sábado, 24 de março de 2012

Chico Anysio


Chico Anysio- o mestre do humor inteligente





    Morreu, ontem, um dos maiores humoristas brasileiros. Segundo o Diário do Grande ABC, “Chico faleceu na tarde de ontem, aos 80 anos, devido a uma falência múltipla dos órgãos causada por infecção pulmonar. Ele deu entrada no hospital no dia 22 de dezembro devido a uma hemorragia digestiva. O quadro de saúde do humorista, que foi diagnosticado com pneumonia e também apresentava complicações renais, havia piorado nos últimos dias. O artista estava recebendo altas doses de medicação para controlar a pressão arterial e, no início da tarde da última quinta-feira, ele passou por uma punção torácica esquerda.”


    Chico ficou célebre pela versatilidade, o humor inteligente e nos fazia refletir sobre situações de nosso cotidiano. Inúmeros personagens, mudanças fantásticas de voz, atuações memoráveis de inúmeros personagens criados por ele, além de roteirista, cantor, pintor e diretor. Quem pode dizer que interpretou, com maestria, 209 tipos diferentes de personagens humorísticos? Chico pode!  






    Com a Escolinha do Professor Raimundo, todos nós éramos apresentados, com muito humor, aos causos mais populares do Brasil, e a uma leve crítica ao salário dessa classe tão batalhadora que é a dos professores. Já com Bento Carneiro ríamos com as desventuras deste vampiro brasileiro. Adorava cada “maldição” que o vampiro lançava ao final de seu número. Mas o meu preferido era o Alberto Roberto, porque era um personagem satírico e com um humor muito leve e inteligente. Como descrever cada um dos 209 personagens? Painho, Coalhada, Gaspar, Haroldo, Pantaleão, e tantos outros, vão ficar na memória de toda uma geração.







    Ao contrário do que disse Jô Soares, que “ninguém é insubstituível”, desafio a qualquer um a tentar criar, com sucesso, e interpretar, mais de 209 personagens, fazendo o público rir por décadas com piadas leves, inteligentes, presença de palco e ser amado como o Chico foi e é. Se conseguirem tal sucesso, quem ganhará é o Brasil com muito mais humor e alegria. Para mim, Chico é insubstituível, assim como Chaplin, Mussum, Zacarias, Chespirito, e tantos ícones do humor.


    Que Chico possa servir de inspiração para os atores do humor. Não é preciso ofender ninguém para se fazer rir, e nem é preciso chocar ninguém para fazer sucesso, basta ter inteligência para se criar textos.


“O que me levou a esta atividade foi o fato de gostar de contar histórias, pois antes de tudo, o que eu faço de melhor é exatamente é contar uma história”.

Chico Anysio sobre escrever livros.

sexta-feira, 23 de março de 2012

Rondó: Mulher!!


Rondó

    O Rondó é uma estrutura poética e musical, com versos de 8 a 10 sílabas cada, formado por 15 versos divididos em 3 estrofes: uma quintilha, um terceto e, novamente, uma quintilha. Você pode estar se perguntando, mas em uma quintilha, um terceto e outra quintilha tem apenas 13 versos, cadê os outros dois? O segredo está no estribilho que é a repetição do primeiro verso no final do terceto e da última quintilha. Ficaria assim: ABCDE / FGHA / IJKLMA. Então, Rondó era uma forma de canção que acompanhava uma dança chamada ronde e vou tentar criar um Rondó aqui. Como será meu primeiro rondó, peço desculpas se não ficar adequado.





Mulher!

Os arcanjos se encantam,
Com as asas do coração,
Coração alado e bom,
Que brilha belo, sereno,
Pulsando com grande amor.

A mulher doce e bela,
De um majestoso corpo,
É igual a uma arte,
Os arcanjos se encantam.

Arte sempre magnífica,
Une coração e alma,
Vamos agradecer sempre,
Ao Deus criador da arte,
A doce criação: mulher!
Os arcanjos se encantam! 

quinta-feira, 22 de março de 2012

The Walking Dead- Análise final!


The Walking Dead- análise final da segunda temporada! SPOILER!!!

“Quando pensei na ressurreição dos mortos, eu tinha algo muito diferente em mente.” Hershel





    Antes de iniciar, saiba que a análise nos leva a conhecer muitos elementos da trama, então, aqui tem muito SPOILER! Deixe de ler se assim desejar! 


