segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Discurso no Senado Federal e as eleições em 2018



Discurso político no Senado



O impeachment está a um passo de seu final e tudo colabora para um final pela justiça e pela lei, ou seja, pelo impeachment da presidente afastada por causa de crimes fiscais que embasam o pedido e relatório agora aceitos no Senado. Eu tenho acompanhado o processo para o blog Outros Papos e vocês podem ver as principais atualizações nos links abaixo:


E eu notei algo que vocês podem conferir na lista de vídeos sobre o assunto, no Youtube, e que me deixou preocupado com as eleições em 2018. Os discursos têm quase os mesmos elementos-chave que são: golpe; elite vs trabalhador; Congresso corrupto; preconceito e  impunidade. Se eu não estiver enganado, os discursos aqui não visam a defesa da Dilma, mas podem estar sendo feitos para as eleições em 2018.


Eleições 2018



Aqueles que defendem a presidente sabem que o processo de impeachment é quase definitivo pelo afastamento e somente uma burrada muito grande a colocaria novamente na cadeira da Presidência da República, então, eu comecei a notar que os discursos não visam apenas dar um reconforto para a militância, mas apostam em erros e reformas do presidente em exercício- Temer- para ganhar votos em 2018.

Como isso pode funcionar?  Os votos dos senadores estão registrados em vídeo alegando, por exemplo, um lamento que afirma que a elite não aceitou que o Brasil desse certo, pois o governo tirou muitos da pobreza e deu força para o trabalhador (tudo mentira, pois o trabalhador perdeu o poder de compra do real e já passamos de mais de 11 milhões de desempregados, além da quantidade enorme de empresas fechando, da dívida dos Estados que está paralisando a máquina pública, além da corrupção institucionalizada e o PIB em recessão). Tais votos registrados podem ser usados no futuro. Se o Temer fizer uma reforma na CLT, por exemplo, nas eleições de 2018, eles soltam o vídeo na tentativa de fazer um “eu avisei”.

Vão tentar usar qualquer reforma que for feita, para fazer o país voltar a crescer, como se fosse algo ruim e soltarão o vídeo destes votos como se eles fossem provas de que lutaram pelos trabalhadores. Deste modo, tentarão lançar desconfiança e insegurança no trabalhador e, contando que o brasileiro vai esquecer os motivos que levaram ao impeachment, vão tentar maximizar as chances de retorno do PT ao Congresso Nacional e às prefeituras (eleições neste ano). É algo antigo, pois como o vídeo abaixo mostra, o PT sempre apostou no fracasso dos inimigos para subir. E quando o "inimigo" não fracassou, eles tentaram tomar para a si estas conquistas.





A SOLUÇÃO


A solução para isso é não deixar o Brasil esquecer dos verdadeiros motivos que fizeram o PT perder o poder após 13 anos, de todo ato (omissivo e comissivo) que levou as contas da União para o brejo, de toda a corrupção que ficou institucionalizada e de todo o estrago feito em nossas estatais (Petrobrás, Correios e bancos) com todas as contas maquiadas. Não deixe a memória deste momento morrer, para que não venhamos a passar por isso novamente no futuro.