Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de julho 10, 2016

Antologia do Pequeno Rato

 Não é um exemplo de literatura gótica, apesar de ter animais fantásticos que falam, mas possui o sofrimento da alma da literatura gótica. É um clamor sofrido de um pequeno ser que está preso em um ambiente de experimentos e só tem no seu cientista o seu observador e, quem sabe, seu salvador. É uma metáfora para os sentimentos de traição, perda e dor de ser agredido e não ter a força necessária para reagir. Tudo isso é gótico. 

Meu céu!

Abraço-te, sim! Eu não quero te deixar! Você é meu céu! Estou usando fotos tiradas por mim mesmo, para ilustrar as atualizações do blog, para evitar infringir direito autoral. 

Suspiro suave!

Leve suspiro ; Sussurro provocações; Para te tentar! O poema não está presente nesta edição. Uso a imagem para interligar o poema a uma estação do ano.

Doce princesa!

Falar de você; Deixa-me em êxtase; Doce princesa!