domingo, 9 de janeiro de 2022

Estou vivo e bem!

 Quero desejar a todos um ótimo início de ano e que 2022 possa nos trazer um ano de sucesso e portas abertas. Como sabem, eu estou em uma batalha contra uma doença incurável, mas tratável, que é a imunodeficiência comum variável (ICV), com defeito de subclasses no IgG. Podem pesquisar no blog, que mostrei até os exames. 

Achei que seria meu fim, pois o tratamento para lidar com as reações da doença é muito delicado e poderia, entre outras coisas, levar-me ao coma. Nesse meio tempo, retirei das costas dois tumores de pele benignos, totalizando 14 pontos nas costas, que não cicatrizaram e abriram. Por conta da ICV, e do diabetes, eles abriram, mostrando-me que eu não cicatrizo mais. Entretanto, considerando o que poderia ter sido, eu posso afirmar, parafraseando o apóstolo que "até aqui tem me ajudado o Senhor". 

E a jornada ainda está piorando. Luto hoje, ainda, com uma hérnia de disco na cervical e com  uma vesícula com padrão  de colesterolose, isto é, a um passo de se transformar em uma pedra. Tendo ICV, essas coisas que seriam simples, já não são tão simples assim. E ainda afirmo, amo a escrita, amo a Deus e amo a família. Sem Deus nada seria! 

Estou escrevendo para dizer isso aos que ainda estão aqui: estou vivo e, apesar de tudo, estou bem! Ainda não posso continuar com o blog, mas eu não abandonei meu amor tão fácil, como puderam ver por um único conto que editei no ano passado. Uma única atualização! Tentarei atualizar melhor aqui, mas sem muita frequência e até já elaboro um novo livro. 


Se posso viver, trabalhar irei. 

Se vivo estiver, no trabalhar prosperarei! 

Eu Escritor!

Participei da seleção de textos do projeto Apparere, da editora Perse, e estarei nas páginas da antologia com o texto abaixo. O texto foi pe...