Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril 8, 2018

Melhor Fantasia: Record Of Grancrest War!

Outros Papos: Troféu Melhor Fantasia
Record of Grancrest War



Sinopse via Crunchyroll:
“Simulcast on Sextas-feiras 1:30pm -03 Uma terra assolada pelo caos - Atlatan. Temendo o desastre causado pelo caos, o povo vive sob a proteção dos Senhores - indivíduos munidos do poder dos Brasões, usados para suprimir o caos. Contudo, os Senhores desistiram de proteger seu povo e se viraram uns contra os outros em uma guerra fria, tentando furtar os Brasões uns dos outros para obter supremacia. Dentre eles está Siluca, um mago solitário que detesta os Senhores, e Theo, um cavaleiro errante que segue em jornada de treinamento para algum dia libertar sua terra natal de seu governo tirânico.”
http://www.crunchyroll.com/record-of-grancrest-war

Vamos arrumar algumas imperfeições desta sinopse. Em primeiro lugar, os nobres não desistiram de lutar pelo povo. Um grande mal assolará o mundo e somente a união dos dois brasões reais poderá dar uma possibilidade de defesa ao mundo. Então, eles lutam entre si…

Koko!

Doçura de mel, Olhar convidativo, Quero-te minha!



Estou escrevendo este haicai (5-7-5) no dia do julgamento do Lula pelo STF, então, estou com pressa e preocupado. Decidi parar um pouco e admirar o traço desta personagem. Um traço gentil, delicado e belo que a torna bela, delicada e gentil. Dá para assistir esta série via Crunchyroll.



Crítica- O Mecanismo!

O Mecanismo é uma série original Netflix baseada no livro “Lava Jato- o juiz Sérgio Moro e os bastidores da operação que abalou o Brasil” do jornalista Vladimir Netto[1]. Ela é dirigida por José Padilha e estrelada por Carol Abras e Selton Mello.


Fui assistir por causa da polêmica envolvendo os criminosos da esquerda, que choraram e espernearam quando a série estreou. Dilma chorou, Padilha rebateu. Lula se enfureceu, o Brasil todo riu. Enfim, confesso que foi isto que me estimulou a assistir a esta série. E isto comprovou a velha regra do marketing que ensina: “Falem bem ou falem mal, mas falem de mim”. Infelizmente, esta regra funcionou novamente. Com tanta gente falando mal, eu acabei me interessando. Assisti vários episódios!
Aqui preciso deixar claro que não li o livro no qual a série se baseia e sei que a série é uma obra de ficção baseada no livro em questão, então, obvio que algumas liberdades artísticas foram permitidas. Não será possível, então, comparar a obra com a realid…