Pular para o conteúdo principal

Drops: Mixer & Xbox Interativo!


Drops: Mixer & Xbox Interativo

Desde que iniciei com os drops, eu tenho me concentrado em canais no YouTube, porém, acredito que isto mudará começando por este dia. Tenho testado uma nova plataforma e a tenho achado incrível e, através desta plataforma, conheci um canal muito interessante.



Mixer
https://mixer.com/about/story

O Mixer é o antigo BEAM. A história deles, em inglês, “In our first 2 years, we revolutionized streaming, bringing the viewers closer than ever to their favorite streamers with sub-second latency and truly interactive buttons. We won the Startup Battlefield challenge, and surprised everyone with our growth. In 2016, we joined Team Xbox, and have since introduced native Windows streaming, better interactive controls, and the first native co-streaming. Now as Mixer, we will continue to lead the industry with community-first features, focusing on enhancing the experience for viewers and streamers all over the world. Mixer life is all about bringing friends together for a great time. You in?” Focando em um serviço de streaming que leva a audiência a ter um maior contato com o produtor do conteúdo (chat, compras, assinaturas e, posteriormente, compartilhamento do controle) este serviço é um dos mais competentes e agradáveis. E o tempo de latência é realmente baixo.



Xbox Interativo
https://mixer.com/Xboxinterativo

E dentro desta plataforma, eu acabei encontrando um canal chamado Xbox Interativo. Segundo Bruno Arruda, da agência WTF, o canal teve sua origem nos EUA, com o objetivo de transmitir gameplays para o comércio varejista. O consumidor entra na página, assiste uma gameplay, e decide se deve comprar o jogo.

Com o sucesso da empreitada, a Microsoft decidiu por trazer o programa para cá. Uma vez que o Xbox possui uma grande comunidade brasileira, faz muito sentido. Em parceria com a agência WTF, que também produz o Inside Xbox (YouTube), eles transmitem 8 horas por dia, de segunda a sexta, começando 10 horas da manhã e terminando às 18 horas. Existe intervalo de almoço e de um lanchinho da tarde também. São 5 apresentadores que se revezam.

E o que me atraiu neste canal? Primeiro, gameplay de qualidade. Eu comecei a acompanhar o State of Decay 2 e vi muita interatividade com a audiência, cordialidade, e bom desempenho no jogo. Jogar bem, acompanhar o chat, interagir e manter o público atento ao que acontece na tela é difícil e todos os apresentadores conseguem isto com êxito. Em segundo lugar, o chat e o pessoal que interage com os streamers. Muita gente legal, que está ali passando um tempo, fugindo do trabalho (rs) ou descansando! Em terceiro lugar, poder conhecer novos jogos a cada semana.

Quer conhecer? Assista esta gameplay e venha se inscrever no canal!


Postagens mais visitadas deste blog

Outros Papos Indica: O Cérebro que se Transforma

Norman Doidge é psiquiatra, psicanalista e pesquisador da Columbia University Center of Psychoanlytic Training and Research, em New York, e também psiquiatra da Universidade de Toronto (Canadá). Ele é o autor deste livro que indico a leitura. O livro, segundo o próprio editor, “reúne casos que detalham o progresso surpreendente de pacientes” que demonstram como o cérebro consegue ser plástico e mutável. Pacientes como Bárbara que, apesar da assimetria cerebral grave, na qual existia retardo em algumas funções e avanço em outras, conseguiu se graduar e pós-graduar. Um espanto para quem promove a teoria de que o cérebro humano é um órgão estático, com pouca ou nenhuma capacidade de se adaptar. “ Creio que a ideia de que o cérebro pode mudar sua própria estrutura e função por intermédio do pensamento e da atividade é a mais importante alteração em nossa visão desse órgão desde que sua anatomia fundamental e o funcionamento de seu componente básico, o neurônio, foram esboçados pela p

TOP 3 de séries que merecem remake!

 Existem muitas séries da década de 90, na minha opinião, que mereciam um remake (manter a obra original, apenas contando novamente a história, com a tecnologia atual disponível). Vou citar aqui 3 delas. Estas séries foram escolhidas, pois são séries que ainda mexem comigo, que ainda gosto e que ainda lembro delas como se tivesse as assistido ontem. Esse foi o critério de seleção para esse simples TOP 3, de séries da década de 90, que mereciam um remake.  Oh My Goddess A série mesmo começou em 1988, encerrando-se em 2014, contendo um total de 48 volumes. Ela entra na lista por conta do seu primeiro OVA, lançado em 1993, cabendo perfeitamente nessa lista. A animação realizada pelo studio AIC foi uma das mais belas que já vi e promoveu a criação de outras séries, sendo que a última, se não me engano, terminou em 2013, com outro OVA. Já se passaram quase 10 anos desde a sua conclusão. Um remake dessa série, contando-a do começo a o fim, seria uma ótima celebração. O mangá vendeu mais de 4

Antologia Scortecci 40 Anos!

Antologia para edição especial de aniversário de 40 anos da Scortecci editora, para a 26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo (2022) e, enfim, para ser a edição comemorativa dos 100 anos da Semana de Arte Moderna. Como as poesias já fazem parte desse blog, não faria sentido reescrevê-las, então, deixo aqui cópias das páginas da minha colaboração. Foi uma honra poder ter participado de tão nobre edição comemorativa. Obrigado pela oportunidade.     Primeira parte: Segunda parte: