Pular para o conteúdo principal

O belo vive!

 O Belo vive;  Sonhos na neve;  Alma limpa!

Os Melhores Encerramentos!

Texto revisado via ChatGTP-4


Normalmente, não costumo elogiar encerramentos, pois eles tendem a ser mais simples. A lógica por trás de uma impressionante animação de abertura é capturar e prender a atenção do público que está prestes a assistir a uma série. Ela oferece detalhes da trama, cenas memoráveis e uma música tema, criando uma expectativa positiva e estimulando a audiência. Em contrapartida, os encerramentos geralmente são mais simples, uma vez que muitas pessoas perdem o interesse logo após o término do episódio e passam a fazer outras atividades. Por isso, os encerramentos são frequentemente vistos como uma etapa secundária no processo de animação.


Nesta temporada, no entanto, tivemos encerramentos muito bem elaborados e com toques criativos dignos de nota. Por isso, decidi destacar aqui aqueles que mais me surpreenderam. Muitos deles fazem referência a outras formas de arte visual.


Dr. Stone


Neste encerramento, vemos um artista criando uma obra com um material semelhante à areia. Ele usa luz e sombra para dar forma ao desenho, em uma técnica de arte com grãos (como a areia, por exemplo) que se destaca pela sua delicadeza e beleza impressionantes. Este encerramento lidera a minha classificação!






Frieren


Sem dúvida, o encerramento interpretado por milet é sensacional e harmoniza perfeitamente com essa outra obra de arte. O encerramento parece ter sido criado homenageando a técnica de "paper craft", que consiste em confeccionar bonecos tridimensionais de papel e dar-lhes a ilusão de movimento. Além disso, foi empregada uma técnica de recorte excepcional, com destaque especial para o momento em que flores, pétalas e plantas se unem para formar o belo rosto de Frieren. Este encerramento é verdadeiramente estupendo!




Tearmoon Empire


A série começa de forma impactante, mostrando uma princesa que é decapitada durante uma revolução popular. Ao estilo de Maria Antonieta, essa princesa enfrenta sofrimento e acaba morta. O encerramento pode não ser excepcional em termos de técnica, mas me tocou profundamente por fazer referência ao rio Aqueronte. Ela aparece em uma balsa, provavelmente logo após perder a cabeça, sendo conduzida, de acordo com a mitologia grega, ao inferno através desse rio. Isso é indicado pelo sofrimento que ela demonstra, uma característica comum a quem está navegando por esse rio, e pelo fato de estar descalça, que também simboliza fragilidade e sofrimento. Entretanto, o diretor não a mantém presa a essa situação. Rapidamente, ela começa a 'conversar' com seu 'eu passado', e sua expressão muda gradualmente até ela começar a sorrir. Achei essa transição muito sensível e, por isso, adorei esse encerramento.





Postagens mais visitadas deste blog

Boushoku no Berserk

Berserk of Gluttony: Uma Série Que É Meu "Pecado"! Boushoku no Berserk (Berserk of Gluttony) - Pictures - MyAnimeList.net Fate é um jovem que acreditava ter uma habilidade inútil chamada "Gula", que o mantinha constantemente faminto. Ele era um vassalo em uma casa de cavaleiros sagrados, onde era tratado com desdém, nutrindo uma paixão secreta pela cavaleira Roxy Hart. Ela destaca-se como a única guerreira nobre em um mundo dominado por cavaleiros que abusam de seu poder para oprimir o povo. Quando Fate acidentalmente mata um ladrão enquanto ajuda Roxy, ele descobre que sua habilidade de "Gula" vai além do que parecia. Esse evento o faz perceber os aspectos positivos e negativos de seu "pecado". Comprometido a proteger Roxy, ele decide usar seu poder em prol da casa daquela que sempre o tratou com humanidade e respeito. Baseada em uma novel escrita por Ichika Isshiki , com arte de fame , "Berserk of Gluttony" é serializada desde 2017,

Outros Papos indica: Japanese Noodles Udon Soba Kyoto Hyogo

 Saboreiem! Um canal dedicado à culinária japonesa! Se gostarem, se inscrevam lá!

Traduções ideológicas

Hoje, no blog, não farei recomendações, mas sim uma sugestão. Há uma controvérsia em torno de alterações indesejadas em traduções e legendas de obras japonesas. Se os próprios japoneses começassem a traduzir e legendar seus animes para o Ocidente, essas distorções poderiam ser evitadas. Pergunto-me por que, até agora, os japoneses ainda não optaram por legendarem eles mesmos e disponibilizarem à venda discos com suas obras legendadas em outros idiomas. Isso certamente eliminaria o ruído ideológico e, sem dúvida, eu seria um dos consumidores da mídia física lançada por eles, com legendas "feitas em casa". Na administração, aprendemos que devemos apresentar não apenas os problemas, mas também as soluções. Portanto, considero essa a solução para o problema das alterações ideológicas em obras orientais.