Pular para o conteúdo principal

Almanaque da Cultura Pop Japonesa- Nova Edição e Sorteio

Almanaque da Cultura Pop Japonesa

Alexandre Nagado é um profissional completo, pois é editor, desenhista, redator, palestrante e profundo conhecedor do mundo cultural japonês. Como todo brasileiro antes da internet em banda larga, eu usava várias revistas para saciar minha sede por informações sobre séries e profissionais japoneses, tais como Herói e Henshin. Nestas revistas, eu conheci e comecei a respeitar o trabalho dele. Nagado é, como mostra seu portfólio, amplo conhecedor da cultura popular japonesa.



E a editora Kimera trouxe de volta, revisto e atualizado, o Almanaque da Cultura Pop Japonesa que, segundo o Nagado, é “uma compilação de artigos e matérias assinadas pelo redator Alexandre Nagado ao longo de mais de 20 anos, especialmente na revista Herói e no site Omelete. O foco do Almanaque é no fator nostalgia (especialmente anos 60 a 90), com muita informação pesquisada arduamente em tempos anteriores à internet”; Nagado complementa: “Além da nova capa, revisão ortográfica e correção de algumas informações, há algumas diferenças marcantes entre esta edição e a original:
- Os textos sobre J-pop e a revista Shonen Jump foram substituídos por outros mais recentes, maiores e com mais conteúdo.
- Foram incluídos textos sobre Lion Man, Cybercop, Cavaleiros do Zodíaco - Prólogo do Céu e Ultraman X. Os três primeiros haviam ficado de fora da primeira edição por falta de espaço e o último foi escrito em 2015 para o UOL.
- Em quase todas as matérias, há um bloco de texto no final chamado "Nota do autor". É lá que eu atualizo as informações no contexto ou coloco impressões bem pessoais sobre a série ou personagem abordado”.

A obra, então, torna-se importante para leitores de todas as idades que desejam se aprofundar na cultura popular japonesa, ou rever algumas matérias sobre seriados saudosos. Se você é estudante de Comunicação Social, Artes ou Sociologia, eu recomendo este livro para aprofundar seu conhecimento sobre o produto midiático japonês. E ainda está em tempo de participar de uma promoção que está sendo gerenciada pelo canal Tokudoc. Corre lá! Vou deixar os links abaixo, junto com algumas imagens!

Promoção em parceria com o canal Tokudoc no Facebook.



Compre no site da editora Kimera




Postagens mais visitadas deste blog

Outros Papos Indica: O Cérebro que se Transforma

Norman Doidge é psiquiatra, psicanalista e pesquisador da Columbia University Center of Psychoanlytic Training and Research, em New York, e também psiquiatra da Universidade de Toronto (Canadá). Ele é o autor deste livro que indico a leitura. O livro, segundo o próprio editor, “reúne casos que detalham o progresso surpreendente de pacientes” que demonstram como o cérebro consegue ser plástico e mutável. Pacientes como Bárbara que, apesar da assimetria cerebral grave, na qual existia retardo em algumas funções e avanço em outras, conseguiu se graduar e pós-graduar. Um espanto para quem promove a teoria de que o cérebro humano é um órgão estático, com pouca ou nenhuma capacidade de se adaptar. “ Creio que a ideia de que o cérebro pode mudar sua própria estrutura e função por intermédio do pensamento e da atividade é a mais importante alteração em nossa visão desse órgão desde que sua anatomia fundamental e o funcionamento de seu componente básico, o neurônio, foram esboçados pela p

TOP 3 de séries que merecem remake!

 Existem muitas séries da década de 90, na minha opinião, que mereciam um remake (manter a obra original, apenas contando novamente a história, com a tecnologia atual disponível). Vou citar aqui 3 delas. Estas séries foram escolhidas, pois são séries que ainda mexem comigo, que ainda gosto e que ainda lembro delas como se tivesse as assistido ontem. Esse foi o critério de seleção para esse simples TOP 3, de séries da década de 90, que mereciam um remake.  Oh My Goddess A série mesmo começou em 1988, encerrando-se em 2014, contendo um total de 48 volumes. Ela entra na lista por conta do seu primeiro OVA, lançado em 1993, cabendo perfeitamente nessa lista. A animação realizada pelo studio AIC foi uma das mais belas que já vi e promoveu a criação de outras séries, sendo que a última, se não me engano, terminou em 2013, com outro OVA. Já se passaram quase 10 anos desde a sua conclusão. Um remake dessa série, contando-a do começo a o fim, seria uma ótima celebração. O mangá vendeu mais de 4

Antologia Scortecci 40 Anos!

Antologia para edição especial de aniversário de 40 anos da Scortecci editora, para a 26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo (2022) e, enfim, para ser a edição comemorativa dos 100 anos da Semana de Arte Moderna. Como as poesias já fazem parte desse blog, não faria sentido reescrevê-las, então, deixo aqui cópias das páginas da minha colaboração. Foi uma honra poder ter participado de tão nobre edição comemorativa. Obrigado pela oportunidade.     Primeira parte: Segunda parte: