quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Minha nova cidade




Muito escrevi de outra cidade;
Sem conhecer do Sul a mais bela;
Poemas, versos e a mais linda aquarela;
A minha antiga cidade era a minha identidade.

Eu não sabia como estava enganado;
Até conhecer a minha nova capital;
Minha pena agora tem novo amor, sou seu novo apaixonado;
Como me encantei por esta cidade tão especial.

Aqui conheci o verdadeiro civismo;
Aqui reencontrei família outrora afastada;
Bate em meu peito o orgulho bagual, sem achismo;
Estou alegre graças a esta cidade abençoada.

Quero por aqui permanecer;
Ver meu destino se moldar;
Neste maravilhoso novo amanhecer;

E aqui crescer, sonhar e realizar.