quarta-feira, 26 de julho de 2017

Imposto do Enforcado!

Tudo na vida deve ter equilíbrio;
Inclusive a arrecadação do Estado;
Aumento de impostos é ludíbrio;
Muitas vezes representa o Enforcado!

Se o imposto passa de um determinado ponto na curva;
Tenha a certeza que o Estado está asfixiando a economia;
A visão do Estado tona-se turva;
A recessão ressurge e nos tira a alegria.

Imposto sobre combustíveis afeta todo o nosso sistema;
Será repassado a produtos, serviços e esse é o problema;
Em um sistema frágil, em recuperação;
O aumento de imposto vem a tudo estragar como a um furacão.

Não é o momento para um aumento;
Estragará o que estamos conquistando;
Os preços aumentarão, nos sufocando;
A economia voltará a retrair, novamente em tormento!

Sou contra o aumento do imposto sobre os combustíveis. Estamos pagando por um erro do PT (veja vídeo abaixo) que o Temer não corrigiu. Existem outros desequilíbrios nas contas, mas quero deixar um alerta para um deles em específico. O BNDES é o grande responsável pelo desequilíbrio nas contas do governo e nada foi feito para alterar isso. Em “O Brasil no buraco” (veja) divulguei um texto do Mises, mas salientei que não queria o fechamento do BNDES. Agora, vejo que estou errado. Enquanto o BNDES existir, as contas do governo não fecharão no verde. O PT nunca foi pelos pobres.




Esta semana, eu inverti um pouco o modo de trabalho no blog. Normalmente, faço textos maiores para serem colocados sempre na segunda, um poema na quarta e textos curtos na sexta. Os textos maiores, geralmente, são de política, direito ou economia; os poemas são ligados a animês e sexta é dia de brincar e deixar textos leves. Esta semana, como devem ter notado, fiz um texto longo sobre um animê e um poema sobre economia. Inverti. Sexta-feira teremos um especial de clipes.