Pular para o conteúdo principal

PGR em Guerra!


Procuradoria-Geral da República em Guerra



Leiam a matéria da Isto É, que virou capa deste texto, sobre as gravações que estão em posse da equipe da Lava Jato. Em o “Jogo Político de Janot”, ficamos sabendo que Janot pode estar ultrapassando os limites éticos de sua profissão, para evitar que uma adversária venha a ser eleita a nova Procuradora-Geral da República. Segundo reportagem e áudios gravados, muitos procuradores comentam preocupações pelas ações de Janot em relação à eleição de Raquel, preferida do Temer.  Antes de tecer mais comentários, deixo um quadro abaixo explicando como se dá a eleição do Procurador-Geral da República.



CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL
TÍTULO IV - Da Organização dos Poderes (Redação da EC 80/2014)
CAPÍTULO IV - DAS FUNÇÕES ESSENCIAIS À JUSTIÇA (Redação da EC 80/2014)
Seção I - DO MINISTÉRIO PÚBLICO
Art. 128. O Ministério Público abrange:
II - os Ministérios Públicos dos Estados.
§ 1º - O Ministério Público da União tem por chefe o Procurador-Geral da República, nomeado pelo Presidente da República dentre integrantes da carreira, maiores de trinta e cinco anos, após a aprovação de seu nome pela maioria absoluta dos membros do Senado Federal, para mandato de dois anos, permitida a recondução.


No meu texto “E o áudio Foi alterado! Anulo Tudo que escrevi!”, após saber que o áudio de Joesley não tinha passado por perícia na Polícia Federal, apresentando inúmeros sinais de edição, eu apresentei 3 dúvidas minhas sobre o caso e a ação da PGR e do STF. A terceira questão tornou-se evidente após estes áudios. Escrevi: “Qual a intenção de Fachin e Janot  ao aceitarem esta prova falsa contra o Presidente da República, antes mesmo dela passar pela perícia da Polícia Federal e correr como loucos para abrirem inquérito contra o Temer? Que sede é essa que os fez correr para este pote de água suja entregue por Joesley?”.

Minhas perguntas parecem esclarecidas com o que a reportagem da Isto É revela. Tudo parece não passar de jogo político, por interesses próprios do Janot, pois o mesmo não deseja que Raquel se eleja nova Procuradora-Geral da República. Para atingir seus objetivos, segundo reportagem, Janot declarou guerra a todos, incluindo o Presidente da República que parece apoiar Raquel. Desse modo, Janot correu com as denúncias contra seus desafetos.

Conclusão

Caso fique mais comprovado que as ações de Janot são movidas por interesses pessoais, além de responder administrativamente, ele também responderá judicialmente por uso indevido do cargo. Isso ainda afetará ações futuras dele como Procurador-Geral da República podendo tornar nulos também atos passados dele. E isso afasta ainda mais as chances de Temer ser condenado, pois ele pode alegar que Janot usou do cargo para fins pessoais. Apesar de todos os indícios contra o Temer, ele ainda tem ferramentas para se sustentar. Pois é, isso é Brasil. Como Janot foi nomeado ao cargo por Dilma, o petismo deixa, mais uma vez, uma marca suja na história e ainda abala a reputação de uma nobre instituição brasileira e uma que eu respeito muito.   

Postagens mais visitadas deste blog

Outros Papos Indica: O Cérebro que se Transforma

Norman Doidge é psiquiatra, psicanalista e pesquisador da Columbia University Center of Psychoanlytic Training and Research, em New York, e também psiquiatra da Universidade de Toronto (Canadá). Ele é o autor deste livro que indico a leitura. O livro, segundo o próprio editor, “reúne casos que detalham o progresso surpreendente de pacientes” que demonstram como o cérebro consegue ser plástico e mutável. Pacientes como Bárbara que, apesar da assimetria cerebral grave, na qual existia retardo em algumas funções e avanço em outras, conseguiu se graduar e pós-graduar. Um espanto para quem promove a teoria de que o cérebro humano é um órgão estático, com pouca ou nenhuma capacidade de se adaptar. “ Creio que a ideia de que o cérebro pode mudar sua própria estrutura e função por intermédio do pensamento e da atividade é a mais importante alteração em nossa visão desse órgão desde que sua anatomia fundamental e o funcionamento de seu componente básico, o neurônio, foram esboçados pela p

TOP 3 de séries que merecem remake!

 Existem muitas séries da década de 90, na minha opinião, que mereciam um remake (manter a obra original, apenas contando novamente a história, com a tecnologia atual disponível). Vou citar aqui 3 delas. Estas séries foram escolhidas, pois são séries que ainda mexem comigo, que ainda gosto e que ainda lembro delas como se tivesse as assistido ontem. Esse foi o critério de seleção para esse simples TOP 3, de séries da década de 90, que mereciam um remake.  Oh My Goddess A série mesmo começou em 1988, encerrando-se em 2014, contendo um total de 48 volumes. Ela entra na lista por conta do seu primeiro OVA, lançado em 1993, cabendo perfeitamente nessa lista. A animação realizada pelo studio AIC foi uma das mais belas que já vi e promoveu a criação de outras séries, sendo que a última, se não me engano, terminou em 2013, com outro OVA. Já se passaram quase 10 anos desde a sua conclusão. Um remake dessa série, contando-a do começo a o fim, seria uma ótima celebração. O mangá vendeu mais de 4

Antologia Scortecci 40 Anos!

Antologia para edição especial de aniversário de 40 anos da Scortecci editora, para a 26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo (2022) e, enfim, para ser a edição comemorativa dos 100 anos da Semana de Arte Moderna. Como as poesias já fazem parte desse blog, não faria sentido reescrevê-las, então, deixo aqui cópias das páginas da minha colaboração. Foi uma honra poder ter participado de tão nobre edição comemorativa. Obrigado pela oportunidade.     Primeira parte: Segunda parte: