Pular para o conteúdo principal

Melhores aberturas da temporada!

Não vou entrar na questão da análise de conteúdo das animações desta temporada, apenas da qualidade das aberturas. Ainda estou estudando para ver se alguma animação será digna de receber o troféu Outros Papos de Melhor Animação da Temporada. O que busco em uma abertura, além de spoilers da série (rs), é adequação ao enredo, música e boa qualidade na animação. Liberdade artística e valor subjetivo também são levados em conta. Desta forma, estas são as melhores aberturas da temporada: 


 Hanebado! 
http://www.crunchyroll.com/hanebado

Sinopse CR: "Simulcast on Domingos 1:00pm -03
Despite her great potential, Ayano Hanesaki would rather avoid badminton than play it. But, when she meets Nagisa Aragaki, a third year who spends every waking moment perfecting her game, she’s inspired. Encouraged by their coach, Tachibana Kentarou, Ayano and Nagisa will hit the court and rally against opponents and rivals with amazing skills!"




Muito ângulos fechados, sombras e luz abundantes. Destaque para partes de um todo, que formam um quadro mais amplo. A música perfeitamente enquadrada no animus (espírito) da animação. Personagens mostrando força e  grande qualidade na arte e técnica do diretor. É a minha preferida!





Cells at work
http://www.crunchyroll.com/cells-at-work

Sinopse CR: "Simulcast on Sábados 1:30pm -03
This is a story about you. A tale about the inside of your body… According to a new study, the human body consists of approximately 37 trillion cells. These cells are hard at work every day within a world that is your body. From the oxygen carrying Red Blood Cells to the bacteria fighting White Blood Cells, Get to know the unsung heroes and the drama that unfolds inside of you!"



Essa série me deixou com uma sensação de nostalgia, pois lembra um pouquinho uma abertura de Ranma 1/2, o que me remeteu ás décadas de 80 e 90. A música é bonitnha, a animação, embora não com a mesma qualidade da primeira clocada desta lista, é boa e eficiente. Nos convida a assistir e é bem sucedida nisto. Ela, além disto, me traz a sensação de alegria que busco ultimamente nas animações. 





Black Cover
http://www.crunchyroll.com/black-clover


Sinopse CR: "Simulcast on Terças-feiras 7:25am -03
Num mundo onde magia é tudo, Asta e Yuno são abandonados em uma igreja no mesmo dia. Enquanto Yuno possui poderes mágicos excepcionais, Asta é a única pessoa do mundo todo desprovida desse dom. Aos quinze anos, ambos recebem grimórios - livros mágicos que amplificam os poderes do detentor. Asta recebe um raro grimório de anti-magia, capaz de negar e repelir os feitiços do oponente. Dois opostos que nutrem uma rivalidade amigável, Yuno e Asta estão prontos para encarar os mais difíceis desafios para conquistar seu sonho em comum: tornar-se o Rei dos Feiticeiros. Desistir não é opção!"

  


A série é mediana, o roteiro é manjado, mas, cara, como eles fazem aberturas e encerramentos decentes. Eu tiro meu chapéu para as aberturas da série. A desta temporada, por exemplo, é a abertura clássica, com pássaros voando, close nos personagens, cenas de luta e tudo empacotado/embalado com uma boa música pop. Tradicional! E competente, com certeza! Às vezes não é necessário fazer muita coisa, apenas apresentar os mesmos elementos de forma eficiente e esta abertura faz isso. 



Postagens mais visitadas deste blog

Outros Papos Indica: O Cérebro que se Transforma

Norman Doidge é psiquiatra, psicanalista e pesquisador da Columbia University Center of Psychoanlytic Training and Research, em New York, e também psiquiatra da Universidade de Toronto (Canadá). Ele é o autor deste livro que indico a leitura. O livro, segundo o próprio editor, “reúne casos que detalham o progresso surpreendente de pacientes” que demonstram como o cérebro consegue ser plástico e mutável. Pacientes como Bárbara que, apesar da assimetria cerebral grave, na qual existia retardo em algumas funções e avanço em outras, conseguiu se graduar e pós-graduar. Um espanto para quem promove a teoria de que o cérebro humano é um órgão estático, com pouca ou nenhuma capacidade de se adaptar. “ Creio que a ideia de que o cérebro pode mudar sua própria estrutura e função por intermédio do pensamento e da atividade é a mais importante alteração em nossa visão desse órgão desde que sua anatomia fundamental e o funcionamento de seu componente básico, o neurônio, foram esboçados pela p

TOP 3 de séries que merecem remake!

 Existem muitas séries da década de 90, na minha opinião, que mereciam um remake (manter a obra original, apenas contando novamente a história, com a tecnologia atual disponível). Vou citar aqui 3 delas. Estas séries foram escolhidas, pois são séries que ainda mexem comigo, que ainda gosto e que ainda lembro delas como se tivesse as assistido ontem. Esse foi o critério de seleção para esse simples TOP 3, de séries da década de 90, que mereciam um remake.  Oh My Goddess A série mesmo começou em 1988, encerrando-se em 2014, contendo um total de 48 volumes. Ela entra na lista por conta do seu primeiro OVA, lançado em 1993, cabendo perfeitamente nessa lista. A animação realizada pelo studio AIC foi uma das mais belas que já vi e promoveu a criação de outras séries, sendo que a última, se não me engano, terminou em 2013, com outro OVA. Já se passaram quase 10 anos desde a sua conclusão. Um remake dessa série, contando-a do começo a o fim, seria uma ótima celebração. O mangá vendeu mais de 4

Antologia Scortecci 40 Anos!

Antologia para edição especial de aniversário de 40 anos da Scortecci editora, para a 26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo (2022) e, enfim, para ser a edição comemorativa dos 100 anos da Semana de Arte Moderna. Como as poesias já fazem parte desse blog, não faria sentido reescrevê-las, então, deixo aqui cópias das páginas da minha colaboração. Foi uma honra poder ter participado de tão nobre edição comemorativa. Obrigado pela oportunidade.     Primeira parte: Segunda parte: