Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 31, 2014

Soda Cáustica

Humor sombrio para hoje! Acredito que o humor ácido seja interessante para quebrar a monotonia. O primeiro quadrinho é inédito e foi feito com o Toondoo. O segundo quadrinho, com comipo, é ácido também, por isso o uso para complementar a acidez do quadrinho mais recente.


Toondoo




Comipo



Semana que vem é a última semana com atualizações. No quesito quantidade, este ano superou o meu melhor ano, então, acho que vou dar uma descansada. Os textos da semana que vem já estão prontos e irão ao ar normalmente. O tema da semana que vem será o sobrenatural, com um conto, um poema e um quadrinho. Não haverá vídeo. Vou dar uma pausa nos vídeos, pois eles não alcançaram objetivos. Poucas visualizações (menos de 10% do que recebo normalmente no blog) e nenhuma curtida.

Despedida e Amor

Haikai I
Aquele amor
Pulsa magistralmente
Viva por ele.


Haikai II
A mão que salva,
Ampara com carinho,
O que se ama.

Página da Diana-Scribbles
O haikai acima demonstra como um amor altera o destino. A cena que mais se aproxima deste sentimento é a que Diana desenhou. A despedida de Kenshin e Kaoru na série clássica de Samurai X (Rurouni Kenshin). Neste arco, o amor que o Kenshin sente pela Kaoru o mantêm vivo, mesmo pelas diversas batalhas que ele enfrenta pelo caminho! Uma cena emocionante. Recorde-a abaixo:


Duas listas de vencedores desta temporada- Verão 2014

Em 22 de julho de 2014, dei início à minha lista de favoritos para a Temporada de Verão 2014 (clique) e, apoiado pela ideia de que a simplicidade dá grandes roteiros, optei por avaliar as séries desta temporada segundo este quesito. E a simplicidade não é assim fácil, ou óbvia. No texto “Exemplos de áreas cinzas”, escrevi o que um roteirista entendia sobre a construção de roteiros:

“As grandes ideias não funcionam. Comece com uma ideia pequena que possa ser expandida. Com a saga dos filmes Bourne, eu nunca li os livros (uma trilogia de Robert Ludlum), preferi começar do zero. A premissa simples do personagem Jason Bourne é: ‘eu não sei quem sou, nem de onde venho, mas talvez eu possa me definir através do que sei fazer’. Construímos todo um universo a partir desta pequena ideia. Isso começa modestamente e vai sendo construindo passo a passo. É assim que se escreve um filme para Hollywood” (Tony Gilroy).

Em outras palavras, comece simples, com uma ideia singela e depois a evolua gradual…

Mente que se transforma

Vídeo inspirado no livro "O cérebro que se transforma". A mente tem capacidade de evoluir e mudar. Vamos tornar isso uma verdade diária, para acreditar em uma mudança positiva. Ninguém precisa ficar condenado a qualquer tipo de limitação. Leiam o livro que indico no vídeo. 




E Estou me aproximando de 104 postagens. O que vai fazer com que o ano de 2014 venha a ser o ano mais produtivo do blog. Depois disso, talvez eu tire uns dias para descansar!

Fairy Tail e o valor de um minuto

Recentemente, comecei a acompanhar esta série. Eu não a conhecia e nem lia o mangá aqui publicado pela JBC. Lentamente, comecei a gostar da estrutura do enredo e a curtir o lado cômico. Para mim, possui as melhores piadas que já vi em séries do gênero. Entretanto, não é sobre isso que gostaria de escrever. Quando um capítulo se sobressai, imediatamente presto homenagens ao valor do enredo. Foi assim com Idolm@ster (CHIHAYA E O ROUXINOL), com Fate Zero (Fate Zero: Ethos, Mores e Lei!), com The World Is Still Beautiful (O ciúme em "Soredemo Sekai wa Utsukushii" – Capítulo 7) e tantas outras séries. Desta vez, rendo homenagens ao enredo de Fairy Tail 22 (assista no Crucnhyroll). Se ainda não viu, pare aqui, pois tem spoilers!


O Valor do Minuto


Sinopse do capítulo: “Several of the Fairy Tail wizards are dead, dying, or surrounded on all sides. To save everyone and repent her multitude of sins, Ultear casts a spell that will hopefully turn time back to before the Eclipse portal …