segunda-feira, 27 de março de 2017

Quer ser um Youtuber?


Canal no Youtube



Antigamente, um canal no Youtube poderia começar de maneira simples, como um vlog de sua vida para seus parentes saberem como você está, ou como uma espécie de álbum para recordação de viagens. Dependendo do interesse do público, da qualidade do vídeo, e da informação/divertimento, o canal poderia ganhar inscritos e começar a faturar com visualizações. Muitos canais começaram assim e surgiu a figura do youtuber.

Depois de algum tempo, as agências de publicidade, e as empresas de assessoria, começaram a perceber o valor de um vídeo no Youtube para promover serviços e produtos e, assim, entraram na era da divulgação digital. Com isso, a plataforma foi ganhando um aspecto mais técnico e profissional. Para os youtubers, a necessidade de melhorar a qualidade da informação e do vídeo foi crescente. Hoje em dia, não se pode querer ganhar dinheiro com a plataforma sem seguir regrinhas e ter uma poupança para gastar. Vamos às regras que pude observar:

Conteúdo
Já tem canal para todos os gostos. Impossível alguém conseguir criar algo original, que ninguém ainda tenha pensado. Esqueça. Você tem que saber que possui muitos rivais fazendo o mesmo que você, portanto, seu conteúdo precisa ter algum atrativo. Por exemplo, se for criar um canal de culinária, não faça apenas um vídeo sobre uma torta de limão, mas um vídeo sobre uma torta de limão que ajudou sua avó a fisgar o seu avô; ou se for mostrar um vídeo ensinando a tocar algum instrumento, ensine a tocar uma música e ensine como você gosta de tocar esta ou aquela melodia. Coloque sua experiência pessoal sobre o tema, pois, se não pode ter originalidade, pode-se ter pessoalidade. Deixe o canal com a sua cara.

Apresentação
Não basta ter um roteiro genial, se a apresentação não for boa. É como tentar colocar uma bola de sorvete em um jornal. Você precisa dominar a tranquilidade e a segurança de apresentar em vídeo o que você colocou no roteiro. Acredite, tudo parece estar bem, até que a luz da gravação da câmera liga. Depois que essa luz aparece, muitas pessoas paralisam. Eu sei. Fiz telejornalismo. Apresente com energia, tranquilidade, segurança e boa dicção. Se não conseguir, será necessário contratar alguém que o faça. A boa apresentação do roteiro não passa apenas pelo apresentador, para conquistar a confiança do público, pois o cenário também simboliza o que se está informando em vídeo. O cenário, ao meu ver, descreve muito sobre o canal. Vai falar de artes marciais? Use de cenário uma academia, equipamentos de treino ao fundo e interaja com eles.

Equipamentos
O roteiro ficou bom, o apresentador é experiente e o cenário está pronto. Agora, temos que gravar tudo isso. O equipamento deve estar de acordo com a plataforma. Deve-se gravar tudo em HD, no mínimo, com um bom equipamento de áudio e uma boa iluminação. Então, você vai precisar de uma boa câmera (ou mais de uma), um bom microfone, um bom equipamento de iluminação, ou conhecimento sobre luz e sombra, para usar de forma perfeita a luz ambiente. Muitos canais dão dicas de equipamentos. Conheça-os antes de começar.

Edição
Agora, se você já fez o roteiro, já gravou em um cenário bonito e fez tudo isso sozinho, você está de parabéns! São poucos que conseguem acumular tantos serviços e conseguem fazer isso bem. Eu recomendo que não centralize, na sua pessoa, todas as funções da produção do canal. Para que tudo saia de maneira mais profissional possível, delegue funções e terceirize atividades. A edição do material gravado é importante. Pelo menos, delegue a uma empresa esta função. O Jovem Nerd contrata a Gaveta Filmes para editar os vídeos, que saem com uma qualidade impressionante. A edição profissional e bem feita vai mostrar ao seu público que você está sério e compenetrado nesta atividade.

Divulgação
Com tanto investimento e esforço, você vai querer que seu vídeo seja visto por muitas pessoas e que elas se inscrevam em seu canal. Para isso, você precisa divulgar. Pelo amor de Deus, não seja como os mendigos de canal que ficam divulgando os canais em comentários em outros vídeos. Segundo o que o Contente (Contv) já explicou, ele gastou 800 reais para quase 8000 visualizações através do Adwords. Esta é uma forma de divulgação. Alguns canais no Youtube divulgam outros canais, tais como IngridTv e o próprio Contv. Pode ser um começo rápido para alcançar visualizações. Divulgar em fóruns é bom também, mas não possui um grande alcance.  Não aconselho usar redes sociais para divulgar canais, apenas para informar atualizações para inscritos.

Conclusão
Podemos perceber que, hoje em dia, criar algo para o Youtube é um desafio. Deve-se gastar muito (tempo, esforço e dinheiro) para tentar alcançar um público e tirar, desta profissão, a renda para se manter. Alguns canais até investem em networks e materiais (camisas e bonecos) para se manterem vivos e relevantes.
O que pude observar é que deve-se gastar, por ano, no início, algo em torno de 50 mil reais para se fazer algo bom e esperar o retorno em visualizações e em dinheiro. Gasta-se em divulgação, edição, roteiro, equipamentos e serviços terceirizados. É um grande investimento a ser realizado.

Agora, e quanto vale esse trabalho todo? Alguns canais já informaram que ganham renda a cada mil visualizações. O valor é secreto, mas percebe-se que, talvez, possa vir a ser 3 dólares a cada mil visualizações.  Fazendo cálculos simples, para ter retorno do que foi investido, o canal deve ter 440.000 visualizações por mês.

Com isso, planeje bem o seu canal, pois percebe-se que é uma guerra lá e somente os preparados conseguirão sobreviver.