Pular para o conteúdo principal

O belo vive!

 O Belo vive;  Sonhos na neve;  Alma limpa!

Tearmoon Empire (Episódios I e II) A dor e o sofrimento como ferramentas de mudança!

 Texto revisado pela ChatGPT-4


Tearmoon Empire (Episódios I e II)
A dor e o sofrimento como ferramentas de mudança.


 

Tearmoon Teikoku Monogatari: Dantoudai kara Hajimaru, Hime no Tensei Gyakuten Story - Pictures - MyAnimeList.net

Tenho evitado divulgar spoilers e, por isso, venho publicando meus textos algum tempo depois das datas de estreia das séries que pretendo analisar. Se você está aqui, seja bem-vindo. Caso não queira spoilers de uma série em andamento, sugiro que pare a leitura aqui. Obrigado!


Tearmoon Empire é uma série escrita por Nozomu e Mochitsuki e ilustrada por Gilse. A novel fez sua estreia no site Shosetsuka ni Naro e, posteriormente, começou a ser publicada pela TO Books, com distribuição internacional pela J-Novel Club. Além das novels, a série também foi adaptada para o formato de mangá, desenhado por Mizu e Morino e comercializado pela Comic Corona desde 2019. A trama acompanha Mia Luna Tearmoon, uma princesa ao estilo de Maria Antonieta, que é presa e executada por guilhotina devido a uma revolução impulsionada pela miséria de seu império e pelo envolvimento de outras nações. Milagrosamente, após sua execução, ela acorda em sua adolescência, em seu passado, com um diário descrevendo seu futuro sombrio e a determinação de evitar sua própria decapitação. Para quem não conhece, a execução de Maria Antonieta em 1793 foi um marco da Revolução Francesa e sinalizou o fim de uma era para toda a Europa. A série se inspira nesse contexto, abordando-o com humor e drama.


As religiões frequentemente apresentam pontos de vista similares sobre dor e sofrimento. Para muitas delas, o sofrimento é um caminho para a iluminação e o desenvolvimento espiritual do indivíduo. Eu não concordo integralmente com essa perspectiva, já que é conhecido que o sofrimento pode levar a traumas, problemas psicológicos, fobias e alterações de personalidade, muitas vezes graves. Contudo, quando a pessoa consegue superar essas adversidades, admito que sua evolução pode ser admirável. A transformação de um indivíduo através da dor tem sido o tema de diversas histórias e encanta aqueles que gostam de ver uma pessoa inicialmente mesquinha se tornar benevolente. Sim, confesso que é algo bonito de se ver, especialmente em filmes que abordam 'milagres de Natal', geralmente porque a transformação desses personagens acaba beneficiando outros que nos despertam empatia e simpatia. Esse tem sido um dos pontos fortes da série até o momento, nestes episódios tão envolventes.



“E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações, sabendo que a tribulação produz a paciência; e a paciência, a experiência; e a experiência, a esperança.” (Romanos 5:3-4)

 



Figura 2- Anne e a princesa!

 

A história revela que os três anos de sofrimento que Mia Luna passou na prisão, antes de ser sentenciada à morte, transformaram seu comportamento, tornando-a mais gentil e humana. É importante destacar que nem todos desenvolvem um lado mais humano através da dor; alguns se tornam verdadeiros psicopatas. Por isso, quando vejo um personagem que utiliza seu sofrimento como motivação para se tornar melhor, faço questão de elogiar. Esse é o caso da princesa Mia Luna. Suas tribulações lhe deram uma experiência que ela não descartou, e que agora a auxilia a enfrentar o horizonte tenebroso que se aproxima (a morte provocada por uma revolução).


