Pular para o conteúdo principal

O amor que vence!

O amor que vence,    Estações testemunham,    É fortaleza;    Abraça o amor, sempre,   Ele te defenderá.   Um clipe musical oficial feito para comemorar o encerramento da série. Achei lindo e a música é formidável! Mostra o final da série e o momento lindo em que a maldição enfim é quebrada e ambos podem se tocar pela primeira vez.  Traduzido do vídeo acima: --- Quer tocar, mas não pode ― O amor mútuo mais triste do mundo.   Finalmente, o anime de TV chega ao grandioso fim!   #TheDukeOfDeathAndHisMaid Bocchan e Alice comemoram o casamento 💍   Um vídeo de casamento que revisita a trajetória dos dois até agora foi lançado!   Você pode ouvir a versão arranjada da música tema de abertura da primeira temporada, "Full Moon and Silhouette Night ~Wedding Ver.~" em uma versão mais longa do que na série. ▼Versão completa de "Full Moon and Silhouette Night ~Wedding Ver.~"   [Link](https://lnk.to/74T9Mn6A)   Disponível a partir de 24/06 à meia-noite **Elenco:** - Bocchan: #Nat

The Idolm@ster!

THE IDOLM@STER


Análise dos 4 primeiros capítulos- escrito em 22/08/2011 para a versão UOL do Outros Papos. 





 



Escrevi isso após assistir os 4 primeiros capítulos de The Idolm@ster e resgato, porque o wordpress parece ter mais visibilidade nos mecanismos de busca que o Zip.net. Muita coisa mudou e percebi que a história não seria como eu estava esperando que fosse. Mesmo assim, é um programa divertido e a análise vai ser usada posteriormente, quando for escrever sobre as impressões finais da série.  



 


Resumo: A série é baseada em um joguinho da Namco, em que o jogador é um produtor que deve ajudar e acompanhar a carreira a aspirantes a ídolos de uma agência chamada 765 Production. A série criada pelo estúdio A1- Picture segue esse mesmo roteiro.




Vou direto ao ponto! Eu adoro enredos em que um personagem aparece para ajudar outros personagens da trama. Gosto de ver, em histórias, a presença do personagem cujo o único objetivo é transformar vidas. Pelo que observei, nestes primeiros 4 capítulos, The Idolm@ster é justamente sobre isso: transformação de vidas através do esforço de um personagem que aqui chamarei de personagem transformador. Por que gosto desse tipo de construção de enredo? É porque ela abre portas para tramas paralelas, aprofunda personagens e torna-os mais sensíveis, mais humanos, como a personagem com medo de cães, a cantora solitária que possui problemas em casa, ou a garota que tem que alimentar seus irmãos, com seu trabalho, pois a família é pobre. Estes são elementos que poderão ser explorados, inevitavelmente, pelo personagem transformador. Isso gera uma rede de inter-relações. Percebi que as inter-relações dos personagens estão contribuindo para a criação do elo “personagem transformador-personagem arrebatado” de uma maneira única, pois cada personagem da trama parece ser tanto transformador como arrebatado pela ação do transformador mais próximo. Exemplo: uma garota pode ser o personagem transformador em um episódio e o arrebatado no episódio seguinte. Um exemplo de personagem transformador é o Kenshin Himura (Samurai X) que, através de suas ações na trama da história, transformou a vida de outros personagens, arrebatando-os de sua condição inicial. Os personagens arrebatados pela ação do Kenshin foram, por exemplo, Aoshi, Misao e Sanosuke. Isso enriquece a trama principal através da inclusão de dramas paralelos que tornam os personagens mais humanos e carismáticos. Pela inclusão dessa estrutura, que parece estar forte no enredo, The Idolm@ster já ganhou minha curiosidade.


