Strike Witches- Crítica

STRIKE WITCHES



 

No blog “Mais de Oito Mil” vi uma crítica em versos,

Gostei tanto da ideia que resolvi copiar,

É uma ótima forma de analisar assuntos diversos,

Então, resolvi também tentar.

 

Está parecendo um repente, e isso me agrada,

Versos usados para escrever uma crítica,

Uma melodia crítica rimada,

Uma análise definitivamente apodítica.

 

Decidi Strike Witches analisar,

Um dos animês que salvou o estúdio Gonzo da falência,

Vou ver no que isso vai dar,

Quando no tema realmente entrar, com prudência.

 

A qualidade da produção é boa e nisso insisto,

Igual a outras produções do estúdio, sim senhor!

Samurai 7, Romeu X Julieta ou Conde de Monte Cristo,

Mas sinto saudades de produções com um roteiro melhor.

 

Tenho que ser prudente, pois o Gonzo exagerou,

Calcinhas de todos os tipos ele mostrou,

Garotas mágicas voando com auxílio de armas,

Armas que aumentam o poder destas damas.

 

“Damas” nem sei se é o termo correto,

Pois todas parecem tão infantis,

Que fica difícil achar o certo,

Para que vocês não fiquem hostis.

 

Strike Witches é como Vandread- outro animê,

Raça alienígena tenta com humanos acabar,

Mais do mesmo, por isso não se anime,

Garanto que original você não vai o achar.

 

Desenho parece que foi criado para marmanjo tarado,

Desenho que poderia vender calcinhas para lojas de moda íntima,

Então, o recado aqui está dado,

Leia os versos acima.

 

Saudades do tempo em que o Gonzo produzia animês com roteiro,

Como Last Exile ou Kaleido Star,

Mas foi a necessidade do dinheiro,

Que forçou o Gonzo a Strike Witches criar.

 

Vou terminando por aqui, então leia,

Strike Witches pelo menos rende uma boa risada,

Se você desligar o cérebro, até dá uma boa descansada,

Nada mais que isso, creia!





Comentários

  1. Essa boneca pode ser montada pelo projetista gráfico da editora ou, em alguns casos, pelo próprio ilustrador.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Olá! Comentários com ofensas não serão permitidos. Todos os comentários serão moderados.