Pular para o conteúdo principal

Análise do filme Naruto- Will of Fire

Naruto Shippuden - Movie 6 : The Will of Fire Still Burns

 

[caption id="attachment_211" align="alignleft" width="250" caption="Capa do DVD vendido na Best Buy Anime"][/caption]

Este filme é uma homenagem aos 10 anos do mangá. Uma amiga minha fez uma resenha ótima sobre o filme, sua qualidade técnica e me convidou para assistir e dar minha opinião. Aceitei o convite e esta é minha análise que, espero, possa contribuir com a análise feita por ela. Deixe de ler aqui, caso queira, pois o meu texto possui alguns spoilers!!

 

A questão técnica foi muito bem elaborada na análise do blog Felis Catus e, como ela é desenhista, deixo estas questões com ela e concordo com o que está escrito no blog. Vou me concentrar em elementos do enredo do filme.

 

Este filme basicamente fala sobre a “will of fire”, que é uma determinação que cada shinobi possui e que pode estar dentro da ética e regras de cada vila. Essa “will of fire” é determinante para sabermos como um dos ninjas agirá dentro do enredo da série. Um personagem, cujo o lema entre em conflito com algum desfecho da ação, com certeza, age de modo a sanar este conflito. Aqui, no caso do Naruto é simples, pois o lema dele, neste filme, é demonstrado com flashbacks da primeira temporada da série clássica e ele passa o filme todo lutando para demonstrar suas convicções.

 

Aliás, eu já citei que um herói, de qualquer animê de ação, possui falhas que demonstram sua vulnerabilidade e o torna mais próximo e mais real aos olhos do espectador. Se estas falhas prejudicam o sucesso do herói, o enredo torna-se mais incerto e a expectativa pelo sucesso do personagem aumenta, assim como a ansiedade e a dúvida de quem assiste. Isso é ótimo para garantir que fiquemos grudados na cadeira, esperando para ver o que foi decidido e como foi decidido. Naruto possui diversas falhas, durante a série (clássica e shippuden), que deixaram esse filme mais tenso, pois não sabia como o enredo se deslocaria. Por exemplo, Naruto prometeu trazer Sasuke de volta e fracassou duas vezes. No filme, Naruto promete trazer Kakashi de volta. Sakura se pergunta se, desta vez, ele conseguiria cumprir a promessa, uma vez que havia falhado nas outras vezes e, confesso, também me perguntei isso. Ponto para o roteiro que jogou bem com essa questão e me deixou em dúvida até o último minuto. Inclusive, até o próprio Naruto, já no final, desabafou à respeito dessa situação, quando percebeu que poderia ter falhado.

 

Voltando ao “will of fire”, achei interessante o conflito de lemas entre os ninjas da Aldeia da Folha. Deixou a situação tensa, mas serviu para demonstrar a mensagem principal do filme que, aos meus olhos, é a confiança que se deve ter nos amigos, nunca abandoná-los. O enredo ainda bebe de outras fontes, como as quimeras de Fullmetal Alchemist, ou as regras para se usar o chakra, como as regras que o Kurapika (Hunter X Hunter) usou para fortalecer o seu Nem. No geral, foi um filme bem feito e gostei de assisti-lo!

 

Informações:

Podem comprar o filme, por apenas 5,98 dólares no Best Buy Anime! E podem acompanhar a série Shippuden de graça, e oficialmente, pelo Crunchyroll.

Comentários

  1. De fato, você é muito bom para essas análises de conteúdo. Confesso que nem me perguntei (como você fez) se o Naruto iria conseguir resgatar o sensei - Sabe aquele pensamento de "Ah, esse filme vai acabar bem que eu sei!". Pois é. Agora, que o filme é cheio de momentos em que o protagonista é colocado contra a parede e que a angústia do filme vem a tona, é... Foi mesmo muito interessante essa discussão em torno da ética e das motivações dos personagens. Inclusive, "Os Herdeiros da Vontade do Fogo" é considerado como um dos melhores filmes da série "Naruto" justamente por causa dessa premissa. Aliás, achei que você também iria a fundo na "will of fire" de alguns dos outros personagens, ao invés de falar só sobre o protagonista. Mas deixa quieto que a análise foi legal, hehe!
    Eu também senti um certo ar de "Fullmetal Alchemist" nesse filme. Devem ter se inspirado nessa outra, de alguma forma.
    ...
    Até!

