Pular para o conteúdo principal

Vassalos do preso! Lula e o TSE!


Desabafo

Decidi fazer um texto curto, porém, não consegui êxito nisto. Em 29/06/2018, em minha conta no Twitter, eu notei uma possível estratégia da defesa de Lula que poderia ser usada. Replico aqui a mensagem que deixei lá.


É, meus amigos, se o golpe dos três patetas não tivesse ocorrido (veja “A Prevaricação de Favreto[1]”) este poderia ter sido nosso susto maior durante a Copa do Mundo de 2018. Como eles se atrapalharam com a matéria do HC, acabaram por queimar esta possibilidade. Ainda bem! Esta estratégia de recurso seria mais difícil de se enfrentar, pois viria do STF e causaria um dano ainda maior para a imagem da Justiça e do ordenamento jurídico.

Como meus olhos estavam voltados para o STF, e o plantonista Toffoli, eu nem percebi a ameaça que estava no plantão do TRF 4. Ameaça esta que nos gerou um domingo estressante. Devemos agradecer que eles erraram feio e não usaram o STF para este fim. Se um desembargador plantonista já efetuou um estrago monstruoso, imagine se isto viesse de um ministro do STF? Seria algo como o Marco Aurélio soltando um traficante (ops). 



O Futuro

O que poderia livrar o Brasil de outros golpes semelhantes é algo parecido com o pedido que o MBL[2] fez para o TSE já tornar Lula inelegível. Pedido este que foi extinto pela ministra Rosa Weber que, segundo o site do TSE:

"A presidente em exercício do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, não conheceu do pedido feito pelo Movimento Brasil Livre (MBL) para declarar a inelegibilidade de Luiz Inácio Lula da Silva. Em decisão proferida nesta quarta-feira (18), a ministra extingue a arguição de inelegibilidade sem resolução do mérito.
Segundo a ministra, o “pedido de exclusão de candidato” foi apresentado por meio de 'instrumento procedimental atípico, oriundo de agente falho de legitimação, fora do intervalo temporal especificamente designado pela lei para tanto'. Ela destacou ainda que a ação é genérica, apresentada por coordenadores de movimento social antes do início do período legalmente destinado à oficialização das candidaturas."

O que isto quer dizer? Em primeiro momento, esta decisão não informa que Lula está, ou não, apto a concorrer, uma vez que não houve análise de mérito. O que ela aponta em sua decisão é que o pedido foi feito fora de tempo, por agente desconhecido e através de pedido atípico. Sobre a questão do mérito, a juíza Carolina Lebbos[3], em despacho negando que Lula fosse entrevistado na cadeia, afirmou que o réu está inelegível pela Lei da Ficha Limpa, já o procurador Luiz Carlos dos Santos Gonçalves[4] possui o mesmo entendimento, portanto, existe um consenso quanto ao tema, mas tudo que envolve Lula é complicado, pois ele tem asseclas em várias camadas da máquina estatal.  

Segundo o Antagonista[5], o pedido do MBL ainda teria chances de sucesso, pois tinha caído nas mãos de Admar Gonzaga, que é linha dura nesta questão. Quanto ao tema, eu acredito que irão negar a elegibilidade do registro de candidatura do réu, em seu devido tempo, mas não antes de muita luta por parte dos vassalos do “ditador preso”. Aos poucos, o Brasil vai se tornando mais forte, mas, até outubro, teremos que vigiar constantemente.

Não vote em comunista. Vamos evitar a perpetuação destes criminosos no poder!







[1] Outros Papos:
<http://www.outrospapos.com/2018/07/prevaricacao-de-favreto.html>
[2] Veja:
<https://veja.abril.com.br/brasil/mbl-pede-para-tse-determinar-ja-inelegibilidade-de-lula/>
[3] Correio:
<https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2018/07/11/interna_politica,694381/juiza-diz-que-lula-esta-inelegivel-e-nega-pedidos-de-entrevista.shtml>
[4] Antagonista:
<https://www.oantagonista.com/brasil/lula-ja-esta-inelegivel/>
[5] Antagonista:
<https://www.oantagonista.com/brasil/acao-mbl-contra-candidatura-de-lula-cai-nas-maos-de-admar-gonzaga/>

Postagens mais visitadas deste blog

Outros Papos Indica: O Cérebro que se Transforma

Norman Doidge é psiquiatra, psicanalista e pesquisador da Columbia University Center of Psychoanlytic Training and Research, em New York, e também psiquiatra da Universidade de Toronto (Canadá). Ele é o autor deste livro que indico a leitura. O livro, segundo o próprio editor, “reúne casos que detalham o progresso surpreendente de pacientes” que demonstram como o cérebro consegue ser plástico e mutável. Pacientes como Bárbara que, apesar da assimetria cerebral grave, na qual existia retardo em algumas funções e avanço em outras, conseguiu se graduar e pós-graduar. Um espanto para quem promove a teoria de que o cérebro humano é um órgão estático, com pouca ou nenhuma capacidade de se adaptar. “ Creio que a ideia de que o cérebro pode mudar sua própria estrutura e função por intermédio do pensamento e da atividade é a mais importante alteração em nossa visão desse órgão desde que sua anatomia fundamental e o funcionamento de seu componente básico, o neurônio, foram esboçados pela p

TOP 3 de séries que merecem remake!

 Existem muitas séries da década de 90, na minha opinião, que mereciam um remake (manter a obra original, apenas contando novamente a história, com a tecnologia atual disponível). Vou citar aqui 3 delas. Estas séries foram escolhidas, pois são séries que ainda mexem comigo, que ainda gosto e que ainda lembro delas como se tivesse as assistido ontem. Esse foi o critério de seleção para esse simples TOP 3, de séries da década de 90, que mereciam um remake.  Oh My Goddess A série mesmo começou em 1988, encerrando-se em 2014, contendo um total de 48 volumes. Ela entra na lista por conta do seu primeiro OVA, lançado em 1993, cabendo perfeitamente nessa lista. A animação realizada pelo studio AIC foi uma das mais belas que já vi e promoveu a criação de outras séries, sendo que a última, se não me engano, terminou em 2013, com outro OVA. Já se passaram quase 10 anos desde a sua conclusão. Um remake dessa série, contando-a do começo a o fim, seria uma ótima celebração. O mangá vendeu mais de 4

Antologia Scortecci 40 Anos!

Antologia para edição especial de aniversário de 40 anos da Scortecci editora, para a 26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo (2022) e, enfim, para ser a edição comemorativa dos 100 anos da Semana de Arte Moderna. Como as poesias já fazem parte desse blog, não faria sentido reescrevê-las, então, deixo aqui cópias das páginas da minha colaboração. Foi uma honra poder ter participado de tão nobre edição comemorativa. Obrigado pela oportunidade.     Primeira parte: Segunda parte: