Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 26, 2012

Drácula

Alucard


Dias que se transformaram em noites, Retiraram-lhe o amor, a vida e a fé. Aos que riram com sua desgraça, Covardes que, no passado, tornaram-se pó, Um único desejo restou naquele coração, Lavar sua alma com o sangue, Alma imortalizada que anseia em reencontrar seu amor reencarnado.

Cotidiano

    Como todos sabem, eu adoro animês e mangás. Quando estes se baseiam em obras clássicas da literatura, como Drácula (Bram Stoker), torna o produto final ainda mais interessante para mim. Pensando nisso, fiz este acróstico baseado em um personagem fantástico da literatura (Drácula) e descrevo um pouco de sua motivação. Achei interessante manter a mesma linha da atualização passada, que versava sobre a literatura gótica, e criei este poema. Espero que gostem!   




Vivenciar, Estudar, Reciclar e Imaginar

Noções básicas para se escrever um livro- Parte 2




A criação de um texto se dá de inúmeras maneiras


“É preciso provocar sistematicamente confusão. Isso promove a criatividade. Tudo aquilo que é contraditório gera vida.” (Salvador Dali)


    Estou empolgado, porque vou celebrar 10 anos como escritor em 2013. Como parte deste processo de alegria, eu tenho escrito muito sobre o que aprendi nesta década dedicada aos livros. Já sabemos que escrever não é um ato isolado, pois requer conhecimento para a criação e elaboração dos textos. Existem muitas maneiras de se criar textos e histórias interessantes. Todas estas práticas também demonstram que o escritor não é um trabalhador solitário.


    Vivenciar: Truman Capote (A Sangue Frio) e Joseph Mitchell (O Segredo de Joe Gould) foram dois jornalistas que escreveram livros sobre suas experiências com reportagens. Reportagens estas que originaram dois livros da categoria “jornalismo literário”. Para tanto, ambos tiveram que conviver com os personagens…

Quadrinho: Kazu como professor?

O quadrinho à seguir é baseado no meu péssimo conhecimento em inglês. Tenho um conhecimento intermediário em inglês e isso, muitas vezes, me prejudica na hora de interpretar uma notícia em inglês. Decidi brincar com isso e coloquei o Kazuki em uma fria! Espero que gostem! :)