sexta-feira, 3 de março de 2017

Drops #7- Insanidade e Le Bistrot Gourmet


Drops #7- Incoerência de um louco e Le Bistrout Gourmet





Incoerência de um louco

Este é um pequeno desabafo sobre uma insanidade que ouvi. O princípio da Democracia é o poder emanado do povo que, através de sua vontade, escolhe pessoas para exercerem cargos públicos por um tempo determinado em lei. Isto significa que o povo escolhe quem deve reger algum cargo público.

Ouvi um absurdo. Que a OAB e o poder militar deveriam ter deixado a ex-presidente Dilma isolada, fazendo de Temer o regente real do governo. Ele, que diz que Temer é um golpista, prefere outro tipo de golpe. Um golpe brando, no qual a vontade popular é um mero coadjuvante. Ora, se aquela pessoa foi eleita para um cargo público, é evidente que ela deve exercer tal cargo, não ficando apenas como uma marionete nas mãos de um grupo oculto. Por mais incompetente que possa vir a ser, o cargo é dela, até que cometa crime e seja afastada após o devido processo legal. Entretanto, essa mentalidade não me espanta, pois é a mentalidade de quem gosta da Gestapo. Uma pessoa que não respeita a vontade do voto e não sabe o que é democracia.  



Le Bistrot Gourmet

Fui conhecer o Le Bistrot Gourmet. O restaurante é frequentado pela alta classe de Porto Alegre e isso me atraiu. Para resumir, o restaurante não me impressionou. A salada verde feio sem atrativo. O recipiente no qual ficam o açúcar e o adoçante estava com dois sachês abertos, o que demonstrou falta de cuidado para com a mesa. O prato principal estava bem preparado, muito bem preparado. O medalhão macio, a massa no ponto certo e a apresentação bonita, todavia, não tinha também a sobremesa que eu desejava. O prato principal não salvou a casa. Até agora em Porto Alegre: 1º- Puppi Bagio; 2º- Bah; 3º- Peppo Cucina; 4º- Le Bistrot Gourmet .