segunda-feira, 9 de junho de 2014

Spotify e Anisongs

Spotify- Música para Todos

  Com este lema, o portal de streaming de músicas- Spotify chega ao mercado brasileiro. O sistema oficial, e legal, de streaming de música já é atuante em 56 países, com cerca de 40 milhões de usuários ativos. O aplicativo possui 20 milhões de músicas (dados de release) e assustadores 1,5 bilhão de playlists. Com um planejamento parecido com o do Crunchyroll, o portal de streaming de músicas possui um serviço gratuito e um serviço pago.  Com os valores arrecadados, a empresa orgulha-se em divulgar que já repassou, desde sua criação, em 2008, 1 bilhão de dólares para detentores dos direitos autorais. Parte deste valor vem dos 10 milhões de assinantes que pagam mensalmente pelo serviço.




  
    O que todos devem estar se perguntando é se o serviço possui anisongs, ou bandas japonesas. Fui dar uma conferida no portal e passei uma manhã inteira efetuando buscas pelos arquivos. Com isso, montei a playlist que divulgo aqui para vocês. Como de costume, cliquem na imagem para ampliar!





   Os nomes e títulos que consegui encontrar são de peso, citando-se Joe Hisaishi que é compositor de diversas músicas para o Studio Ghibli, como One Summer’s Day de “A Viagem de Chihiro”. All That Jazz- um CD lançado no Japão contendo diversas músicas de filmes do Ghibli, como Tonari no Totoro e Nausica. Ichiro Mizuki que é consagrado mestre de anisongs, representado na playlist pelo clássico Mazinger Z.


  Além destes gigantes da música, a nova geração também está representada pelos temas atuais de Attack On Titan (Jiyuu no Tsubasa e Guren no Yumiya) e pelo CD de comemoração dos 20 anos de Sailor Moon, com músicas cantadas pelo grupo Momoiro Clover Z- Moonlight Densetsu e Tuxedo Mirage. Já Hironobu Kageyama, um cantor carimbado e reconhecido aqui no Brasil, aparece com seus clássicos de Dragon Ball Z.  Estão em uma playlist diferente, que não mostrei aqui, as músicas da banda Oreskaband (Pinocchio), Asian Kung-fu Generation (Flashback), RWBY e AKB48- com diversas músicas.


  Eu também notei, no sistema de busca de músicas, uma quantidade imensa de covers de músicas japonesas Algumas com boa qualidade, outras que parecem ter saído de caixinhas de música, ou de vocaloids, e isso atrapalha quando estamos procurando cantores, músicas ou bandas oficiais. Entretanto, acredito que seja um serviço que vem para aumentar a oferta de produtos e nos propiciar mais variedade de serviços oficiais de streaming. Provavelmente, o acervo pode vir a aumentar, se houver procura pelo gênero.


 Um ponto fraco do sistema gratuito é que ele não te dá muitas escolhas. O sistema usa um serviço aleatório de músicas, que você não pode alterar. Com isso, você não pode ir direto à melodia que deseja ouvir. Você pode pular algumas músicas, mas esse sistema é limitado também. Com isso, você fica doido para assinar o pacote e conseguir mexer em sua lista e ouvir a música que deseja, na ordem em que deseja reproduzir. Contudo, a biblioteca é tão legal e o serviço é tão bacana, que isso fica em segundo plano na minha opinião. Ainda sou usuário gratuito.


 Se você se interessou pelo serviço, pode acessá-lo clicando aqui. Com um cadastro simples, ou fazendo login pelo facebook, você terá acesso de acordo com o que deseja, segundo os planos mostrados abaixo e suas configurações.