 


A animação em si é bem fluida e o traço é simples, mas muito bonito. A expressão no olhar transmite bondade, determinação, vida e beleza. Existem garotas com diversas idades, de diferentes personalidades, com passados diversos, e biótipos para todos os gostos. Isso foi pensado para atrair o público e fisga-los pela diversidade. A fluidez, a palheta de cores e o character design colaboram com este objetivo. A dublagem permite diferenciar as idades de quase todas as personagens, mas há aquelas personagens mais velhas com voz de criança. Realmente isso não ficou bom. A música e a abertura iniciais não chegam a empolgar pela melodia, mas pela movimentação. Além das inter-relações que podem acontecer em uma rede de relacionamentos, o roteiro pode aprofundar a psiquê, e a motivação, das personagens, ou deixá-las neste exato estado mental, já mostrado nestes 4 capítulos. Acho que assim está perfeito para a proposta do animê, não necessitando aprofundar mais do que isso que já foi mostrado, pois correria o risco de sair do tema comédia leve, para o drama individual. Entretanto, se o diretor assim o fizer, vou observar para ver se não feriu a proposta incial. Gostei da animação e como o diretor a executou até aqui. Vou continuar acompanhando e ver como esta série termina. Alguns podem achar as piadas dos primeiros capítulos um tanto quanto estranhas, mas caíram como uma luva para dar dicas sobre postura, idade e carisma.


 




Glossário


Personagem Transformador é aquele que é capaz, por diálogo ou ação, de transformar o ambiente e mudar a trama para um final positivo ou negativo e, por consequência, mudar o destino de outros personagens.


 


Personagem Arrebatado é aquele que tem o seu enredo e narrativa alterados de maneira violenta, ou repentina, pelo personagem transformador. Esta ação se dará ou para a solução de um problema, ou para a sua eliminação.




 


Obs: vendo pelo lado mercadológico, uma animação que trata sobre aspirantes a ídolos faz todo o sentido, uma vez que um dos maiores programas, atualmente, se chama Ídolos e vocês conhecem as suas diferentes versões. Pegar esta onda e faturar em cima disso é realmente uma boa estratégia.








Postagens mais visitadas deste blog

Ghost in the Shell

Máquinas vivas; Um fantasma surge; O homem virtual. Ghost in the Shell está mais próximo do que pensamos! 

Boushoku no Berserk

Berserk of Gluttony: Uma Série Que É Meu "Pecado"! Boushoku no Berserk (Berserk of Gluttony) - Pictures - MyAnimeList.net Fate é um jovem que acreditava ter uma habilidade inútil chamada "Gula", que o mantinha constantemente faminto. Ele era um vassalo em uma casa de cavaleiros sagrados, onde era tratado com desdém, nutrindo uma paixão secreta pela cavaleira Roxy Hart. Ela destaca-se como a única guerreira nobre em um mundo dominado por cavaleiros que abusam de seu poder para oprimir o povo. Quando Fate acidentalmente mata um ladrão enquanto ajuda Roxy, ele descobre que sua habilidade de "Gula" vai além do que parecia. Esse evento o faz perceber os aspectos positivos e negativos de seu "pecado". Comprometido a proteger Roxy, ele decide usar seu poder em prol da casa daquela que sempre o tratou com humanidade e respeito. Baseada em uma novel escrita por Ichika Isshiki , com arte de fame , "Berserk of Gluttony" é serializada desde 2017,

Ciclos de revolução: A Quarta Revolução!

Ciclos de Revolução: A Quarta Revolução Revisão: ChatGPT Estamos vivenciando a quarta revolução industrial/tecnológica, e muito tem sido discutido sobre os potenciais danos que esta revolução pode causar ao tecido social, incluindo desemprego e outras adversidades. Procuro refletir sobre o futuro com base no passado, observando no presente os mesmos receios que nossos antepassados enfrentaram nas três revoluções industriais anteriores. Começo com uma conversa que tive com uma taxista, para então discorrer sobre algumas das revoluções passadas. Durante uma parada em uma lanchonete que estava instalando terminais de autoatendimento no último ano, tive uma conversa: “Taxista: --- Estão instalando essas máquinas para substituir trabalho humano. Muitos caixas estão perdendo seus empregos. Isso é o capitalismo! Eu: --- Por outro lado, a tecnologia, ao eliminar um posto de trabalho (caixa de atendimento), cria outras necessidades. A lanchonete precisará de profissionais para manutenção de sof