     Posso dizer que a frase do Hershel, acima, é um resumo que mais determina meu julgamento quanto a este incrível roteiro. Quando fiz a análise dos 4 primeiros capítulos (algo que faço para ter certeza de que o roteiro está indo para uma certa direção) eu fiquei atento para o detalhe da sobrevivência do grupo e tentei definir alguns passos que achei que o roteiro seguiria e, assim como Hershel, fui surpreendido com algo totalmente honesto, franco e longe dos clichês que estou acostumado a ver em séries de televisão norte-americanas.


    Nesta temporada fomos tragados inteiramente para uma realidade na qual as leis, e as regras sociais, não determinam mais a convivência. O que determina a convivência é sua presença em um grupo, para determinar sua utilidade no mesmo. Deste modo, Shane mata Otis para salvar uma criança, e um julgamento tem início para definir o destino de um estranho invasor, sendo que este mesmo invasor é torturado e morto. Como que querendo quebrar de vez com a visão de que a série não seria ousada a este ponto, Dale morre simbolizando o extermínio deste paradigma de uma civilidade em meio ao caos. O único membro do grupo que ainda pensava em regras, e recusava-se a ser selvagem, foi exterminado brutalmente, dando fim a qualquer indício de que aquelas regras seriam seguidas. Foi uma decisão formidável e que me impressionou pela coragem do roteiro em seguir por este caminho. Adorava o Dale e sempre o achei um personagem interessante.


    O roteiro ainda nos levou a outra quebra de paradigma, pois a primeira vítima desta temporada foi justamente uma garotinha inocente (Sophia). Isso nos leva ao pensamento que, se os roteiristas não pouparam uma garotinha e um simpático senhor de idade, com certeza, os outros não terão melhor sorte. Fato confirmado com a morte do Shane pelo Rick. Aliás, eu sempre tive, para mim, que esta regra lógica era adequada ao roteiro: Shane está para Vegeta, assim como Rick está para Goku. Não deu outra.






    Outra quebra foi a conduta do Rick, no último capítulo, ao determinar o fim da democracia e o início de uma sociedade em que apenas um manda e os outros obedecem. Se não gostar, o membro é convidado a tentar a sorte, sozinho, em uma terra sem leis. Outro fator que eu gostei no roteiro foi a honestidade dos personagens com seus sentimentos e condutas. Nada ficou escondido para a terceira temporada. Tudo foi posto em panos limpos e revelado a todos. Um roteiro exponencialmente bem construído e magnificamente orquestrado. 


    E a atuação? Vejam: na morte do Dale, percebemos a motivação de cada personagem apenas em seus olhares. Rick estava receoso em matar um grande amigo, Shane olhando-o com impaciência, sabendo que o Rick não conseguiria dar fim à dor do simpático senhor e o Daryl retirando este fardo das mãos do Rick. Tudo, sem quase nenhum diálogo, na cena mais forte e comovente de toda esta temporada. Foi uma lição de aula e imersão dentro da psique de cada personagem. Que maravilha de atuação! Como podem ter construído um roteiro tão sério e competente? Ele não ofende o conhecimento do espectador, nos faz acreditar na realidade ali apresentada e é honesto com o desenvolvimento dos personagens. Tudo muito bem construído.





    A direção foi bem realizada e cresceu nos últimos dois capítulos. Cenas sombrias, ângulos majestosos de câmera, ação empolgante e longe de clichês costumeiros. Se a série foi conduzida pelo diretor de maneira mediana até o 11º capítulo, ele explodiu com tudo nos dois últimos.


Pois é, caro Hershel, eu e você fomos surpreendidos!  Esta segunda temporada foi, sem dúvida, 5 estrelas!!!


Leia minha crítica inicial aqui!

quarta-feira, 21 de março de 2012

Noite amiga!


Noite- o silêncio de uma divindade!    




    A noite não é apenas um manto que recobre a intenção do espírito, mas uma solidária amiga que acompanha os corações. Vai-te, Luz do Sol, revelar-se no outro lado do mundo, pois é na noite que os desejos florescem. Desejos que permitem que os corações se revelem. Não há mau, se o desejo do coração é bom, assim como não há mal na noite. A noite é apenas o silêncio de uma divindade que aguarda oculta entre estrelas. Dos Céus, um anjo vê e clama: “Corações humanos, como tochas, estão a iluminar a noite, como estrelas a iluminar o universo. Alguns brilham intensamente, outros apagam-se como simples fagulhas! Creia que o coração é bom e a noite te será amiga! Se teu coração for mau, apressa-te em esconder-te, pois não tardará a corrente que lhe prenderá”. A noite é testemunha de tais palavras e, como solidária amiga, ora para que as boas intenções dos corações brilhem intensamente como luz perfeita. A noite amiga, sendo o silêncio de uma divindade oculta, finda em si mesma, com uma oração, aniquilando-se em favor dos homens. E a divindade, oculta entre estrelas, tudo anota para não esquecer.


