Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 9, 2014

Enquanto Amor!

Outros Papos Recomenda Wakfu

Animação baseada no jogo de mesmo nome, foi criada pela produtora independente de games Ankama, junto com o canal France 3 e é totalmente criada em flash (Flash Adobe). A animação francesa agora está disponível para o Brasil, com legendas em português e, também, dublada em nossa língua, via Netflix!






Enredo

O enredo da série segue o universo de Wakfu. Segundo a página da campanha da Ankama no Kickstarter: “The series follows the quest of an orphan, Yugo, who sets out to discover his origins. Accompanied by a team of characters both brave and comedic, he must face powerful enemies during his journey and he will be at the heart of a plot which the fate of the World of Twelve depends on. WAKFU is also an ecological tale that allegorically explores the fragility of nature and the consequences that human actions may have on the ecosystem”.  

Também acrescento o tema importante que promove esta série aos meus olhos, pois ele segue elementos do romantismo francês.  Elaine Brito Souza escreve …

Economia em 2015

Como todos sabem, analistas econômicos não acreditam em uma inflação dentro da média estabelecida pelo governo para 2014. Muitos já veem uma nova elevação na taxa básica de juros em dezembro, quando o Copom se reunirá novamente, acreditando que, no ano de 2015, os juros podem chegar a 12%. Convido a ler o texto abaixo deste tópico, pois ele explica como se dá o controle da inflação a curto prazo. Em resumo, pode-se controlar a inflação reduzindo o consumo através do aumento da taxa de juros, ou pode-se conter a inflação com corte de gastos do governo. Leia “Se continuarei a escrever em 2015” para mais detalhes.

Pedro Brodbeck para Gazeta do Povo: “Para controlar a escalada do IPCA, os economistas consultados pelo Boletim Focus, do BC, preveem uma alta de meio ponto porcentual na metade de 2015. O mercado, no entanto, considera uma alta mais acentuada e acelerada, com os juros básicos batendo os 12% no primeiro semestre do ano que vem”.

Ruim para a indústria, para o comércio e para o tr…