Pular para o conteúdo principal

Drops: Aho Girl & Animes dublados no CR!

Drops: Aho Girl & Rokka Dublado

Aho Girl

Esta série não é desta temporada e eu não fui muito fã de algumas piadas do animê, mas achei interessante um debate sobre uma coisa relacionada a ela. “Aho” é idiota em japonês, então, o animê se baseia em uma garota idiota. Ao terminar a série, eu me perguntei se ela era realmente idiota. Ela possui uma inteligência emocional muito forte, pois ela manipula os outros e faz com que todos, ou quase todos, sigam seus conselhos ou ideias; por exemplo, ela consegue até manipular uma professora. Isso me colocou em dúvida de quem seria o verdadeiro "aho". Olhem o exemplo abaixo. 




Animes dublados no Crunchyroll!


O Crunchyroll começou a dublar as séries em português. Veja um trailer antes do texto. 



Tem muitas maneiras de se julgar uma dublagem. Eu escolhi julgar baseado na interpretação e na harmonia. Interpretação é o fator que emite uma sensação através do tom da voz, transmitindo ao ouvinte as emoções do personagem dublado. Harmonia possui três fatores importantes: 1- A voz coincide com o personagem; 2- A voz é agradável; 3- O conjunto ocasiona equilíbrio.

Eu assisti um capítulo de Yamada (primeiro capítulo) e um capítulo de Rokka (último capítulo), sendo que posso afirmar que nestes dois quesitos, harmonia e interpretação, o trabalho passou com média. A interpretação está bacana e a harmonia está regular. Ainda destoa, pois o trabalho conjunto precisava engrenar melhor, isto é, o diretor-geral da dublagem deveria ter equilibrado um pouco melhor, por exemplo, os tons. No entanto, não percebi, nestes quesitos, nada grave. Tudo bem elaborado.

Como foi um trabalho inicial, existe um processo de “ajuste fino” pelo qual os problemas serão resolvidos. Dever-se-á colher dados sobre o que se errou e acertou e ajustar para futuras dublagens. Entretanto, espero que a dublagem continue, pois eles estão no caminho certo.  Abaixo mais detalhes segundo o IntoxiAnime:



Dados técnicos:
Estúdio Dubbing Company (Campinas)

Rokka



Adlet Mayer: Roberto Rodrigues
Nashetania Loei Piena Augustra: Gabriela Pellegrino
Fremy Speeddraw: Jessica Cardia
Hans Humpty: Gustavo Martinez
Goldov Auora: Renan Alonso
Chamot Rosso: Amanda Tavares
Maura Chester: Amanda Moreira


Yamada-kun to 7-nin no Majo



Ryu Yamada: Renan Alonso
Urara Shiraishi: Raissa Bueno
Toranosuke Miyamura: Renan Villela
Nene Odagiri: Jessica Cardia
Ushio Igarashi: Gustavo Martinez
Leona Miyamura: Amanda Moreira
Noa Takigawa: Beta Cinalli
Mikoto Asuka: Viviane Munuera


E aqui, para os jovens, deixo um exemplo da pior dublagem já realizada. E não é só minha opinião, é um consenso geral. Somente este gemido inicial já colocará vocês em agonia!




Postagens mais visitadas deste blog

Outros Papos Indica: O Cérebro que se Transforma

Norman Doidge é psiquiatra, psicanalista e pesquisador da Columbia University Center of Psychoanlytic Training and Research, em New York, e também psiquiatra da Universidade de Toronto (Canadá). Ele é o autor deste livro que indico a leitura. O livro, segundo o próprio editor, “reúne casos que detalham o progresso surpreendente de pacientes” que demonstram como o cérebro consegue ser plástico e mutável. Pacientes como Bárbara que, apesar da assimetria cerebral grave, na qual existia retardo em algumas funções e avanço em outras, conseguiu se graduar e pós-graduar. Um espanto para quem promove a teoria de que o cérebro humano é um órgão estático, com pouca ou nenhuma capacidade de se adaptar. “ Creio que a ideia de que o cérebro pode mudar sua própria estrutura e função por intermédio do pensamento e da atividade é a mais importante alteração em nossa visão desse órgão desde que sua anatomia fundamental e o funcionamento de seu componente básico, o neurônio, foram esboçados pela p

TOP 3 de séries que merecem remake!

 Existem muitas séries da década de 90, na minha opinião, que mereciam um remake (manter a obra original, apenas contando novamente a história, com a tecnologia atual disponível). Vou citar aqui 3 delas. Estas séries foram escolhidas, pois são séries que ainda mexem comigo, que ainda gosto e que ainda lembro delas como se tivesse as assistido ontem. Esse foi o critério de seleção para esse simples TOP 3, de séries da década de 90, que mereciam um remake.  Oh My Goddess A série mesmo começou em 1988, encerrando-se em 2014, contendo um total de 48 volumes. Ela entra na lista por conta do seu primeiro OVA, lançado em 1993, cabendo perfeitamente nessa lista. A animação realizada pelo studio AIC foi uma das mais belas que já vi e promoveu a criação de outras séries, sendo que a última, se não me engano, terminou em 2013, com outro OVA. Já se passaram quase 10 anos desde a sua conclusão. Um remake dessa série, contando-a do começo a o fim, seria uma ótima celebração. O mangá vendeu mais de 4

Antologia Scortecci 40 Anos!

Antologia para edição especial de aniversário de 40 anos da Scortecci editora, para a 26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo (2022) e, enfim, para ser a edição comemorativa dos 100 anos da Semana de Arte Moderna. Como as poesias já fazem parte desse blog, não faria sentido reescrevê-las, então, deixo aqui cópias das páginas da minha colaboração. Foi uma honra poder ter participado de tão nobre edição comemorativa. Obrigado pela oportunidade.     Primeira parte: Segunda parte: