Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens com o rótulo athena

O amor que vence!

O amor que vence,    Estações testemunham,    É fortaleza;    Abraça o amor, sempre,   Ele te defenderá.   Um clipe musical oficial feito para comemorar o encerramento da série. Achei lindo e a música é formidável! Mostra o final da série e o momento lindo em que a maldição enfim é quebrada e ambos podem se tocar pela primeira vez.  Traduzido do vídeo acima: --- Quer tocar, mas não pode ― O amor mútuo mais triste do mundo.   Finalmente, o anime de TV chega ao grandioso fim!   #TheDukeOfDeathAndHisMaid Bocchan e Alice comemoram o casamento 💍   Um vídeo de casamento que revisita a trajetória dos dois até agora foi lançado!   Você pode ouvir a versão arranjada da música tema de abertura da primeira temporada, "Full Moon and Silhouette Night ~Wedding Ver.~" em uma versão mais longa do que na série. ▼Versão completa de "Full Moon and Silhouette Night ~Wedding Ver.~"   [Link](https://lnk.to/74T9Mn6A)   Disponível a partir de 24/06 à meia-noite **Elenco:** - Bocchan: #Nat

Faça Elevar!

Faça elevar!     O brilho de um coração iluminado, pela força do espírito, é chama ardente que eleva a alma à dimensões elevadas. O brilho da determinação é fogo que consome e que se alimenta de sombras, reduzindo-as a menos que uma leve incerteza. Incerteza?  Incerteza não há, pois o brilho, também conhecido como Fé, é como um dragão dourado que se eleva e ilumina como torre alta. Torre alta que vigia, com olhos seguros, os horizontes de seu destino. Armaduras douradas, espíritos nobres e dourados- fé- chama ardente e determinação são armas para se vencer neste mundo, construindo um exército de guerreiros pelo universo a guiar os homens. Tudo isso pela deusa da sabedoria e da guerra! Tudo isso por amor! COTIDIANO Resolvi reciclar este poema, escrito para o blog em 24/06/2011, quando o mesmo estava hospedado no UOL. Achei interessante reciclar, uma vez que o mesmo foi inspirado em um animê de sucesso. Acho que a imagem acima já diz tudo. Reciclei também este poema