Pular para o conteúdo principal

Séries que surpreenderam!

 Séries para acompanhar nessa temporada


Depois de escrever sobre personagens sem honra, agora venho escrever sobre séries que me surpreenderam e que gostaria que vocês assistissem também. Não vou colocar aqui na lista os clássicos, como Sword Art Online, ou Food Wars, que dispensam apresentações, mas séries novas. Alguns spoilers serão cometidos, pois eu ainda acredito no estudo “Spoilers Don’t Spoil”. Todas as séries estão no serviço Crunchyroll. 


 Monster Girl Doctor

https://www.crunchyroll.com/pt-br/monster-girl-doctor


Sinopse Crunchyroll: “Na cidade de Lindworm, onde coabitam humanos e monstros, um jovem doutor chamado Glenn inicia outro dia de perigosas consultas médicas! Seja examinando as guelras de uma sereia, costurando as coxas de uma golem, ajudando uma harpia a botar ovos ou apalpando as escamas de uma dragoa, Glenn faz de tudo para ajudar garotas das mais variadas aparências e formas... Mas por que Glenn sempre acaba em alguma situação caliente com elas?! Mas que seja - tudo pelo bem da paciente! Esta clínica está aberta 24 horas para tratar de garotas monstro como você nunca viu!


Eu assisti e gostei muito de Monster Girls e achei que essa série seria apenas um “copia e cola” da série já mencionada, pois, vejam bem, ambas as séries possuem lamias, centauros fêmeas, harpias e até slimes, exatamente como Monsters Girls. Comecei a assistir já com esse pensamento, porém, a série começou a mudar aos pouquinhos e começou a criar alma própria. 


Quando comecei a notar isso? Quando vi o doutor Glenn tratando os cascos de uma centauro fêmea exatamente como aprendi a fazer no curso de Medicina Veterinária. Nesse ponto, eu percebi que a série iria respeitar, mesmo que de maneira superficial, os tratamentos médicos e as características das meninas-monstro, trilhando assim sua própria jornada.  E isso se seguiu com a sacada genial da mudança de respiração (terra-água) de uma sereia e uma inflamação nas vias respiratórias. A série tem alma própria, centrada em uma possível medicina, e ainda mantêm a sensualidade de séries como essa, como no caso da recolocação de membros em uma golem de carne. Foi de rir. Sim, eu vou para o inferno! KKKKKKKK Está valendo à pena!



Mr. Love: Queen’s Choice

https://www.crunchyroll.com/pt-br/mr-love-queens-choice


Sinopse Crunchyroll: “’Para continuar no mesmo lugar, você tem que correr o máximo que puder.’ Quando meu pai faleceu, eu assumi seu posto como presidente da Miracle Entertainment, uma produtora de vídeo que produz o programa de TV ""Encontrei um Milagre!"". Foi então que conheci quatro Evolvers, de diferentes passados e personalidades. Simon é um gênio da ciência; Kira, um artista no topo das paradas; Haku, um policial que enfrenta crimes envolvendo Evolvers; e Zen, CEO do Grupo Huarai, nossos patrocinadores. Com isso, acabei me envolvendo numa enorme conspiração secreta que está por trás da morte do meu pai”. 


É uma série com harém reverso. Harém é uma proposta de enredo que junta várias personagens femininas que se apaixonam pelo personagem principal, e o harém reverso é isso, mas com inversão de perspectiva, pois são vários personagens masculinos apaixonados por uma única garota. Geralmente, detesto séries assim, porque os personagens masculinos tendem a ser submissos e a personagem feminina tende a ser lacradora, insuportável e antipática. Sempre passo longe! 


Entretanto, por uma razão que desconheço, resolvi assistir e acabei gostando dessa aqui. A série tem uma história de fundo interessante, com um mistério policial e o surgimento de personagens ao estilo mutantes da Marvel. Os personagens masculinos não são horríveis. Eles têm características masculinas de fato: desejo de proteger, de se sacrificar, honra, força e atitude. Não me senti mal vendo-os em ação, pois a presença em cena dos personagens traz respeito ao público masculino. É como o Tuxedo Mask de Sailor Moon. E até existe aqui a presença forte da figura do “cavaleiro da princesa”, isto é, o agente protetor de uma figura feminina importante. 


E a personagem principal é um anjo. Ela é esforçada até além dos limites de uma pessoa comum (mesmo achando que ela também é um Evolver) enfrentando perigos que deixariam uma pessoa sem poderes indefesa.  Ela defende seu sonho com garra. Ela é trabalhadora. Ela é inteligente. E, o melhor disso tudo, ela não fica pisando nos personagens masculinos. Ela não lacra. Ela é uma figura feminina forte e capaz, porém, sensível e carinhosa. Dá vontade mesmo de proteger a “princesa da batatinha”. Ela é incrível!  


Gostei dessa série!

Postagens mais visitadas deste blog

Outros Papos Indica: O Cérebro que se Transforma

Norman Doidge é psiquiatra, psicanalista e pesquisador da Columbia University Center of Psychoanlytic Training and Research, em New York, e também psiquiatra da Universidade de Toronto (Canadá). Ele é o autor deste livro que indico a leitura. O livro, segundo o próprio editor, “reúne casos que detalham o progresso surpreendente de pacientes” que demonstram como o cérebro consegue ser plástico e mutável. Pacientes como Bárbara que, apesar da assimetria cerebral grave, na qual existia retardo em algumas funções e avanço em outras, conseguiu se graduar e pós-graduar. Um espanto para quem promove a teoria de que o cérebro humano é um órgão estático, com pouca ou nenhuma capacidade de se adaptar. “ Creio que a ideia de que o cérebro pode mudar sua própria estrutura e função por intermédio do pensamento e da atividade é a mais importante alteração em nossa visão desse órgão desde que sua anatomia fundamental e o funcionamento de seu componente básico, o neurônio, foram esboçados pela p

TOP 3 de séries que merecem remake!

 Existem muitas séries da década de 90, na minha opinião, que mereciam um remake (manter a obra original, apenas contando novamente a história, com a tecnologia atual disponível). Vou citar aqui 3 delas. Estas séries foram escolhidas, pois são séries que ainda mexem comigo, que ainda gosto e que ainda lembro delas como se tivesse as assistido ontem. Esse foi o critério de seleção para esse simples TOP 3, de séries da década de 90, que mereciam um remake.  Oh My Goddess A série mesmo começou em 1988, encerrando-se em 2014, contendo um total de 48 volumes. Ela entra na lista por conta do seu primeiro OVA, lançado em 1993, cabendo perfeitamente nessa lista. A animação realizada pelo studio AIC foi uma das mais belas que já vi e promoveu a criação de outras séries, sendo que a última, se não me engano, terminou em 2013, com outro OVA. Já se passaram quase 10 anos desde a sua conclusão. Um remake dessa série, contando-a do começo a o fim, seria uma ótima celebração. O mangá vendeu mais de 4

Antologia Scortecci 40 Anos!

Antologia para edição especial de aniversário de 40 anos da Scortecci editora, para a 26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo (2022) e, enfim, para ser a edição comemorativa dos 100 anos da Semana de Arte Moderna. Como as poesias já fazem parte desse blog, não faria sentido reescrevê-las, então, deixo aqui cópias das páginas da minha colaboração. Foi uma honra poder ter participado de tão nobre edição comemorativa. Obrigado pela oportunidade.     Primeira parte: Segunda parte: