Pular para o conteúdo principal

OP indica TBS no Youtube

Revisão: ChatGPT A Salad Bowl of Eccentrics! Indico mais um canal japonês com uma abertura realmente boa, embora não tenha conseguido uma posição de destaque na minha lista. Ela é divertida e um tanto alucinada. Achei criativo como os personagens animados interagem com o ambiente real, chegando a interferir nas funções de algumas máquinas. Também gostei muito do segmento ao estilo detetive/investigação policial que apresenta alguns personagens. É bastante excêntrico ver uma personagem feminina cantando um trecho da abertura, mas a voz que se ouve é do cantor oficial. Sem dúvida, é uma abertura muito criativa! Está sendo uma temporada bastante criativa! Ah, OP é Outros Papos! 【Elenco】 Sousuke Kaburaya: Makoto Furukawa Sara da Odin: Hina Yano Livia de Uudis: M・A・O Puriketsu: Haichi Daichi Mikami Moe: Akane Fujita Brenda Aizaki: Manami Numakura Yuna Naganawa: Yuuki Takada Haruka Kinoe: Mizuki Mano Isao Kusanagi: Yoji Ueda Takeo: Shinnosuke Tachibana Suzuki: Kousuke Toriumi 【Músicas Temáti

Carta contra o aborto!


Carta contra o aborto!

Venho me manifestar nesta discussão sobre o aborto ser legalizado no Brasil. A discussão tem, em síntese, a problemática de que a mulher possui direito ao seu corpo e, portanto, direito ao que bem entender, ao que bem quiser fazer com ele. Esta liberdade entra em conflito direto com outro bem tutelado pela nossa Constituição Federal, que é o direito à vida. Para evitar tal conflito, quem defende o aborto tenta associar à sua causa a ideia de que o feto não tem vida até algumas semanas após sua fecundação.

Vida
Feto não tem vida?

A enciclopédia Britannica[1] informa o que a ciência considera como ser vivo:  um ser vivo é qualquer organismo que tem vida. Os animais, as plantas, os fungos, as algas, os protozoários, as bactérias e os vírus são seres vivos. Os cientistas já descobriram cerca de 1,5 milhão de tipos diferentes de seres vivos na Terra”.

Um ser bacteriano, que é um ser unicelular, procarionte, e que pertence ao Reino Monera, é considerado um ser vivo pela biologia. E é um organismo sem centro nervoso central ou periférico. Considerando o exemplo dos unicelulares, já fica claro que a ideia de que “um feto não tem vida” não prospera. Além do potencial para a vida, o feto é um ser vivo. Bioética - Novo conceito a caminho do consenso por Hubert Lepargneur: “concordamos em reconhecer que embrião ou feto é um ser vivo da espécie humana e como tal merece um cuidado ou respeito devido à dignidade pessoal”.

A ciência nos promove este importante esclarecimento: o feto é um ser vivo, possui DNA humano e se desenvolverá em um bebê! Desta maneira, a questão do aborto já passa da questão do “meu corpo, minhas regras”, pois implica na transgressão/proibição do direito de existir de outra pessoa. Zigoto, embrião, feto... são fases de desenvolvimento do ser humano, nos quais uma vida está se desenvolvendo.





A Defesa da Vida

“Art. 5º. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade.”

Então, sim, temos um atrito entre dois direitos fundamentais. O direito à vida do bebê e o direito de liberdade da mãe. Qual destes tem maior peso na nossa Constituição? O direito à vida, pois, sem ele, não existiriam os demais direitos. Paulo Gustavo Gonet Branco, citado por Paula Gabriella Ribeiro Dorigatti[2]: “A existência humana é o pressuposto elementar de todos os demais direitos e liberdades disposto na Constituição e que esses direitos têm nos marcos da vida de cada indivíduo os limites máximos de sua extensão concreta. O direito à vida é a premissa dos direitos proclamados pelo constituinte; não faria sentido declarar qualquer outro se, antes, não fosse assegurado o próprio direito estar vivo para usufruí-lo. O seu peso abstrato, inerente à sua capital relevância, é superior a todo outro interesse”.

Assim como a existência humana inicia-se na fertilização, o direito à vida e a proteção das leis iniciam-se na fertilização também. Questão semelhante a esta foi tratada por Thiago Baldani Gomes de Filippo[3]: “Com isso, os nascituros têm direitos ou, pelo menos, direito a ter direitos, o que implica no reconhecimento, como regra, da ilicitude das interrupções voluntárias de gestações. A possibilidade do exercício da tutela penal, ainda que se trate de vida intrauterina, decorre da essencialidade desse bem, de incontestável valor, que deve ser inviolável desde a sua origem. Conferir às gestantes o direito absoluto ao aborto, de modo a compreender que os fetos sejam simples partes de seu corpo, equivale a conferir-lhes o poder de vida e morte sobre terceiros, medida que se choca com qualquer sistema jurídico que deposite no ser humano a sua centralidade”.


Conclusão

Concluo pedindo pela proteção da vida do bebê em desenvolvimento e fazendo minha as palavras de Alexandre de Moraes, também citado por Paula Gabriella: “O início dessa preciosa garantia individual deverá ser dado pelo biólogo, cabendo ao jurista, tão somente, dar-lhe o enquadramento legal, e, “do ponto de vista biológico, não há dúvida de que a vida se inicia com a fecundação do óvulo pelo espermatozóide, resultando um ovo ou zigoto. Assim o demonstram os argumentos colhidos na Biologia. A vida viável começa, porém, com a nidação, quando se inicia a gravidez...e assegura, ninguém pode ser privado arbitrariamente de sua vida”.







[1] Britannica: <https://escola.britannica.com.br/levels/fundamental/article/ser-vivo/481759>
[2] Âmbito Jurídico:
 <http://www.ambito-juridico.com.br/site/?n_link=revista_artigos_leitura&artigo_id=17585&revista_caderno=9>
[3] Conjur: <https://www.conjur.com.br/2016-dez-18/thiago-filippo-vida-feto-prevalece-liberdade-abortar>

Postagens mais visitadas deste blog

Ghost in the Shell

Máquinas vivas; Um fantasma surge; O homem virtual. Ghost in the Shell está mais próximo do que pensamos! 

Boushoku no Berserk

Berserk of Gluttony: Uma Série Que É Meu "Pecado"! Boushoku no Berserk (Berserk of Gluttony) - Pictures - MyAnimeList.net Fate é um jovem que acreditava ter uma habilidade inútil chamada "Gula", que o mantinha constantemente faminto. Ele era um vassalo em uma casa de cavaleiros sagrados, onde era tratado com desdém, nutrindo uma paixão secreta pela cavaleira Roxy Hart. Ela destaca-se como a única guerreira nobre em um mundo dominado por cavaleiros que abusam de seu poder para oprimir o povo. Quando Fate acidentalmente mata um ladrão enquanto ajuda Roxy, ele descobre que sua habilidade de "Gula" vai além do que parecia. Esse evento o faz perceber os aspectos positivos e negativos de seu "pecado". Comprometido a proteger Roxy, ele decide usar seu poder em prol da casa daquela que sempre o tratou com humanidade e respeito. Baseada em uma novel escrita por Ichika Isshiki , com arte de fame , "Berserk of Gluttony" é serializada desde 2017,

Ciclos de revolução: A Quarta Revolução!

Ciclos de Revolução: A Quarta Revolução Revisão: ChatGPT Estamos vivenciando a quarta revolução industrial/tecnológica, e muito tem sido discutido sobre os potenciais danos que esta revolução pode causar ao tecido social, incluindo desemprego e outras adversidades. Procuro refletir sobre o futuro com base no passado, observando no presente os mesmos receios que nossos antepassados enfrentaram nas três revoluções industriais anteriores. Começo com uma conversa que tive com uma taxista, para então discorrer sobre algumas das revoluções passadas. Durante uma parada em uma lanchonete que estava instalando terminais de autoatendimento no último ano, tive uma conversa: “Taxista: --- Estão instalando essas máquinas para substituir trabalho humano. Muitos caixas estão perdendo seus empregos. Isso é o capitalismo! Eu: --- Por outro lado, a tecnologia, ao eliminar um posto de trabalho (caixa de atendimento), cria outras necessidades. A lanchonete precisará de profissionais para manutenção de sof