Pular para o conteúdo principal

TSE, Temer e Dilma!


TSE inocenta a chapa PT-PMDB





Sim, a minha maior aposta era a cassação da chapa pelo TSE. Apesar de todas as provas e evidências, o tribunal optou por uma falsa estabilidade. Foi um julgamento tão insano, que teve de tudo um pouco: falácias, ira do profeta, gestos de morte, elogios a Pilatos, enfim, eu me senti assistindo a um teatro dos horrores e fiquei muito envergonhado do TSE. Os ministros Herman, Rosa e Fux foram excelentes em seus votos, mas o que dizer do voto do ministro Napoleão? Foi tanto erro, que nem sei por onde começar. Vou tentar resumir, mas, provavelmente,  vou esquecer muito do que foi dito.

1-    Ele admite os crimes cometidos, mas não deseja punir porque todos fizeram igual. Então, puna a todos, mas não absolva uma chapa porque todos fizeram o mesmo. Puna a todos.

2-    Que os crimes já estão sendo apurados por Moro. Não, Moro não apura nada relacionado diretamente a Temer e a Dilma. Primeiro, Moro sentencia, e quem investiga é a PF a pedido do MPF. E Temer, por ter foro, será sentenciado pelo STF, já a Dilma nem processada está. Moro nem está perto disso.

3-  Afirma que os delatores dizem qualquer coisa. Desta forma, ele quer dizer que eles mentem, entretanto, para uma delação ser homologada, o que está sendo denunciado deve ser provado. Uma delação só pode ser aceita se houver provas do que está sendo dito. O ministro me causou espanto com essa declaração, pois nem parece ter saído de um advogado formado. 

4-    Napoleão faz gesto de morte e conclama a “ira dos profetas” contra jornalista que divulgou seu filho sendo impedido de entrar no plenário do TSE. Isso pode representar quebra de decoro, além de ameaça de morte a um jornalista que cobria o evento, além de outros. Gilmar ainda o apoiou. Sentiu-se um justo injustiçado. Não é irônico? Fora isso,  pecou ao usar o nome de Deus em vão!

Vou parar por aqui, pois não tenho estômago para prosseguir. Além disso, o ministro que foi advogado da chapa não foi impedido de participar do julgamento e ainda se disse revigorado. 




E lembram que o maior objetivo da absolvição era manter a estabilidade política do Brasil? Olhem o que aconteceu em seguida, o Temer está sendo acusado de jogar a ABIN (agência Brasileira de Inteligência) para espionar um ministro do STF. E agora, Gilmar? Vai apoiar o Temer até nisso? Quem sabe chamem o Napoleão para conclamar Deus?



Conclusão

Estabilidade falsa, julgamento vergonhoso e pífio. Minha maior esperança se desfez em pó. E, agora, eu é que conclamo a Deus. Deus, se ama o Brasil, ajude! 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Diego Rox e o Jardim das Borboletas

Diego Rox e o Jardim das Borboletas
Como sabem, sou inscrito do canal do Nando Moura, ou seja, sou um dos “bots” do canal. Sobre este assunto, está até engraçado. Vou escrever sobre isto antes de entrar no assunto. Os adversários que temem a verdade nos ofendem com termos que não condizem com nosso real comportamento. Ficou engraçado, porque, se juntarmos todas as ofensas em uma frase, eu acabo virando um “robô, com recurso de bot, nazista e fascista, que não gosta de odores fortes”, por isso, está engraçado ver esta situação. Fui reduzido a um robô Windows 10, que não gosta de pum.
Ao assunto. Através do vídeo do Nando, sobre o uso de bots, eu acabei conhecendo o canal do Diego Rox. Veja um vídeo abaixo. Ele parece ter uma agenda parecida com a do Nando Moura, isto é, ele é cristão, pois acredita em Deus e em Cristo, prega ação contra a corrupção, homenageia os verdadeiros heróis anônimos, é caridoso e defende a liberdade. Uma agenda que também me aproxima dele, por isso, hoje, esto…

Cavaleira ou Amazona? Veja a resposta!

Amazona ou Cavaleira?
    Em meu tempo de colégio, nas décadas de 80 e 90, nos foi ensinado que o feminino de cavaleiro seria amazona. Em uma prova, um colega marcou o feminino de cavaleiro sendo cavaleira e foi repreendido. Desta forma, fixei amazona como o feminino correto para o termo em questão, ou seja, mulher que anda a cavalo. Ao assistir Walkure Romanze, eu me deparei com a palavra cavaleira e me questionei. Inclusive, alertei-os para a forma que eu julgava correta, mas sem retorno positivo. Deste modo, fui pesquisar para ver se a expressão estaria correta.


    Nestas pesquisas, encontrei um professor que prontamente me respondeu a esta questão. O caso estava solucionado com uma bela lição que, agora, repasso a vocês. Com a palavra o professor Ari Riboldi.
    No meu tempo de estudante, no ensino primário e no ginásio, também se aprendia assim: cavaleiro (masc.), amazona (fem); cavalheiro (masc.), dama (fem.). No entanto, os dicionários registram o termo 'cavaleira' …

Será o Veredito?!

Canal Será o Veredito?!
Foi a primeira recomendação do Youtube que gostei de ter recebido. Sobre o canal: “O Direito tá na mídia! O Direito tá na moda! Um juiz de direito se torna celebridade nacional. Tribunais transmitem suas sessões ao vivo pela televisão. Os meios de comunicação não se cansam de veicular notícias jurídicas. Mas, o mundo jurídico possui formalidades que dificultam a compreensão dos seus temas pelo cidadão que não tem formação no direito. Muito se fala; pouco se explica. Por isso surgiu o "Será o Veredito!?". Um canal que traz informações sobre o direito com uma linguagem simples, clara e objetiva.”



O primeiro vídeo que vi desse canal foi uma resposta ao Bugalho. Uma resposta baseada em livros, mostrando a fonte de seu conhecimento e minando, com ótimos argumentos, a posição de seu opositor. Todos os vídeos que assisti foram assim, com a fonte de leitura em mãos. Ele já se disse de centro-direita, o que o faz ser um aliado natural da liberdade e da proprie…