segunda-feira, 26 de março de 2018

Sword Art Online: Fatal Bullet


Sword Art Online: Fatal Bullet
Gamertag: Paray BR (Xbox)
As imagens foram tiradas por mim, através da câmera do meu celular, em tela da televisão. Desculpem a péssima resolução!







Jogo da franquia Sword Art Online chegou para muitos consoles e plataformas: Xbox, PC (via Steam) e PS. Lançado em fevereiro de 2018, pela distribuidora Bandai Namco e desenvolvido pela DIMPS, o jogo nos leva para dentro da realidade dos personagens da série e nos apresenta novos personagens para interagir.





Cronologia
Pelo o que acompanhei do meu modo de jogo, pela minha própria evolução, o jogo possui uma história que se passa antes da saga “A Bala Fantasma”, e parece que vai além do evento, terminando depois dos acontecimentos descritos na novel e mostrados na série de televisão. Entendo, assim, que Fatal Bullet se passa em paralelo com a saga acima mencionada.



História
Estamos dentro de um jogo chamado GGO (Gun Gale Online) e fomos convidados a ele por nossa amiga de infância, que se mudou, mas não perdeu contato. Durante a nossa primeira partida, nós acabamos despertando um “item” valioso dentro do jogo: Arfa-Sys tipo X. Um “item” raro, muito raro. Este “item” raro acaba por nos escolher como seu mestre e nos registrar como tal. Este “item” é um(a) androide.

Após este evento, todos começaram a falar do sortudo iniciante que acabou pegando um “item” raro e isso acaba chamando a atenção de outros jogadores, como Itsuki, Zeliska e, claro, o pessoal do Kirito. Já o Kirito e a Asuna são testemunhas do nosso registro, como mestre da Arfa-sys, sendo os primeiros a presenciarem o evento, junto da Kureha, nossa amiga de infância.





A jogabilidade

O jogo possui muitas variáveis em um campo restrito. Você começa criando seu personagem (homem ou mulher), com diversas opções de caracterização, como tamanho, cor do olhos, voz e demais configurações das partes do corpo. Aqui, senti falta da opção de se conseguir colocar um cavanhaque no personagem.

O/A Arfa-Sys também pode ser configurado(a). No caso, escolhi uma garota e coloquei-lhe o nome de Eva- 01, em homenagem à Neon Gênesis Evangelion. Ela será seu principal suporte no jogo e é muito importante para a história do jogo. Um pouco mais abaixo, descrevo alguns detalhes da jogabilidade em subtópicos.



Tutorial

O tutorial é bem longo e os diálogos são imensos. Eles explicam muita coisa, então, o iniciante se sente bem acolhido, ou bem aflito, com a quantidade de informações que são apresentadas. Após o tutorial, você está por conta própria. Eu mesmo achei o tutorial bem longo, pois já sou acostumado com jogos de tiro e combate, como Halo e Titanfall.



Campo de combate

O campo de combate é bem grande, mas, ao mesmo tempo, é restrito. Não dá para caminhar de um campo ao outro, como se poderia fazer, por exemplo, em The Witcher 3. Existem as famosas “paredes invisíveis” que limitam seu avanço por algumas áreas. Estas paredes invisíveis te impedem de prosseguir e, muitas vezes, te ajudam no combate, se perceber como usá-las a seu favor. Eu mesmo descobri como usar estas paredes para vencer um robô. 

Durante o percurso de um trajeto, os inimigos vão aparecendo e notei uma coisa que pode ajudar a evoluir seu personagem. Caso você saia daquele caminho proposto, o jogo te “pune” aumentando a força dos oponentes que aparecem. É uma forma de te colocar na linha, ou uma forma de você elevar seu nível sem precisar mudar de campo de batalha. Por exemplo, experimente, subir um morro que não está no caminho, pode ser que ache um monstro absurdamente forte. É uma chance de evoluir rápido o nível de batalha de um personagem, e afinidade.   



Dinâmica do combate

O jogo em si é bem fluido. Vocês podem acompanhar, aqui embaixo, um combate meu contra um boss do jogo. Agradeçam a dica de combate! E, claro, acompanhado da linda Zeliska! O gameplay foi gravado pelo próprio Xbox e, como a finalidade da gravação é apenas exemplificar o sistema de combate, ele serve perfeitamente. Eu tinha a opção de gravar em 1080p, mas decidi gravar em 720p, pois aumenta a duração da gravação. Um recurso bem interessante do console.





Como é um jogo de combate com armas, armas brancas e de fogo, suas opções de ataque e defesa crescem bastante.Os chefes seguem linhas de movimentação e ação que podem ser rapidamente percebidas. Seus movimentos são previsíveis depois de um tempo e isto te ajudará a vencê-los. No vídeo acima mostro interação com meu npc, a movimentação do chefe, seu nível, sua barra de energia e como a luta se dá na forma como aprendi a derrotá-lo. Cada jogador conseguirá derrotá-lo de muitas maneiras diferentes e isto faz o jogo ficar interessante. A sensação que o combate te dá é de satisfação. Quando o chefe é derrotado, a sua sensação é de alívio e alegria, então, eles são eficientes no que eles estão propostos, isto é, em serem chefes duros de derrotar.  



Interação com os personagens

Na medida que você vai conhecendo os personagens, você consegue colocá-los em seu batalhão. Até agora, tenho mais de 14 personagens que eu posso chamar para meu time (três por combate). Assim sendo, o percentual de diversas equipes que se pode montar é altíssimo. E, a cada combate, seu nível de afinidade com os personagens vai crescendo e isto libera novos diálogos e situações. Ao chegar no nível de afinidade 4, a amizade vira romance. Deus me livre do Kirito se apaixonar!  Já a Zeliska, ahhh, como desejo! (rs)





SPOILER: TRUE ENDING

Ao pesquisar sobre o jogo, descobri que existem certas metas que se deve alcançar para liberar o verdadeiro final do jogo. Para alcançar o verdadeiro final, precisamos chegar no nível 4, em 75%, com certos personagens e, com os demais, devemos chegar no nível 2 de afinidade. Veja mais no vídeo abaixo.





Segui estes passos e fui até o final. Deixo avisado que se faz necessário passar por um "bad ending" antes de se chegar ao final verdadeiro. E, confesso, é angustiante. Ao final do "bad ending", já subia os créditos finais e nada do amuleto que me faria ter acesso ao final verdadeiro quando, sem aviso, o jogo anuncia: "Quer salvar seu amigo?". Imediatamente cliquei em sim, e minha Arfa-Sys me presenteia com o amuleto! Siiiiiiim, eu consegui o amuleto!!!!!! Funcionou! Cheguei ao final verdadeiro, combati um bom combate e salvei a todos! A satisfação da vitória foi incrível!


Conclusão

Sword Art Online: Fatal Bullet (Pontos Negativos): é um jogo longo, com muitos diálogos, com paredes invisíveis e chefes com IA bem restrita, ou seja, dá para perceber de cara quais são as fraquezas de cada um deles. Poderia ter mais opções de caracterização dos personagens. E escadas podem ser um ponto negativo, pois se você está subindo uma, e seu npc está descendo a mesma, vocês vão ficar um tempinho parados se batendo no meio do caminho (rs).

Sword Art Online: Fatal Bullet (Pontos Positivos): o jogo é longo, possui muitos diálogos, a interação dos personagens é muito legal. O combate segue regras de dinâmica que são muito divertidas, como ordenar ao seu grupo que ataque, defenda e cure. A história é interessante e os personagens são carismáticos. Os gráficos são legais e a possibilidade de se enamorar com algum membro da sua equipe é incrível. Ahhhhh..... Zeliska!!!!!! A satisfação após derrotar um chefe é grande e, quando se é recompensado com o amuleto que salvará a todos, a sua alegria, pode ter certeza, será dobrada! 





Tanto para os pontos negativos, como para os pontos positivos, eu coloquei que o jogo é longo e que ele tem muitos diálogos. Dependendo do meu humor, algumas vezes eu acho isto ótimo, outras vezes isto me aborrece. Sim, é bem bipolar! Às vezes eu quero conhecer mais de um personagem, então os diálogos são essenciais e eu os acho divertidos, porém, se eu preciso sair rápido do jogo, os diálogos atrapalham. Quando estou evoluindo na história, eu desejo um jogo longo para poder jogar mais, porém, se eu preciso parar a minha evolução e ficar desenvolvendo afinidade com os personagens, o jogo longo se torna aborrecido. Esta é a dualidade destes pontos.


Ficou curioso com o verdadeiro final? Clique abaixo e veja a recompensa verdadeira por derrotar o jogo. Eu queria mostrar o meu final, pois estaria com meus personagens, mas vai assim mesmo:





Sword Art Online: Fatal Bullet é um ótimo jogo, com muitas opções divertidas. Eu dou nota 7,5 para ele!