quarta-feira, 1 de abril de 2020

Nunca teremos uma reconciliação!




O "panelaço" que ocorreu no dia de ontem deixou claro que nunca existirá consenso entre nós e eles. É uma divisão parecida com a ruptura celeste, que separou os anjos em dois grupos. Quando jovem, ficava pensando se não haveria possibilidade de reconciliação, de paz e reunião nas regiões celestiais. Deus, então, mostrou com o socialismo que algumas reuniões não são possíveis. Será sempre: nós x eles.  Não adianta união a quem deseja entregar o país ao comunismo, que mata ricos e pobres. Que escraviza. Que tira a liberdade. Não tenho fé em uma reconciliação. Oro que Deus não abandone o Brasil.


O presidente Bolsonaro sempre será criticado. Não muito tempo atrás, ele foi criticado por defender um equilíbrio entre o combate ao covid-19 e a manutenção dos empregos. Ele não deseja que o pobre sofra, que o brasileiro sofra com a fome. E ele está lutando contra isso e contra quem está tentando fazer da pandemia uma crise política. Os malditos o atacaram. Governadores até disseram que ele deveria seguir recomendação da OMS, com ameça de corte internacional, como se fôssemos um país sem Constituição Federal, e sem protocolos. Então, veio a OMS e fez um discurso parecido, defendendo a manutenção dos empregos. Calaram-se? Não, pois o que eles desejam é desestabilizar o país e gerar crises diversas.




 Os brasileiros que não conseguem ver o esforço dele para nos proteger já estão tomados pelo ódio e, movidos pelo ódio, tornam-se irracionais. É possível fazer um touro enfurecido ouvir a razão? Não! 

Dias difíceis virão e a pandemia, quem diria, será apenas um pequeno peão nesse xadrez.  

Demon Lord

  Demon Lord M eu mundo é de trevas; I ntenso o momento; S ou rei que tudo pode; F arei o seu tormento; I rei destruir tudo; T odo o sofrime...