COTIDIANO


    A descrição da noite, feita dessa forma, foi induzida pela enxurrada de notícias horríveis na televisão. É difícil escrever quando se lê alguma notícia ruim, pois ela se fixa em seu subconsciente e germina orientando a construção do texto, dando frutos como este texto acima. É uma oração minha para que o homem demonstre luz não somente na noite, mas em cada dia de sua vida. 

terça-feira, 20 de março de 2012

Vamos cantar em japonês!


Vamos Cantar em Japonês

    Como sabem, o site também oferece espaço para divulgação de eventos via apresentação de um release. Existe um programa da NHK World Radio Japão chamado “Vamos Cantar em Japonês”, pois no dia 1º de abril, a NHK estará realizando uma gravação aberta ao público na cidade de São Paulo, com entrada franca, mas limitada. Segue informações do release:

“A apresentadora Sonia Nakagawa e a professora de canto Emi Ogawa estarão no local para, juntamente com o público, conduzir o programa.

Data: 1º de abril de 2012 (domingo)
Local: Pequeno Auditório da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social (Bunkyo)
Rua São Joaquim, 381 – Liberdade – São Paulo – SP
Horário: a partir das 14 horas
Apresentadora: Sonia Nakagawa
Professora de canto: Emi Ogawa
VAGAS LIMITADAS!”

    Pesquisando um pouco, descobri que o programa terá um tema chamado “A canção que dedico ao Japão”, que será um concurso de karaokê com os seguintes classificados e suas apresentações:

Fabiano Andrade da Silva -- "ALONES" de Aqua Timez
Pedro Vasconcellos -- "Chigirie" de Hiroshi Itsuki
Aurora Kyoko Nakati -- "Tomorrow" de Mayo Okamoto
Rogério da Veiga Garcia -- "Ue o muite arukō" de Kyu Sakamoto
Renata Tiemi Kato -- "Okaeri" de Ayaka
Fábio Shinagava -- "Majingaa Z" de Ichiro Mizuki
Melissa Kuniyoshi -- "Seto no hanayome" de Rumiko Koyanagi
Flávio Vicente de Souza -- "Kitaguni no haru" de Masao Sen
Aline Majuri Wanderley -- "Nando demo" de Dreams Come True
Bruna Pais da Silva -- "Dragon Screamer" de DA PUMP

O programa terá dois blocos assim descritos.

1º bloco: "Vamos cantar em japonês em São Paulo"
Nosso ouvinte selecionado, Guilherme Barros Duarte, vai subir no palco e receber lições de canto da professora Emi Ogawa.
Música da aula: "I love you & I need you Fukushima" (Inawashirokos)

2º bloco:  Concurso de karaokê "A canção que dedico ao Japão". Os japoneses estão empenhados na reconstrução das regiões afetadas pelo desastre de 11 de março. Os 10 participantes selecionados vão enviar suas mensagens de apoio cantando músicas japonesas de sua preferência.

O programa será conduzido por:


Sônia Nakagawa e



Emi Ogawa


    Gostaram do evento? Acharam interessante? Querem participar? O site da NHK nos mostra como, basta prencher o formulário aqui(clique) com estas informações adicionais:

1. Nome
2. Cidade e estado onde você mora
3. Endereço de e-mail
4. Número de pessoas
5. Mensagem para a RÁDIO JAPÃO

Mais detalhes na página em português da NHK (clique)

segunda-feira, 19 de março de 2012

Quadrinho: Pedidos de ano-novo

É comum, em quadrinhos japoneses, o clichê de personagens indo orar em templos para receberem algumas graças de início de ano. Vemos isso em todos os desenhos e quadrinhos, desde Sailor Moon até K-ON, e me toquei que eu não fiz o meu. Corrigi este erro e fiz um. Explico as comidas aqui apresentadas. Hot-banana é um hot-dog no qual substituímos a salsicha por uma banana. Ovo com chocolate é um ovo frito com calda de chocolate e empanado de macarrão é, como o nome diz, um empanado e de macarrão! Adivinhem quem pediu essas delícias? Cliquem para aumentar o quadrinho!  :)