Pular para o conteúdo principal

OP indica um herói!

 Indicando mais um vídeo do canal do professor Bellei.

O Corvo e a Mitologia!

CORVO E MITOLOGIA


 


“Abri então a vidraça, e eis que, com muita negaça,


Entrou grave e nobre um corvo dos bons tempos ancestrais.


Não fez nenhum cumprimento, não parou nem um momento,


Mas com ar solene e lento pousou sobre os meus umbrais,


Num alvo busto de Atena que há por sobre meus umbrais,”


 


(O Corvo de Edgar Allan Poe)


 


O corvo, em muitos países europeus, é sinônimo de tragédia e mau agouro. Para muitos é símbolo de poder e magia, assim como recitou Edgar Allan Poe. Em sites como Culto da Vida, assim ele é representado:


 


“O Corvo é prenúncio de mudança de consciência, que pode, inclusive, significar uma viagem pelo Grande Mistério ou por alguma senda situada à margem do tempo. A cor do Corvo é a cor do Vazio - o buraco negro do espaço sideral que congrega todas as energias criadoras. Significa que você conquistou por seus próprios méritos o direito de vislumbrar um pouco mais da magia da vida”.


 


E é um animal que carrega em si um mistério que influi, inclusive, em animês. Na mitologia japonesa, o poder desta ave é representado por dois seres mitológicos aqui citados:


 


TENGU


 


Tengu (Tien-Kou) ou “Cão Celestial” incialmente, eles eram considerados “demônios das montanhas” que matavam e perseguiam viajantes. A Sociedade Brasileira de Bugei assim os descreve:


 


“No Japão, ao invés do bicho-papão, são contadas às crianças estórias de tengu, que as perseguiriam. Estão presentes em várias manifestações culturais, como esculturas, máscaras, estórias infantis, lendas e, mais recentemente, nos mangás”.


 


E o site Shinobi assim complementa a descrição deste ser mitológico:


 


“Tengu é o nome dado no Japão a seres místicos semi-humanos com cabeças de aves que vivem nas montanhas isolados do resto do mundo. As lendas contam que os Tengu possuem muita sabedoria e grandes conhecimentos no manuseio da espada e outras técnicas de lutas”.


 


 


YATAGARASU


 


 


O outro ser mitológico, representado por um corvo de três patas, é o Yatagarasu. O site Japão Filia comenta sobre ele da seguinte maneira:


 


“No Leste Asiático, a mitologia da avê de três patas é o mais freqüentemente associado com sol. Na mitologia japonesa este corvo simboliza a ave do sol, mensageiro da deusa Amaterasu. O nome Yatagarasu consiste em duas palavras, sendo a primeira Yata que significa de grande tamanho e a segunda que vem de Karasu que por sua vez significa corvo em japonês. Segundo estudos, Yata é uma unidade que equivale aproximadamente a 1 metro e que era o tamanho estimado que alcançava esta lendária ave”.


 


De qualquer maneira, o corvo sempre apareceu em animações japonesas das mais diversas, pois, assim como no ocidente, na ásia ele é sinônimo de misticismo e poder. 


[youtube=http://www.youtube.com/watch?hl=en&v=ShzmzcJM7QI&gl=US]

Postagens mais visitadas deste blog

Ghost in the Shell

Máquinas vivas; Um fantasma surge; O homem virtual. Ghost in the Shell está mais próximo do que pensamos! 

Boushoku no Berserk

Berserk of Gluttony: Uma Série Que É Meu "Pecado"! Boushoku no Berserk (Berserk of Gluttony) - Pictures - MyAnimeList.net Fate é um jovem que acreditava ter uma habilidade inútil chamada "Gula", que o mantinha constantemente faminto. Ele era um vassalo em uma casa de cavaleiros sagrados, onde era tratado com desdém, nutrindo uma paixão secreta pela cavaleira Roxy Hart. Ela destaca-se como a única guerreira nobre em um mundo dominado por cavaleiros que abusam de seu poder para oprimir o povo. Quando Fate acidentalmente mata um ladrão enquanto ajuda Roxy, ele descobre que sua habilidade de "Gula" vai além do que parecia. Esse evento o faz perceber os aspectos positivos e negativos de seu "pecado". Comprometido a proteger Roxy, ele decide usar seu poder em prol da casa daquela que sempre o tratou com humanidade e respeito. Baseada em uma novel escrita por Ichika Isshiki , com arte de fame , "Berserk of Gluttony" é serializada desde 2017,

Ciclos de revolução: A Quarta Revolução!

Ciclos de Revolução: A Quarta Revolução Revisão: ChatGPT Estamos vivenciando a quarta revolução industrial/tecnológica, e muito tem sido discutido sobre os potenciais danos que esta revolução pode causar ao tecido social, incluindo desemprego e outras adversidades. Procuro refletir sobre o futuro com base no passado, observando no presente os mesmos receios que nossos antepassados enfrentaram nas três revoluções industriais anteriores. Começo com uma conversa que tive com uma taxista, para então discorrer sobre algumas das revoluções passadas. Durante uma parada em uma lanchonete que estava instalando terminais de autoatendimento no último ano, tive uma conversa: “Taxista: --- Estão instalando essas máquinas para substituir trabalho humano. Muitos caixas estão perdendo seus empregos. Isso é o capitalismo! Eu: --- Por outro lado, a tecnologia, ao eliminar um posto de trabalho (caixa de atendimento), cria outras necessidades. A lanchonete precisará de profissionais para manutenção de sof