Pular para o conteúdo principal

OP indica um herói!

 Indicando mais um vídeo do canal do professor Bellei.

Poema: Guarda-me!

[caption id="attachment_366" align="aligncenter" width="450" caption="Excalibur"][/caption]

Guarda-me os caminhos por onde passarei! Passarei por trevas e escuridão, pois este é o caminho que escolhi trilhar. Guarda-me, pois com tuas orações! De nada vale a espada, se o espírito não acompanhar, com fé, o fio da lâmina. É tal qual espada de madeira, ou ferro enferrujado. Guarda-me para que meu espírito não se abata! Guarda-me com tuas orações para que, de noite, eu lembre de teu perfume e sinta-te perto de mim. Meu consolo é teu abraço e teus lábios a me esperar! Meu consolo é saber que este caminho tortuoso, e tenebroso, me levará rapidamente aos teus lençóis. Guarda-me assim como já guardei teu castelo e tua mocidade! Ansioso por ti estou, então, guarda-me!


 


Cotidiano


 


Aqui estou eu para explicar este poema! Ele faz parte da coleção “Poemas do Cavaleiro” que comecei a escrever algum tempo atrás. Eu adoro a época medieval e os textos românticos que de lá germinaram. Adoro histórias de cavaleiros, ao estilo capa e espada, e as relações entre o cavaleiro e a dama. Curiosamente, comecei a escrever nesse tema após acompanhar a série clássica de Sailor Moon quando esta passou na extinta Rede Manchete. O relacionamento do Darien e da Serena acabou por ressuscitar, em mim, este tipo de paixão.  Aqui embaixo está outro texto meu nessa mesma linha:


 


DIA DE VITÓRIA! (Poema-Conto do Cavaleiro. Laureado.)


 


    Caminhas em minha direção? Olha-me nos olhos e sorri? Será que, finalmente, percebestes que eu existo? Aproxima-te de mim com tanta leveza, que minha espada treme com tua presença. Abraça-me e chora em meu ombro. Gentilmente, eu a aceito.


 


— Por que choras?— Pergunto vacilante.


 


— Descobri teu amor. Vencida fui por tua determinação. Tua espada a me defender, tua habilidade a me proteger e tua honra a me preservar. Tu foste, para mim, um escudo, uma foice e um amigo.


 


— És gentil, princesa!  Mas sou vassalo e guerreiro. Tu és a mais bela do reino...


 


— Não te atrevas a desistir, ou recuar. Abri-te o meu coração e confessei-te o meu desejo. Não me recuses.


 


     Teus olhos firmes... não... há medo em teus olhos!  Medo que eu te rejeites? Pois devo, agora, confessar-te:


 


— Princesa! Em teus olhos vejo a convicção da nobreza e a beleza de tua natureza. Vejo além, pois vejo a insegurança de tua juventude e o medo de tua alma. Não te recusarias. Eu te aceito, mesmo que perca, com isso, o privilégio de cavaleiro.


 


    Os olhos dela se alegram. O toque de suas mãos me dá segurança e o meu toque lhe dá proteção. Esse dia foi o dia de vitória e, hoje, sei que tudo posso.


 




SETE, 1ª EDIÇÃO- Editora Litteris- RIO DE JANEIRO- 2005.


ISBN- 85-7640-070-7


CDD- 869.91


CDU- 821.134.3(81)-1



Postagens mais visitadas deste blog

Ghost in the Shell

Máquinas vivas; Um fantasma surge; O homem virtual. Ghost in the Shell está mais próximo do que pensamos! 

Boushoku no Berserk

Berserk of Gluttony: Uma Série Que É Meu "Pecado"! Boushoku no Berserk (Berserk of Gluttony) - Pictures - MyAnimeList.net Fate é um jovem que acreditava ter uma habilidade inútil chamada "Gula", que o mantinha constantemente faminto. Ele era um vassalo em uma casa de cavaleiros sagrados, onde era tratado com desdém, nutrindo uma paixão secreta pela cavaleira Roxy Hart. Ela destaca-se como a única guerreira nobre em um mundo dominado por cavaleiros que abusam de seu poder para oprimir o povo. Quando Fate acidentalmente mata um ladrão enquanto ajuda Roxy, ele descobre que sua habilidade de "Gula" vai além do que parecia. Esse evento o faz perceber os aspectos positivos e negativos de seu "pecado". Comprometido a proteger Roxy, ele decide usar seu poder em prol da casa daquela que sempre o tratou com humanidade e respeito. Baseada em uma novel escrita por Ichika Isshiki , com arte de fame , "Berserk of Gluttony" é serializada desde 2017,

Ciclos de revolução: A Quarta Revolução!

Ciclos de Revolução: A Quarta Revolução Revisão: ChatGPT Estamos vivenciando a quarta revolução industrial/tecnológica, e muito tem sido discutido sobre os potenciais danos que esta revolução pode causar ao tecido social, incluindo desemprego e outras adversidades. Procuro refletir sobre o futuro com base no passado, observando no presente os mesmos receios que nossos antepassados enfrentaram nas três revoluções industriais anteriores. Começo com uma conversa que tive com uma taxista, para então discorrer sobre algumas das revoluções passadas. Durante uma parada em uma lanchonete que estava instalando terminais de autoatendimento no último ano, tive uma conversa: “Taxista: --- Estão instalando essas máquinas para substituir trabalho humano. Muitos caixas estão perdendo seus empregos. Isso é o capitalismo! Eu: --- Por outro lado, a tecnologia, ao eliminar um posto de trabalho (caixa de atendimento), cria outras necessidades. A lanchonete precisará de profissionais para manutenção de sof