sexta-feira, 31 de julho de 2020

Personagens Antipáticos!

Personagens antipáticos


Em cada temporada temos, tenho percebido, a construção de uma agenda para diminuir a masculinidade em algumas obras e, dessa forma, os personagens masculinos estão perdendo suas características essenciais. Por exemplo, tivemos heróis covardes (Fate Grand Order e Danmachi) que poderiam ser facilmente substituídos por um jumento pastando que não fariam falta e tivemos, em mangás, personagens masculinos que atuavam como personagens femininos, como em "Komi Can’t Communicate", que já critiquei no blog, basta procurar para ler o que escrevi.

Nessa temporada, o que estão atacando, em duas obras, é a nobreza masculina. Um personagem nobre não se deixa levar pelo carnal, superando suas tentações,porém, temos dois personagens masculinos, em séries diferentes, que não controlam sua vontade sexual. Um em "Peter Grill" e o outro em "Rent-A-Girlfriend". Em "Rent-A-Girlfriend", o antipático personagem masculino parece um maluco covarde. Segundo Akira Toriyama, na construção de um roteiro para quadrinhos japoneses tudo deve ser exagerado, pois isso seria um elemento importante para a construção do mundo fictício, então, não estranho que o personagem principal dessa série seja um covarde que não possui nem controle do ato sexual. Entretanto, exageraram muito na dose, e acredito que assim irão afastar o público de seu personagem. Como homem, digo que não é assim como a obra mostra e, por isso, o enredo perdeu sua ligação para comigo como audiência. Não tem como se identificar com aquele cara, pois ele é, para ser bem exato, apenas um moleque. Outros já criticaram a obra pelo mesmo problema. 

Já as personagens femininas são problemáticas também. Uma, que se aproxima muito de uma figura que conheci, é a típica personagem que maltrata um namorado, mas basta ele aparecer com outra que ela fica circulando o casal, como um tubarão em busca de uma presa. E a outra é uma tsundere tão antipática quanto a primeira, mas pelo fato que ela trata tudo como um negócio. Lógico, para ela, é um negócio, pois ela é uma “namorada de aluguel” e recebe grana para fingir ser o que não é, mas exageram na dose. O enredo não dosou direito os comportamentos da série e, talvez, esteja entregando algo que não agradará quase ninguém.

Não tem como gostar dessa série com os três personagens principais tão antipáticos. Penso em abandonar essa série em breve. Vou dar uma chance ainda e, por enquanto, está levando uma nota 4.

Ciclo acadêmico e literário!

Ciclo acadêmico e literário Eu também possuo livros nessas duas vertentes literárias. Para o meu trabalho de conclusão de curso, bacharelado...