quarta-feira, 9 de abril de 2014

A Vida é uma doce donzela!



A Vida é ávida por sentir;
Sensações, emoções e experiências,
Tudo em um constante fluir;
Pois ela não suporta carências.


Bela donzela faceira;
Para tudo experimentar é ligeira;
Nada quer deixar para trás;
Tudo faz com um sorriso, aliás.


Ela sabe que o tempo acabará;
Por isso, a Vida vive intensamente;
E a própria alegria promoverá;
Alegria de tudo conhecer verdadeiramente.


Quando o tempo da Vida se extinguir;
Misteriosa, ela cortará o véu da realidade;
Deixando memórias e sementes como seu elixir;
Com o qual renascerá na eternidade.