Pular para o conteúdo principal

OP indica um herói!

 Indicando mais um vídeo do canal do professor Bellei.

Crise Hospitalar em Porto Alegre!




Semana passada, eu tive uma crise aguda de gastroenterite, com direito a vômitos e diarreia fortes. Ainda estou me recuperando, por isso o texto desta semana será breve. Ainda me sinto fraco. O que a imagem acima ilustra é a crise hospitalar que acomete Porto Alegre e na qual quero tecer meus comentários.

O surto de gastroenterite começou fraco e foi ganhando força. O primeiro vômito foi às 23h00 e, já às 3h30 da manhã, estava a desmaiar. Durante essa evolução, minha mãe ligou para alguns hospitais, para saber como estava a urgência destas instituições, pois sabemos que eles fecham as urgências de acordo com a demanda. Todas estavam com período de espera de mais de 3 horas naquele dia. Apesar do protocolo de segurança me colocar com certa prioridade, não saberíamos se a avaliação seria seguida e quanto tempo de espera ainda teria pela frente. Chamamos, então, ajuda do Ecco Salva, que é uma empresa de urgência e emergência móvel. Se eles não conseguissem lidar com o caso, eu teria a chance de ser removido com segurança até o hospital mais próximo. Eles cuidaram bem do caso e, após às 5h00, eu já estava com a situação controlada e desmaiado de cansaço.

A situação, então, é esta em Porto Alegre: urgência e emergência com horas de espera para atendimento. E isso é horrível em muitos aspectos como, por exemplo, a capacidade de recuperação de um paciente e o risco de infecção da unidade. Para mim, que cheguei a um pouco mais de um ano de Brasília, isso é horrível também, pois, em Brasília, a espera por atendimento, em hospitais particulares, não passava de 40 minutos e o acompanhante ainda podia entrar com o paciente. Isso me choca muito. Ao observar este vídeo abaixo, de um pronto-atendimento construído em Canoas, a situação torna-se incompreensível. No vídeo, foi-nos revelado que o período para se criar uma unidade como aquela é de apenas 100 dias. Em 300 dias, poderiam construir 3 iguais, no mínimo!



Então, o que o governo e as empresas do setor estão fazendo para lidar com a situação? E se acontecer um acidente grave em um evento de grande público? É necessário que o governo tome uma atitude e negocie com as empresas no setor, para que esta situação saia deste risco à população e tenhamos atendimento rápido em urgências e emergências em Porto Alegre. Sei que em um ano, com um esforço dedicado, teremos a solução deste problema.


Postagens mais visitadas deste blog

Ghost in the Shell

Máquinas vivas; Um fantasma surge; O homem virtual. Ghost in the Shell está mais próximo do que pensamos! 

Boushoku no Berserk

Berserk of Gluttony: Uma Série Que É Meu "Pecado"! Boushoku no Berserk (Berserk of Gluttony) - Pictures - MyAnimeList.net Fate é um jovem que acreditava ter uma habilidade inútil chamada "Gula", que o mantinha constantemente faminto. Ele era um vassalo em uma casa de cavaleiros sagrados, onde era tratado com desdém, nutrindo uma paixão secreta pela cavaleira Roxy Hart. Ela destaca-se como a única guerreira nobre em um mundo dominado por cavaleiros que abusam de seu poder para oprimir o povo. Quando Fate acidentalmente mata um ladrão enquanto ajuda Roxy, ele descobre que sua habilidade de "Gula" vai além do que parecia. Esse evento o faz perceber os aspectos positivos e negativos de seu "pecado". Comprometido a proteger Roxy, ele decide usar seu poder em prol da casa daquela que sempre o tratou com humanidade e respeito. Baseada em uma novel escrita por Ichika Isshiki , com arte de fame , "Berserk of Gluttony" é serializada desde 2017,

Ciclos de revolução: A Quarta Revolução!

Ciclos de Revolução: A Quarta Revolução Revisão: ChatGPT Estamos vivenciando a quarta revolução industrial/tecnológica, e muito tem sido discutido sobre os potenciais danos que esta revolução pode causar ao tecido social, incluindo desemprego e outras adversidades. Procuro refletir sobre o futuro com base no passado, observando no presente os mesmos receios que nossos antepassados enfrentaram nas três revoluções industriais anteriores. Começo com uma conversa que tive com uma taxista, para então discorrer sobre algumas das revoluções passadas. Durante uma parada em uma lanchonete que estava instalando terminais de autoatendimento no último ano, tive uma conversa: “Taxista: --- Estão instalando essas máquinas para substituir trabalho humano. Muitos caixas estão perdendo seus empregos. Isso é o capitalismo! Eu: --- Por outro lado, a tecnologia, ao eliminar um posto de trabalho (caixa de atendimento), cria outras necessidades. A lanchonete precisará de profissionais para manutenção de sof