    ResponderExcluir
  2. Olá! Bem que eu pensei em falar dos outros, mas era tanta gente que achei melhor deixar só o personagem principal! Nossa, tem mais gente nesse filme do que coadjuvantes em Ranma 1/2 KKKK! :)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Olá! Comentários com ofensas não serão permitidos. Todos os comentários serão moderados.

Postagens mais visitadas deste blog

Diego Rox e o Jardim das Borboletas

Diego Rox e o Jardim das Borboletas
Como sabem, sou inscrito do canal do Nando Moura, ou seja, sou um dos “bots” do canal. Sobre este assunto, está até engraçado. Vou escrever sobre isto antes de entrar no assunto. Os adversários que temem a verdade nos ofendem com termos que não condizem com nosso real comportamento. Ficou engraçado, porque, se juntarmos todas as ofensas em uma frase, eu acabo virando um “robô, com recurso de bot, nazista e fascista, que não gosta de odores fortes”, por isso, está engraçado ver esta situação. Fui reduzido a um robô Windows 10, que não gosta de pum.
Ao assunto. Através do vídeo do Nando, sobre o uso de bots, eu acabei conhecendo o canal do Diego Rox. Veja um vídeo abaixo. Ele parece ter uma agenda parecida com a do Nando Moura, isto é, ele é cristão, pois acredita em Deus e em Cristo, prega ação contra a corrupção, homenageia os verdadeiros heróis anônimos, é caridoso e defende a liberdade. Uma agenda que também me aproxima dele, por isso, hoje, esto…

Cavaleira ou Amazona? Veja a resposta!

Amazona ou Cavaleira?
    Em meu tempo de colégio, nas décadas de 80 e 90, nos foi ensinado que o feminino de cavaleiro seria amazona. Em uma prova, um colega marcou o feminino de cavaleiro sendo cavaleira e foi repreendido. Desta forma, fixei amazona como o feminino correto para o termo em questão, ou seja, mulher que anda a cavalo. Ao assistir Walkure Romanze, eu me deparei com a palavra cavaleira e me questionei. Inclusive, alertei-os para a forma que eu julgava correta, mas sem retorno positivo. Deste modo, fui pesquisar para ver se a expressão estaria correta.


    Nestas pesquisas, encontrei um professor que prontamente me respondeu a esta questão. O caso estava solucionado com uma bela lição que, agora, repasso a vocês. Com a palavra o professor Ari Riboldi.
    No meu tempo de estudante, no ensino primário e no ginásio, também se aprendia assim: cavaleiro (masc.), amazona (fem); cavalheiro (masc.), dama (fem.). No entanto, os dicionários registram o termo 'cavaleira' …

Será o Veredito?!

Canal Será o Veredito?!
Foi a primeira recomendação do Youtube que gostei de ter recebido. Sobre o canal: “O Direito tá na mídia! O Direito tá na moda! Um juiz de direito se torna celebridade nacional. Tribunais transmitem suas sessões ao vivo pela televisão. Os meios de comunicação não se cansam de veicular notícias jurídicas. Mas, o mundo jurídico possui formalidades que dificultam a compreensão dos seus temas pelo cidadão que não tem formação no direito. Muito se fala; pouco se explica. Por isso surgiu o "Será o Veredito!?". Um canal que traz informações sobre o direito com uma linguagem simples, clara e objetiva.”



O primeiro vídeo que vi desse canal foi uma resposta ao Bugalho. Uma resposta baseada em livros, mostrando a fonte de seu conhecimento e minando, com ótimos argumentos, a posição de seu opositor. Todos os vídeos que assisti foram assim, com a fonte de leitura em mãos. Ele já se disse de centro-direita, o que o faz ser um aliado natural da liberdade e da proprie…