sexta-feira, 6 de abril de 2018

Troféu Outros Papos- Comédia!


Troféu Outros Papos

A temporada está terminando, então, vou iniciar a minha própria sessão de premiação. Inicia-se o “Troféu Outros Papos”. Para estar presente aqui, basta que a série, personagem, tema, história, estejam de meu agrado. Simples assim! Algumas premiações serão descontraídas, outras não. Pretendo premiar comédia, slice of live, aventura, melhor vilão, melhor herói, melhor romance e melhor da temporada!


Sobre mim

Como devem saber pela minha biografia, sou autor do livro “Mangá Tropical- Um Estudo de Caso”, no qual analiso as influências japonesas em quadrinhos brasileiros. Além disso, sou membro da Real Academia de Letras, escritor e jornalista formado. Vou dar meu máximo!



Troféu Melhor Comédia



Dagashi Kashi conta a história do jovem Kokonotsu que deseja ser um mangaká, embora seu pai sonhe que ele venha a herdar a loja de doces baratos da família. Para apoiar o pai do Kokonotsu, existe uma jovem louca por doces, chamada Hotaru, que vive na loja provocando o jovem artista. Nesta segunda temporada, o vício por doces continua. 





O que procuro em uma comédia são situações como as definidas no site “Conceito[1]”: “Do latim comoedĭa, uma comédia é uma peça de teatro que apresenta cenas e situações maioritariamente humorísticas ou, no mínimo, divertidas. As comédias procuram entreter e divertir o público, dando-lhe vontade de rir, e em que os finais costumam ser felizes. A comédia é também o género que agrupa todas as obras com essas características”.

Dagashi Kashi, como explana o site acima (leia o texto completo no link), possui personagens estereotipados, como a própria Hotaru, viciada em doces, ou o pai do Kokonotsu, que vive sumindo (pai ausente). E os personagens são colocados em situações extremas, como, por exemplo, a nova empregada da doceria que, em um determinado momento, acredita que o amigo do Kokonotsu é um mafioso e que a loja de doces estaria em dívida com a máfia. Neste momento, iniciou-se um diálogo exagerado, estereotipado e, portanto, muito engraçado. As situações sempre convergem para os doces, ou para a loja, sempre passando pelas curvas das personagens femininas, que são bem exploradas pelo diretor para fazer também uma comédia sensual.




A comédia não precisa seguir muitas regras e nem precisa ser politicamente correta, então, outra ferramenta que eles usam na série é interligar os personagens com alguns fetiches e brincar muito com isso. Como exemplo, fazer um site para promover a loja de doces, mas o site acabar parecendo um site de relacionamentos. Enfim, a comédia se serve de muitos elementos justamente por não seguir muitas regras e não estar presa a nenhuma política corretinha.

Assista via Crunchyroll

Por todos os elementos apresentados, Dagashi Kashi se torna a melhor comédia da temporada e a Hotaru leva o prémio de Melhor Personagem Desaparecida. Quem seguiu a série vai entender esta piada!



[1] Conceito: https://conceito.de/comedia