sexta-feira, 22 de junho de 2018

Paraymun, o guru! Texto descontraído!


Paraymun o guru fajuto!

A capa foi sugestão minha e predisse, já em 2013, as condições de nossa política atual. 😃


Em 2003, quando registrei na Biblioteca Nacional meu primeiro trabalho, escolhi brincar com as sílabas de meu nome e criei um anagrama que lembra um nome indiano. Surgiu daí o meu pseudônimo: Paraymun Radoede Motrick. Brinquei e disse que parecia o nome de um guru.





Em 2004, o "guru" registrou o “Apocalipse: Brasília!” que seria editado futuramente (2013) pela editora Perse.  Neste livro, escrevi uma adivinhação: “O distúrbio magnético pela súbita aceleração do magma no interior da Terra, provocando eletricidade estática, que causou o ‘efeito clarão’, que os loucos religiosos dizem ter sido consequência do poder de Deus, deve ter afetado o sonar destes animais. (...) Já perceberam que, após a aceleração do interior do planeta, os dias estão mais curtos?”. Podem achar estes trechos nas páginas 89 e 90.



Então, fui ler, recentemente, um artigo de Thiago Perin[1], para a Superinteressante, que não é recente, pois data de 2016, mas era recente para mim, que dizia: “Nem se anime: isso não significa que a sexta-feira vai chegar mais cedo. Quer dizer, até vai, mas você não vai notar a diferença. O pessoal da Nasa contou que, após o terremoto de magnitude 8,9 que atingiu o Japão na última sexta, 11, os dias estão um pouquinho mais curtos. Um pouquinho mesmo: 1,6 microssegundos. Eles explicam que os tremores causam leves deslocamentos da massa da Terra em direção ao centro do planeta, o que altera a velocidade da sua rotação. Mas calcule aí que cada microssegundo equivale a um milionésimo de segundo e você percebe que, na prática, não muda nada. Mesmo assim, o tempo estar passando mais rápido não é das piores notícias para começar uma segunda-feira, né?”


Eita, "guru" da peste!



Bienal de São Paulo

Notem que o texto acima é apenas uma brincadeira, uma forma descontraída para anunciar, de forma despretensiosa, que o livro estará presente na Bienal do Livro de São Paulo, no estande da editora Perse. Caso esteja na bienal, dê uma passadinha lá e compre o livro. Quem sabe você ache mais alguma premonição do "guru" Paraymun. 😉


Caso não consigam ir ao evento, podem achar o livro nos links abaixo, bastando clicar neles.

Loja da Perse (impresso sob demanda, ePub e PDF)
Amazon (Kindle)
Amazon (impresso sob demanda, direto dos EUA)




[1] Super Abril: <https://super.abril.com.br/blog/cienciamaluca/terremoto-do-japao-deixou-os-dias-mais-curtos/>

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Capitalismo Romântico!


O trabalho deve ser feito com amor;
Sua qualidade assim será maior;
O respeito para com o cliente se apresentará;
E isto a todos alegrará.

Invista seu capital e esforço com dedicação;
O lucro será, de algo maior, apenas uma fração;
O respeito para com o cliente se apresentará;
E isto a todos alegrará.

O capital é uma ferramenta de esforço;
Trabalho feito com amor, eu endosso;
Eficiência é um reflexo;
De um amor ao trabalho complexo.

Escolha um trabalho que tenha paixão;
Trabalhará com dedicação;
O trabalho deve ser feito com amor;
Sua qualidade assim será maior.

Assistindo a um animê, fui tomado por um lampejo de percepção de algo que sempre se apresentou na minha frente, mas que nunca havia percebido. Em animês, quase sempre o trabalho é escolhido e feito por uma pessoa que deseja ver a alegria de outra. Exemplificando, uma estilista em crise percebeu que fazia roupas para trazer alegria aos seus clientes. E isto é bem comum de se ver em animês em geral: o capitalismo romântico, isto é, uma forma de ver o trabalho como demonstração de sonhos e de paixões para fazer o próximo, seu cliente, feliz. É uma visão romântica do capitalismo e que gerou este poema acima.






segunda-feira, 18 de junho de 2018

USA completou 500 dias de administração Trump!


USA com 500 dias de administração Trump

Segundo o site oficial da Casa Branca, o presidente Donald Trump completou 500 dias de sua administração como presidente da maior nação livre das Américas. E ele o fez completando suas promessas de campanha. Segundo o site, que vocês podem acessar no link abaixo[1], presidente Trump obteve inúmeras conquistas para o povo norte-americano, das quais cito:

Economia



1-    Três milhões de empregos criados: por exemplo, 304 mil novos empregos na manufatura e 337 mil novos empregos na construção. Com isto, os EUA atingiram a marca de 3,8% de desemprego da população ativa, o que é a menor taxa de desemprego desde abril de 2000.  Segundo pesquisa da Gallup, 67% dos trabalhadores acreditam que esta é a oportunidade perfeita para arranjar emprego com uma melhor remuneração e com melhor qualidade. O que fez as empresas correrem para dar aumentos de salários e bônus de pagamento, pois desejavam segurar os seus profissionais e não perde-los para uma empresa concorrente.

2-    A conquista acima está relacionada a esta aqui. Ele cortou taxas e impostos, criando um ambiente mais competitivo para as empresas americanas. O imposto para empresas foi reduzido de 35% para 21%, o que fez com que as famílias americanas ganhassem cerca de 3.2 trilhões de dólares em cortes de taxas e impostos.


Relações Exteriores




3-    Presidente Trump moveu a embaixada americana para a capital de Israel, Jerusalém, colocando um fim em anos de promessas não cumpridas de outros presidentes norte-americanos. Ele também encerrou o financiamento nuclear com o Irã, impondo sanções como medidas cautelares. Está tendo ações decisivas para encerrar as hostilidades com a Coréia do Norte e realizar um acordo de paz entre as duas irmãs divididas (Norte e Sul). Ele conseguiu assinar um acordo com a Coréia do Norte para encerrar as atividades nucleares no país. Uma vitória com a qual a nossa mídia vermelha não sabe lidar. 

4-    Presidente Trump aumentou as despesas militares de 700 bilhões em 2018, para 716 bilhões em 2019. O valor de 2018 já é maior que o valor gasto na era Obama.


Saúde, Liberdade e vida




5-    Trump adicionou mais de 2 bilhões de dólares ao fundo para os veteranos de guerra. Ele também assinou uma ordem executiva assegurando liberdade religiosa e de expressão que podem ser garantidas por força federal, segundo o que orientou o departamento de Justiça a todas as agências federais. Lutou para alterar o Obamacare e dar ao povo americano melhores condições de saúde.

6-    Presidente Trump coloca Deus acima da nação, orando em humildade. Com este discernimento e visão teológica, ele é um presidente americano pró-vida.


E por que estou escrevendo sobre ele? É porque estamos em ano de eleições e eu quero para o Brasil um presidente que faça o mesmo: economia liberal, diminuição da carga tributária, Estado reduzido, fé em Deus, protetor da vida e atento à moral cristã. Apesar da insegurança que as urnas apresentam para o povo brasileiro em geral, eu quero crer em Deus que nós teremos um presidente assim algum dia. Que seja em 2018/2019!






[1] White House: <https://www.whitehouse.gov/briefings-statements/president-donald-j-trumps-500-days-american-greatness/>

Crise da masculinidade!

A masculinidade A principal função do blog é iniciar um tema, expondo-o, para que o leitor use as fontes aqui apresentadas como ...