quarta-feira, 25 de abril de 2018

STF manobra para salvar condenados da Lava Jato!


STF rachado!

Já é de conhecimento público que temos dois tribunais diferentes dentro do STF. Um deles ainda preserva o equilíbrio do ordenamento jurídico, o outro destrói o que estiver à frente de sua intenção, até mesmo a segurança jurídica do país. Vou chamar este lado do STF de turminha vermelha.

Júlio M Oliveira na sua conta no Twitter: “A divisão do STF em turmas se tornou disfuncional. Quando uma turma discrepa intensamente da outra, as questões precisam ser uniformizadas no plenário ou a justiça vira uma loteria. Pior quando a turma diverge de si mesma, mudando de opinião a toda hora. Descrédito inevitável.” (@JMarcelo1000, 05:37 - 25 de abril de 2018)

Esta turminha[1], no dia de 24/04/2018, decidiu: “2ª Turma remete à Justiça Federal de SP termos de colaboração premiada de executivos da Odebrecht sobre despesas do ex-presidente Lula (...) O ministro (Toffoli) acrescentou que a investigação se encontra em fase embrionária, por isso sua decisão não firma, em definitivo, a competência do Juízo indicado. Assim, Toffoli votou pelo acolhimento dos embargos de declaração com efeitos modificativos, sendo seguido pelos ministros Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes, formando a maioria. O ministro Celso de Mello acompanhou o relator, ministro Fachin”.

A redação da Veja[2] resume bem a malandragem da turminha da Venezuela: “Segundo especialistas, os advogados do ex-presidente devem argumentar mais uma vez que Moro e a 13ª Vara Criminal de Curitiba não têm competência para julgar o caso do apartamento, sob a alegação de que não envolvem fatos diretamente relacionados ao esquema de corrupção instalado na Petrobras. Foi esse o argumento usado pela Segunda Turma nesta terça para tirar de Moro as colaborações da Odebrecht ligadas a Lula.”

Vamos desenhar para o golpe ficar mais claro? Veja este quadro do MBL para entender a malícia desta decisão.





E o espanto não para por aqui. Janaína Paschoal foi ler o voto do Toffoli e tomou um susto, pois ele usa embargos rejeitados para fundamentar a sua decisão de aceitar o embargo. A insanidade desta corte supera a hipocrisia.  Veja o que ela escreveu em sua conta no Twitter:




Então, resumindo, tiraram das mãos do Moro diversas delações, mesmo elas estando relacionadas com a Lava Jato, o triplex, o sítio e o terreno do Instituo Lula, com voto de um dos ministros no qual ele cita embargos rejeitados para aceitar o embargo interposto. Esta é a turminha vermelha, retirando a nossa segurança jurídica em defesa de um réu condenado e em prol de uma agenda comunista e corrupta.


Intervenção Militar

Neste vídeo da Joice, além de explicar com mais detalhes a loucura da turminha vermelha, ela já admite que pode pedir ajuda aos militares para conter a corrupção que está sendo defendida pelo STF.


 

E ela não é a única que está revoltada com esta manobra insana da turminha vermelha. Note a adesão ao desabafo de pessoas reconhecidas no Twitter, a quantidade de curtidas. Aqui o desabafo do General Paulo Chagas:



Aqui a reflexão do jornalista Guzzo:



Sim, eu também vejo que o caminho para salvar o Brasil da corrupção deverá passar, inevitavelmente, pela intervenção militar, caso os ministros do STF não consigam controlar seus pares.




[1] STF: http://portal.stf.jus.br/noticias/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=376360
[2] Veja: https://veja.abril.com.br/politica/stf-abre-caminho-para-anular-condenacao-de-lula-dizem-especialistas/