condições para nossa sociedade, com melhores hospitais, mais segurança e ensino de qualidade. Bom... voltando ao quadrinho, espero ter conseguido um tom cômico n

Sorriso!

Para o XIII Prêmio Cultura Nacional, que incentiva poetas e escritores brasileiros, decidi escrever diversos textos sobre o sorriso. Não deve faltar, em cada coração, a sensação de alegria. Sem alegria, eu acho que a alma vai envelhecendo, por isso, devemos sempre sorrir quando possível. O momento que gera a alegria pode até passar, mas deixa a marca essencial que é o sentimento. É como uma semente que germina com a lembrança. Vamos sempre tentar sorrir, para plantar estas sementes e, quando necessário, regá-las com nossas lembranças. E elas, quando regadas, vão poder recriar sensações. Para hoje, um triolé pequeno!  Uma lembrança feliz pode findar com toda dor. Sorriso! Quanto vale um sorriso? Preço nenhum pode considerar. É o valor de uma alma que brilha, Quanto vale um sorriso? Sei que vale mais que ouro a compensar, Pois nunca desvaloriza, sempre recompensa! Quanto vale um sorriso? Preço nenhum pode considerar.

School Idol Festival

Love Live é uma série japonesa que tem vendido bem, desde CDs com as músicas, até Blu-Rays e jogos. Suas músicas estão sempre no ranking de mais vendidas pelo Oricon ( ANN ). Sempre achei que franquias de séries tão bem produzidas assim poderiam ter jogos lançados no ocidente. Semana passada, Love Live lançou “ School Idol Festival ” em inglês para nós e eu baixei o meu para avaliar.  Como já disse no twitter (@patrickrdemo), eu estava com receio de jogar por dois motivos: 1- Não sabia se seria divertido; 2- Não sabia se conseguiria jogar, pois não sabia qual era o nível de habilidade exigido. Claro, apenas jogando para se conhecer o jogo, então, eu o fiz.  É divertido, exige diferentes habilidades e níveis, e é bem feito. O download pesa um pouco, se for levado em consideração que eu o baixei para o celular, por isso, uma conexão veloz se faz necessária. E a primeira inicialização demora, entretanto, o jogo, após isso, torna-se rápido e o aplicativo como já escrevi é bem fe

Gojira, Godzilla (2014) Com Spoilers!

A Legendary Pictures lançou, junto com a Warner, uma nova versão cinematográfica do grande cult japonês Godzilla. A questão que muitos têm levantado é se esta nova adaptação seria mais fiel que a versão de 1998 ( IMDB ). Posso dizer que é muito mais fiel ao clássico, que o terrível filme de 98. Érico Borgo chegou a comentar, em vídeo para o Omelete, que seria quase uma continuação do filme japonês de 1954 ( IMDB ). Eu concordo! Posso dizer que o filme possui o enredo voltado para duas questões práticas que se relacionam: 1- Não controlamos a natureza e esta é representada pela força dos monstros que aparecem em tela. A luta entre estas espécies dá o tom mais próximo do filme de 54. 2- O drama da humanidade que se vê às voltas com elementos incontroláveis, também bem próximo do Gojira (1954). Ao entrar no cinema, eu não pude segurar a angústia da dúvida de que este filme poderia ser mais uma bomba, pois é difícil segurar um enredo como este, ou seja, que mostre um