Pular para o conteúdo principal

Todo o Poder Emana do Povo!




No dia 26/05/2019, uma manifestação gigantesca tomou conta das ruas do Brasil. De Brasília a Porto Alegre, passando por Salvador, Recife, São Paulo e Rio de Janeiro, o povo foi às ruas para manifestar seu desejo democrático de ver o Congresso tocando para frente as reformas, as votações das medidas provisórias, e do pacote anticrime elaborado pelo ministro Moro.



Foram mais de 350 cidades[1], dentro e fora do país, se manifestando pacificamente pela agenda que levou o presidente Bolsonaro à vitória nas eleições passadas e foi um recado para o Congresso: trabalhem pelo povo e aprovem logo as reformas e projetos do Executivo. O povo percebeu, enfim, que é protagonista da política e fez valer o artigo primeiro de nossa Constituição Federal que, no parágrafo único, afirma: “todo o poder emana do povo”.



Foi uma manifestação pacífica e bela, na qual a mensagem primordial foi a de que estamos vigilantes, de olho no Congresso, e estamos nos manifestando para que os representantes do povo, de fato, venham a obedecer a vontade do povo. E, também, um recado para muitos movimentos que achavam que tinham o controle das ruas. As ruas são do povo e ninguém coloca mordaça no povo!



Além disso, o recado ao centrão foi claro: não vai ter parlamentarismo branco e nem impeachment do presidente. Trabalhem direito, dentro das regras impostas pela Constituição Federal, e pela nossa democracia, que é presidencialista. Nada de golpe! Artistas, políticos e “lideranças” que apostaram no fracasso das manifestações, para reforçar uma falsa narrativa de incapacidade do presidente, terão que engolir que estamos com ele. Estamos com Bolsonaro. Apesar de termos 5 meses da mídia suja batendo constantemente no presidente, isso não abalou a confiança do eleitorado brasileiro. Aos editores eu informo: vocês FALHARAM! Continuem nessa trajetória e não terão mais um leitor sequer de seus jornais. Eu mesmo deixei de assinar e ler vários.

Av. Paulista em São Paulo.


E sei que alguns políticos podem tentar menosprezar o que aconteceu ontem, mas é apenas para manter uma fachada falsa de tranquilidade, pois eles sabem que as manifestações de ontem foram fortes e eles estão acuados. Se afrontarem a democracia das ruas, acordarão leões. Eles sabem bem disso! Por exemplo, somente em São Paulo, a população fechou SEIS quarteirões da Av. Paulista[2]! Outro exemplo: Brasília com o gramado da Esplanada tomado por manifestantes. Não se pode, e nem deve, menosprezar o que foi feito ontem. Eles sabem disso.


Conclusão



Agora existem algumas possibilidades. A mais positiva é de que o Congresso andará com o pedido popular e teremos aprovadas as reformas que o Brasil precisa. Quero acreditar nessa.



A mais negativa, é que o Congresso tente endurecer o páreo. Isso nos fará regressar às ruas e isso refletirá futuramente nas eleições. Veja o que aconteceu com o PT, como diminuiu de tamanho. É o risco que eles assumirão se afrontarem a vontade popular.  





[1] Conexão política- lista de cidades:
https://conexaopolitica.com.br/ultimas/confira-a-lista-de-mais-de-350-cidades-com-atos-confirmados-para-domingo-26-05/
[2] O ANTAgonista: https://www.oantagonista.com/brasil/ato-na-paulista-ocupa-seis-quarteiroes/

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Diego Rox e o Jardim das Borboletas

Diego Rox e o Jardim das Borboletas
Como sabem, sou inscrito do canal do Nando Moura, ou seja, sou um dos “bots” do canal. Sobre este assunto, está até engraçado. Vou escrever sobre isto antes de entrar no assunto. Os adversários que temem a verdade nos ofendem com termos que não condizem com nosso real comportamento. Ficou engraçado, porque, se juntarmos todas as ofensas em uma frase, eu acabo virando um “robô, com recurso de bot, nazista e fascista, que não gosta de odores fortes”, por isso, está engraçado ver esta situação. Fui reduzido a um robô Windows 10, que não gosta de pum.
Ao assunto. Através do vídeo do Nando, sobre o uso de bots, eu acabei conhecendo o canal do Diego Rox. Veja um vídeo abaixo. Ele parece ter uma agenda parecida com a do Nando Moura, isto é, ele é cristão, pois acredita em Deus e em Cristo, prega ação contra a corrupção, homenageia os verdadeiros heróis anônimos, é caridoso e defende a liberdade. Uma agenda que também me aproxima dele, por isso, hoje, esto…

Cavaleira ou Amazona? Veja a resposta!

Amazona ou Cavaleira?
    Em meu tempo de colégio, nas décadas de 80 e 90, nos foi ensinado que o feminino de cavaleiro seria amazona. Em uma prova, um colega marcou o feminino de cavaleiro sendo cavaleira e foi repreendido. Desta forma, fixei amazona como o feminino correto para o termo em questão, ou seja, mulher que anda a cavalo. Ao assistir Walkure Romanze, eu me deparei com a palavra cavaleira e me questionei. Inclusive, alertei-os para a forma que eu julgava correta, mas sem retorno positivo. Deste modo, fui pesquisar para ver se a expressão estaria correta.


    Nestas pesquisas, encontrei um professor que prontamente me respondeu a esta questão. O caso estava solucionado com uma bela lição que, agora, repasso a vocês. Com a palavra o professor Ari Riboldi.
    No meu tempo de estudante, no ensino primário e no ginásio, também se aprendia assim: cavaleiro (masc.), amazona (fem); cavalheiro (masc.), dama (fem.). No entanto, os dicionários registram o termo 'cavaleira' …

Será o Veredito?!

Canal Será o Veredito?!
Foi a primeira recomendação do Youtube que gostei de ter recebido. Sobre o canal: “O Direito tá na mídia! O Direito tá na moda! Um juiz de direito se torna celebridade nacional. Tribunais transmitem suas sessões ao vivo pela televisão. Os meios de comunicação não se cansam de veicular notícias jurídicas. Mas, o mundo jurídico possui formalidades que dificultam a compreensão dos seus temas pelo cidadão que não tem formação no direito. Muito se fala; pouco se explica. Por isso surgiu o "Será o Veredito!?". Um canal que traz informações sobre o direito com uma linguagem simples, clara e objetiva.”



O primeiro vídeo que vi desse canal foi uma resposta ao Bugalho. Uma resposta baseada em livros, mostrando a fonte de seu conhecimento e minando, com ótimos argumentos, a posição de seu opositor. Todos os vídeos que assisti foram assim, com a fonte de leitura em mãos. Ele já se disse de centro-direita, o que o faz ser um aliado natural da liberdade e da proprie…