Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de março 1, 2020

Quatro aberturas, quatros histórias e um bônus!

Revisão: ChatGPT! Estou divulgando quatro aberturas de animes que me impressionaram nesta temporada. Com a metade da temporada já concluída, selecionei minhas séries favoritas considerando não apenas a qualidade da música, da edição e da animação, mas também o impacto emocional que cada série tem sobre mim. Assim, o prazer de assistir à série também é um critério importante. Mesmo que uma abertura seja tecnicamente inferior à outra, se a série tiver uma pontuação emocional mais alta, ela será destacada. Foi uma escolha difícil, pois todas as aberturas estão disponíveis na Crunchyroll. Primeira Posição: Mushoku Tensei O forte apelo emocional da série é indiscutível. A abertura faz uma retrospectiva da vida de Rudeus até o momento atual, mostrando cenas familiares, momentos marcantes e personagens importantes, além de antecipar eventos futuros que são particularmente emocionantes para quem sabe o que virá. O diretor acertou em cheio em todos os elementos, criando uma abertura que é verda

Aqua e fevereiro!

Um ano incomum. Pensei nisso, é a cara da Aqua!

Se o mal reinar

Se o mal reina, O bom sempre sofrerá Inferno será!

Conto do Ratinho - Pai Pródigo!

Conto do Ratinho- O Pai Pródigo Eu estou sentado em minha baia, nesse momento, refletindo sobre os acontecimentos do ano passado e colocando tudo por escrito. Escrevo para olhos cegos e ouvidos surdos. Agora, parando para pensar, o ano passado foi um ano confuso. O começo do ano passado, o caranguejo foi até a minha baia e retirou de lá as cobras venenosas, que invadiram minha casa na intenção de tomá-la para si e usufruir dela. Ele retornou com a garantia de posse de minha baia e eu, muito feliz, escrevi para minha mãe sobre os acontecimentos. Minha mãe é uma coruja sábia e me retornou suas palavras em outra carta. Como toda coruja, ela enxerga na escuridão, inclusive na pior das trevas espirituais. E ela veio me dizer que o caranguejo havia dado às cobras uma outra baia, que também haveria de pertencer a nós no momento de seu falecimento. Ou seja, caro leitor desconhecido, ele nos resgatou a nossa baia, mas nos retirou outra. Foi assim que tudo terminou naquela ocasião.