Pular para o conteúdo principal

Sengoku Youko

Revisão: ChatGPT Sengoku Youko: Yonaoshi Kyoudai-hen (Sengoku Youko) - Pictures - MyAnimeList.net Sengoku Youko: Yonaoshi Kyoudai-hen é um animê que cativa com sua mistura de ação, fantasia e drama. Vamos explorar os aspectos positivos da série: 1. História e Premissa:    - O mundo de Sengoku Youko é dividido em duas facções: humanos e monstros chamados katawara. A protagonista, Tama, é uma katawara que ama os humanos e está disposta a protegê-los do mal, mesmo que isso signifique lutar contra os de sua própria espécie.    - Seu irmão, Jinka, tem uma visão oposta e nutre ódio pelos humanos, apesar de ser um deles. Essa dinâmica entre irmãos cria tensão e profundidade na narrativa.    - Quando o grupo descobre um plano para experimentar em humanos e transformá-los em monstros, eles se unem para enfrentar essa ameaça, mesmo que isso signifique enfrentar um exército inteiro de guerreiros. Sengoku Youko é um daqueles animes que engana, pois apresenta personagens de traços fofos e uma comé

Retorno à Netflix!


O retorno à Netflix



Ano passado, encerrei minha conta na Netflix por conta do apoio da empresa a projetos de incentivo ao @borto. Relembre o caso aqui.  


ACI Digital via Rádio Restauração[1]: “No primeiro semestre deste ano, a Netflix declarou apoio público ao @borto ao ameaçar com boicotes o estado norte-americano da Geórgia, que tinha acabado de aprovar uma nova lei em defesa da vida dos nascituros. Mas o boicote que a empresa multinacional experimentou de verdade foi contra si própria: segundo o jornalista espanhol Juanjo Romero, o último balanço trimestral da Netflix apresentou perda de 126 mil assinaturas nos Estados Unidos, contra um planejamento que previa ganhar 352 mil novos assinantes.

Quanto à projeção mundial, a Netflix estimava 4,8 milhões de novos assinantes no período, mas não passou dos 2,8 milhões.”


Fazendo uma analogia com o Código Processual Penal (CPP), salvo os devidos pesos, podemos dizer que houve o cumprimento de uma condenação. No Direito existe um dito jurídico que explica, de maneira bem resumida, o objetivo de uma condenação penal: “Ao mal do crime, o mal da pena”. Lógico que não houve uma condenação de fato. Não houve decisão judicial que fizesse a Netflix perder clientes, mas o maior juiz que existe é a sociedade e, dessa forma, suas ações podem ser consideradas como decisões jurídicas. Talvez até mais graves e poderosas que elas, pois, para uma decisão da sociedade não existe o sistema de “pesos e contrapesos” que equilibra os poderes e evita excessos. O povo é pleno. É tão poderoso que dá origem ao poder constituinte. É tão poderoso que faz impérios ruírem.  Na Constituição Americana: “Nós, o povo (...)”. E o povo não aceitou a conduta da Netflix naquela ocasião, fazendo-a perder clientes, recursos e o bom nome. Houve o erro e houve a resposta da sociedade ao erro, dando à Netflix um puxão de orelha.

Entretanto, passou-se um ano. Como não existe pena perpétua e condenação eterna (salvo os eventos Bíblicos que estão além do natural, ou seja, são eventos sobrenaturais), eu decidi retornar e assinei novamente o serviço de streaming. Acredito que a Netflix sentiu o peso de suas ações e que isso não se repetirá, portanto, apoiado na ideia de que a condenação precisa ter um peso justo, equivalente ao peso do crime cometido, ou seja, fazendo novamente uma analogia com o CPP, eu decidi que já era hora de retornar ao serviço. Assinei a Netflix novamente e, semana que vem, teremos uma recomendação de uma série que assisti via Netflix.

E, finalizando, essa situação deixou claro o conceito de boicote. Boicote é ação conjunta de indivíduos de uma sociedade que, achando que seus direitos foram violados, agem de maneira voluntária para punir as empresas, grupos ou pessoas, que feriram seus direitos. Muitas vezes, instrumentos de boicote são: cancelamento de assinaturas, abaixo-assinados e, poucas vezes, ações judiciais para pedir reparação de danos (morais ou materiais). Já a censura é uma ordem governamental na intenção de calar, ou impedir, a veiculação de informações. Enquanto um boicote não proíbe que algo venha a ser mostrado, a censura o faz.  




Entretanto, estou sempre em alerta, pois a senhora Memória tudo guarda e nada esquece!   




[1] Leia aqui: <https://radiorestauracao.com/noticia/520527/netflix-perde-clientes-por-apoiar-aborto>

Postagens mais visitadas deste blog

Ghost in the Shell

Máquinas vivas; Um fantasma surge; O homem virtual. Ghost in the Shell está mais próximo do que pensamos! 

Boushoku no Berserk

Berserk of Gluttony: Uma Série Que É Meu "Pecado"! Boushoku no Berserk (Berserk of Gluttony) - Pictures - MyAnimeList.net Fate é um jovem que acreditava ter uma habilidade inútil chamada "Gula", que o mantinha constantemente faminto. Ele era um vassalo em uma casa de cavaleiros sagrados, onde era tratado com desdém, nutrindo uma paixão secreta pela cavaleira Roxy Hart. Ela destaca-se como a única guerreira nobre em um mundo dominado por cavaleiros que abusam de seu poder para oprimir o povo. Quando Fate acidentalmente mata um ladrão enquanto ajuda Roxy, ele descobre que sua habilidade de "Gula" vai além do que parecia. Esse evento o faz perceber os aspectos positivos e negativos de seu "pecado". Comprometido a proteger Roxy, ele decide usar seu poder em prol da casa daquela que sempre o tratou com humanidade e respeito. Baseada em uma novel escrita por Ichika Isshiki , com arte de fame , "Berserk of Gluttony" é serializada desde 2017,

Ciclos de revolução: A Quarta Revolução!

Ciclos de Revolução: A Quarta Revolução Revisão: ChatGPT Estamos vivenciando a quarta revolução industrial/tecnológica, e muito tem sido discutido sobre os potenciais danos que esta revolução pode causar ao tecido social, incluindo desemprego e outras adversidades. Procuro refletir sobre o futuro com base no passado, observando no presente os mesmos receios que nossos antepassados enfrentaram nas três revoluções industriais anteriores. Começo com uma conversa que tive com uma taxista, para então discorrer sobre algumas das revoluções passadas. Durante uma parada em uma lanchonete que estava instalando terminais de autoatendimento no último ano, tive uma conversa: “Taxista: --- Estão instalando essas máquinas para substituir trabalho humano. Muitos caixas estão perdendo seus empregos. Isso é o capitalismo! Eu: --- Por outro lado, a tecnologia, ao eliminar um posto de trabalho (caixa de atendimento), cria outras necessidades. A lanchonete precisará de profissionais para manutenção de sof