A princesa, agora ciente de seu futuro e munida da experiência de ter sofrido tortura e cárcere, começa uma transformação interior notável. Isso fica evidente ao reencontrar Anne, uma serviçal leal, e mudar seu comportamento para melhor. Em uma cena humorística, Anne deixa cair um bolo, o último do castelo, e cai de cara nele. Mia, inicialmente furiosa, muda sua atitude ao reconhecer Anne, lembrando-se dela do futuro, e a abraça, agradecida por sua lealdade e gentileza. É um belo momento de amadurecimento, tão comovente quanto quando ela come um pão e chora, ponderando: 'Os pães sempre foram assim?', referindo-se às memórias de sua alimentação precária na prisão.


Mais adiante, ela visita um bairro pobre de seu reino e, enquanto outros cobrem o rosto pelo mau cheiro, ela não o faz. Sua experiência na prisão a acostumou com condições de higiene precárias. Isso impressiona um dos personagens que a acompanham, destacando mais uma cena de crescimento humano de Mia. Seu sofrimento na prisão foi tão intenso quanto o de Edmond Dantès, o Conde de Monte Cristo, e ambos usaram essa dor como trampolim para aprimorar-se.


Naturalmente, Mia Luna não é uma personagem perfeita. Ela ainda é ingênua, precisa de ajuda e é desligada. Ainda assim, sua evolução é cativante e digna de nota. O enredo também promete um confronto entre nações, já que é revelado que a revolução em seu reino contou com apoio externo. Isso é algo bastante realista, pois toda revolução é, de alguma forma, impulsionada por aqueles que se beneficiam dela.


Dou nota 10 para esta série pelos dois capítulos que abordam a impressionante revolução espiritual de uma personagem tão carismática. Como curiosidade, minha 'copilot' (a IA da Microsoft) apontou que essa história se baseia no conto 'A Princesa e o Mendigo', informação encontrada no site TV Tropes.


Quer assistir? A série está disponível no Crunchyroll! E abaixo, a bela e cativante abertura, que exala um tom positivo mas não deixa de sugerir futuros sombrios para a princesa.



 



Postagens mais visitadas deste blog

Boushoku no Berserk

Berserk of Gluttony: Uma Série Que É Meu "Pecado"! Boushoku no Berserk (Berserk of Gluttony) - Pictures - MyAnimeList.net Fate é um jovem que acreditava ter uma habilidade inútil chamada "Gula", que o mantinha constantemente faminto. Ele era um vassalo em uma casa de cavaleiros sagrados, onde era tratado com desdém, nutrindo uma paixão secreta pela cavaleira Roxy Hart. Ela destaca-se como a única guerreira nobre em um mundo dominado por cavaleiros que abusam de seu poder para oprimir o povo. Quando Fate acidentalmente mata um ladrão enquanto ajuda Roxy, ele descobre que sua habilidade de "Gula" vai além do que parecia. Esse evento o faz perceber os aspectos positivos e negativos de seu "pecado". Comprometido a proteger Roxy, ele decide usar seu poder em prol da casa daquela que sempre o tratou com humanidade e respeito. Baseada em uma novel escrita por Ichika Isshiki , com arte de fame , "Berserk of Gluttony" é serializada desde 2017,

Outros Papos indica: Japanese Noodles Udon Soba Kyoto Hyogo

 Saboreiem! Um canal dedicado à culinária japonesa! Se gostarem, se inscrevam lá!

Traduções ideológicas

Hoje, no blog, não farei recomendações, mas sim uma sugestão. Há uma controvérsia em torno de alterações indesejadas em traduções e legendas de obras japonesas. Se os próprios japoneses começassem a traduzir e legendar seus animes para o Ocidente, essas distorções poderiam ser evitadas. Pergunto-me por que, até agora, os japoneses ainda não optaram por legendarem eles mesmos e disponibilizarem à venda discos com suas obras legendadas em outros idiomas. Isso certamente eliminaria o ruído ideológico e, sem dúvida, eu seria um dos consumidores da mídia física lançada por eles, com legendas "feitas em casa". Na administração, aprendemos que devemos apresentar não apenas os problemas, mas também as soluções. Portanto, considero essa a solução para o problema das alterações ideológicas em obras orientais.