Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 21, 2016

Mãe e Filha

Mãe e Filha


Beijo de mãe reconforta, aquece e protege. Mãe suporta tudo para que seus filhos cresçam com carinho e conforto. Como mulher, ela defende seu amor e educa com amor. Já em idade avançada, são os filhos que devem cuidar de sua família. Tornam-se guardiões do amor que um dia os criou. Eu conheci uma filha que amou muito sua mãe. Com tanto carinho e zelo que tornou-se mãe de sua querida mãe.   
Boa filha, de sua mãe cuidou; Estando presente em todos os momentos; Beneficiando sua família com cuidado, assim ela amou; Esse foi seu ato sincero, seu sacramento; Levando muito carinho para sua casa, assim ela amou.

Em um momento de grande dor, eu deixo aqui minha homenagem, esperando em Deus o reconforto da família.

OVO FRITO

OAB e FGV- A Injustiça do Prazo Recursal

Sim, mais uma vez, o Conselho da OAB comporta-se com braço de ferro e defende um gabarito que não merecia defesa em muitas das questões. Muitos erros foram defendidos pela FGV e pela própria OAB de maneira DITATORIAL e nenhuma questão foi anulada no XX Exame de Ordem. Maurício Gieseler desabafa em tom irônico: “Nós, que elaboramos os recursos, somos meros seres simplórios que ousam tentar encontrar alguma mácula em algo elevado à perfeição! Na boa? Acaba logo com o prazo recursal. Ele não tem razão mais de ser: a prova atingiu seu ápice! Para que perdemos tempo com uma mera burocracia prevista no edital?”
A minha indignação também é grande, pois o prazo recursal não tem sentido uma vez que questões equivocadas são defendidas e mantidas. Para quê isso, então, OAB/ FGV? Explica-me, por exemplo, qual é a defesa de uma questão que apresenta-se com sentença correta de maneira diferente em dois certames (TRT e Exame)? Qual a defesa de uma questão baseada em um código de ética que ainda não…

Ontem, Hoje e Amanhã

Discurso no Senado Federal e as eleições em 2018